segunda-feira, 8 de março de 2010

Os Efeitos da Tempestade.

...Famílias perderam tudo.

Em pouco tempo de chuva as ruas já trasbordavam, e a enxurrada invadia algumas casas. Como a maioria das ruas está calçadas a água desce forte como numa “bica”, sem espaço para fluir, arrasta tudo que tiver pela frente. A maioria dos calçamentos é feito sem planejamento, parecendo que o objetivo maior é a beleza da obra e não o benefício, casas ficam praticamente aterradas facilitando a entrada da água, os bueiros da linha férrea são os mesmo de 50 anos atrás. Com mais ruas, a maioria delas calçadas a situação se complicou, pois não há espaço para a água escoar. A parte da cidade mais afetada com a chuva foi à rua próxima ao antigo Matadouro, onde alguns moradores perderam tudo: Fogão, sofá, TV foram parar no quintal. Estas famílias perderam até as casas, pois em alguns casos por não oferecer segurança às residências tiveram que ser abandonadas. O prefeito Municipal Almir de Maciel, imediatamente compareceu às residências e não mediu esforço para ajudar, reuniu os moradores e ofereceu outras casas para que os mesmos pudessem ficar até que providências fossem tomadas. Almir juntamente com moradores e com a equipe do Jornal @ Nossa Voz analisou erros nos calçamentos antigos e garantiu urgência na solução do problema. A prefeitura vai pagar o aluguel das casas onde as famílias ficaram, e pelo que se viu vai ajudar àquelas que perderam móveis, roupas, documentos e outros.

O Jornal acompanhou de perto a situação, e através do seu Diretor irá apoiar toda mobilização de amparo aos prejudicados. O Diretor sentiu na pela o sofrimento das vítimas já que sua casa e comércio também foram invadidos pela água.

Da Ronda @ Nossa Voz.

5 comentários:

  1. Certa a atitude do prefeito.

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa boa desse prefeito é a simplicidade, mesmo as familias carentes ele tá do lado. Certe atitude e parabéns.

    ResponderEliminar
  3. A cidade de Barrocas não está em projetada dentro das normas... as rus tem inclinação de aproximadamente 8% no qual o permitido seria apenas 5% sem contar na falta de drenagem nas mesmas...

    Antonio Mota
    estudante de Engenharia Civil - UFBA

    ResponderEliminar
  4. Antonio Mota - engenheiro Civil -UFBA29 de junho de 2010 às 10:18

    Para melhorar....
    segundo a enquete, o são joão de Barrocas foi péssimo... se não fosse alguns povoados para animar, estaríamos no pior são joãop do nordeste... chega gente!!! tá na hora de melhorar isso. chega de dinheiro no bolso do prefeito, só digo isso pois sei quanto entra de verba para barrocas... ah! quanto a pista, nosso governador broca... parabéns Wagner pelo trabalho, e ainda bem que Almir reconhece esse trabalho do governo, mas tem gente em barrocas q acha que isso é obra de prefeitura. rsrsrsrs


    abraços para vcs do jornal.... tá massa as informações.

    ResponderEliminar
  5. parabéns barroquenses por este jornal muito importante para nossa cidade sou pouco conhecido pois vivo viajando sou motorista carreteiro por iso parabenizo vocês pois chego em casa e vejo as noticias quem sou eu carlos alberto de lima o popular betinho de zuzinha abraço a todos do jornal nossa voz

    ResponderEliminar