segunda-feira, 15 de novembro de 2021

Barrocas: Vereador diz que não tem compromisso com 'eleitor dos outros' e que vai fazer a eleição moderna

Vereador Evanilton em Sessão de Câmara Municipal - Foto: Rubenilson Nogueira
Na última sexta-feira dia (12), um áudio do vereador Evanilton Mota Lima (PSD), compartilhado através de aplicativos de mensagens, gerou polêmica e dividiu opiniões, provocando questionamentos sobre a atitude dos eleitores e o papel do legislador. Demostrando chateação por está sendo procurado por uma pessoa que tinha lhe negado o voto, e mesmo assim pediu uma ajuda através das redes sociais, o conhecido Formigão do Ônibus desabafou:

"Sempre dei carro para ele, e quando fui pedir voto lá ele disse que iria votar (em outro vereador), então quando foi essa semana, ele tava me ligando pra eu fazer um pix pra ele de R$50,00 reais. Então eu falei pra ele mesmo... eu não tenho nada, eu te ajudei o tempo todo, te dei carro, ônibus, o tempo todo, e quando eu precisei de um voto, tú votou em (outro vereador). Então eu não tenho compromisso nenhum com você. Como de fato eu afirmo, eu não tenho nenhum compromisso com ele", disse o vereador Evanilton Lima no áudio.

Ainda no áudio Formigão sugeriu que a pessoa procurasse o vereador que votou, e revelou que iria fazer uma tal de 'eleição moderna', deixando dúvidas sobre essa nova definição para o pleito eleitoral: "Você votou (nome do vereador) procure ele, eu não posso te ajudar, porque eu tenho 707 eleitores para ajudar, e esses eleitores que vota em outro candidato e quer pedir coisa aos outros. Eu mesmo vou fazer a eleição moderna. Meu eleitorado se for preciso eu arrasto meu joelho no chão, agora com eleitor dos outros não tenho compromisso nenhum, eu vou fazer a eleição moderna", afirmou no mesmo áudio.

Procurado, Evanilton disse que realmente é difícil atender a todos, e por esse motivo tem que se concentrar nos seus eleitores. Ele também explicou o que seria a tal política moderna: "se ficar ajudando eleitor dos outros, os meus me cobram. Eu vou ser vereador que separa as coisas; na saúde, um exame, se for isso vou ajudar, essa é a política moderna que eu falo", revelou.

Sobre o fato de após ser eleito, o candidato se tornar um vereador do município, recebendo salário para legislar em favor de todos, Formigão afirmou: "concordo, mas se fosse um que pediu ajuda para um exame, um remédio eu ia ajudar. O que eu digo da política moderna é que lutei muito, vim da roça, sofri muito para me eleger e tenho que atender meus eleitores. Não posso atender todos os pedidos e de todos que procuram. Eu tive 707 votos e sou muito cobrado. Tive voto em todas as comunidades e vou dá o suporte ao meu eleitorado", explicou o parlamentar natural de Lagoa da Cruz, que esta no primeiro mandato na Câmara Municipal.

Dá ajuda em dinheiro, ofertar benefícios pessoais em troca de apoio, realmente não faz parte das atribuições de um parlamentar eleito para a Câmara de Vereadores, mas isso deve ser regra para todos, sem depender de critérios, como o fato de ter votado ou não naquele parlamentar. O debate sobre o verdadeiro papel de um vereador é muito importante e deve ser incentivado. 

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

2 comentários: