terça-feira, 30 de novembro de 2021

Polícia Federal deflagra operação e cumpre mandados de busca e apreensão em Serrinha

Polícia Federal na Prefeitura Municipal de Serrinha. Foto Reprodução
A Controladoria Geral da União (GCU), e a Polícia Federal, iniciaram na manhã desta terça-feira (30), uma ação conjunto, denominada Operação Saturação, que busca combater o desvio de verbas públicas federais que deveriam ser empregadas no enfrentamento da pandemia de coronavírus. No município de Serrinha, foram cumpridos mandados de busca e apreensão, determinados pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e pelo Juízo da 3º Vara Criminal Federal de Feira de Santana, sendo 7 em Serrinha, 4 em Manaus e 1 em Araranguá, em Santa Catarina, totalizando 12 mandados.

Segundo o site, Bahia.ba, as investigações iniciaram-se em novembro de 2020, revelando a existência de um grupo de agentes públicos municipais, que suspostamente estavam desviando milhões de reais ao permitir, dolosamente, que o município de Serrinha, mediante dispensa de licitação, contratasse, por 3 vezes, uma empresa que seria de fachada, formalmente sediada em Manaus. Em março de 2020, a empresa manauara foi contratada pelo Município de Serrinha duas vezes: no primeiro caso, para fornecer monitores paramétricos de sinais vitais e bombas de infusão, e na segunda vez para fornecer ventiladores pulmonares. Em abril de 2020, ela foi novamente contratada, dessa vez para fornecer máscaras de proteção facial.

Viatura da Polícia Federal na Secretaria de Saúde de Serrinha. Foto: Reprodução PF
A PF e a CGU, identificaram superfaturamento dos produtos supostamente fornecidos pela empresa de Manaus e fortes indícios de fraude nos 3 procedimentos de dispensa de licitação abertos pelo município de Serrinha. Quanto aos ventiladores pulmonares e bombas de infusão, contratados por R$ 724.000,00, os investigadores apuram se tais equipamentos foram efetivamente entregues ao município. Por conta da falta de informações, desconhecem-se as marcas, as especificações, o estado de conservação e até mesmo a quantidade de ventiladores supostamente fornecidos pela empresa contratada. Não há, portanto, como se aferir se houve sobrepreço.

No que se refere aos monitores multiparamétricos, apurou-se um sobrepreço da ordem de 446,27% e suspeita de utilização de empresa “noteira” para inflar o valor desses produtos. Finalmente, quanto às máscaras, apurou-se um sobrepreço de 118%. Os crimes sob apuração são os previstos nos arts. 89 e 96, incs. I e V da Lei 8.666/93 (Fraude à Licitações e Sobrepreço/superfaturamento), art. 1º, do Decreto-Lei 201/67 (Crime de Responsabilidade de Prefeito) e arts. 317 e 333 do Código Penal (Corrupção Passiva e Ativa).

@ Nossa Voz da Redação com informações do Bahia.ba

Barrocas segue sem casos ativos da Covid-19, e também zera os suspeitos

Foto Reprodução - Prefeitura de Barrocas

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde, divulgado na segunda-feira (29), no município de Barrocas não há nem mesmo casos suspeitos da Covid-19, os últimos três pacientes que tinha apresentado sintomas e tiveram material coletado para exame, os resultados deram negativos. As informações foram divulgadas ontem à noite através do instagram da Prefeitura Municipal de Barrocas.

Na sexta-feira dia (26), a Secretaria de Saúde havia revelado que os casos ativos foram zerados, e que existiam apenas os 03 casos suspeitos aguardando os resultados (ver aqui). Desde o inícios da pandemia, 1.012 barroquenses testaram positivos para o coronavírus, com 992 curados e 20 óbitos em decorrência da doença.

Esse boletim divulgado ontem, não foi compartilhado na fanpage da Prefeitura Municipal no Facebook.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira


Nova derrota aumenta o risco do Bahia voltar à zona de rebaixamento do Brasileirão

João Paulo tenta se livrar da marcação de Rodriguinho (Foto: Bruno Corsino/ACG)
O Tricolor baiano sofreu uma derrota por 2 a 1 no confronto direto contra o Atlético-GO na noite desta segunda-feira (29), no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Ao final da partida os donos da casa comemoraram como se fossem campeões. O duelo da 35ª rodada, foi uma partida marcada entre duas equipes que lutam contra o rebaixamento, e o resultado encaminhou a permanência do Dragão na Série A.

Atlético-GO e Bahia fizeram um jogo pegado, porém morno em termos de chances na etapa inicial. A melhor oportunidade foi do atacante André Luís, que tentou finalizar duas vezes e, na segunda, exigiu boa defesa do goleiro Danilo Fernandes, aos 15 minutos. O Tricolor, pouco criativo, praticamente não levou perigo ao Dragão, que também não criava grandes chances, o primeiro tempo terminou com o placar de 0x0, sem emoções.

Os últimos 45 minutos foram de fortes emoções. Logo aos 13 minutos, vacilo do Bahia, Janderson aproveitou erro no domínio de Gustavo Henrique, roubou a bola e sofreu pênalti de Lucas Mugni. Marlon Freitas foi para a cobrança e mandou no canto direito de Danilo Fernandes, abrindo o placar: Atlético-GO 1X0. Pressionando, aos 25', o Bahia conseguiu empatar com Rodallega, que finalizou de primeira entre os zagueiros rubro-negros. Quando o jogo já parecia se encaminhar para o 1 a 1 no Accioly, mais um vacilo da equipe baiana, Janderson recebeu de Lucão na área e fuzilou, garantindo a vitória do Dragão nos acréscimos, aos 47m! Placar: Atlético-GO 2X1 Bahia.

Com o resultado, o Esporte Clube Bahia estaciona nos 40 pontos e é até então 16º colocado, podendo ser ultrapassado pelo Juventude, que tem a mesma quantidade de pontos, e um jogo a menos. No próximo domingo (05), o Tricolor enfrentará o Fluminense na Arena Fonte Nova, às 16h, em Salvador, para que com o apoio da torcida, se livre do Z-4.

@ Nossa Voz por Kauã Sherman

Barrocas: Vereador Miguel Carvalho reconhece importância da policlínica mas critica atendimento limitado

Vereador Miguel Carvalho de Queiroz - Foto: Rubenilson Nogueira
Sobre a necessidade de ainda conduzir muitos pacientes para outras cidades, a exemplo de Feira de Santana e Salvador, e que para isso, em alguns momentos chega a disponibilizar dois veículos da sua propriedade, o Vereador Miguel Carvalho (DEM), lamentou o fato da Policlínica Regional de Saúde implantada em Serrinha, à apenas 18km de Barrocas ainda não realizar exames e procedimentos anunciados na sua inauguração.

A Policlínica foi inaugurada no dia 13 de setembro deste ano, com a presença do governador Rui Costa (PT), deputados e prefeitos dos 14 municípios que fazem parte do consórcio de saúde. O investimento total de foi de R$ 29,1 milhões através da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab): "Além de pequenas cirurgias, o espaço também irá oferecer consultas em especialidades médicas como Angiologia, Cardiologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Neurologia, Otorrinolaringologia, Oftalmologia, Urologia, Ginecologia, Pneumologia, Dermatologia, Reumatologia, Anestesia e Ortopedia", destacou SESAB na ocasião (ver aqui).

Vereador Guel de Quinca (DEM)
Porém, segundo o relato do Vereador Miguel, vários exames e procedimentos ainda não estão sendo realizados, assim ele não percebeu redução nas viagens com pacientes: "Quando anunciou essa policlínica de Serrinha, e que veio o governo pra inaugurar eu fiquei satisfeito, achando que a gente teria ai uma solução provavelmente de 80% pra saúde regional, no entanto inaugurou uma policlínica com toda aparelhagem de primeiro mundo, a gente tem consciência disso, mas tem uma coisa muito grave que o governo veio aqui e entregou e deixou capenga, que é a mão de obra", lamentou. 

Segundo o parlamentar barroquense, falta contratar profissionais para ampliar o atendimento: "Aparelhagem tem, eu não sei porque o governo tá inaugurando as policlínicas de alto nível por sinal como a de Serrinha, aparelhagem de primeiro mundo, pra todos os tipos de exames e porém, não tá contratando o principal que é a mão de obra, é profissional de ultrassom, de fazer a ressonância a tomografia, e tá devendo muitas coisas que não tá fazendo ainda", afirmou o conhecido Guel de Quinca. 

A operação da Policlínica é partilhada entre o Governo do Estado e os 14 municípios que fazem parte do Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Sisal, são eles, além de Barrocas; Araci, Biritinga, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Lamarão, Monte Santo, Quijingue, Retirolândia, Santaluz, São Domingos, Serrinha, Teofilândia e Valente. O Estado é responsável por 40% do custeio da operação, e os outros 60% serão financiados pelos municípios.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Manchester United e Bayern de Munique são os finalistas do 2º Campeonato dos Sócios da Arena G10

Manchester United e Bayern de Munique. Fotos: Kauã Sherman
Na noite da última sexta-feira (26), foi definido a primeira equipe finalista do 2º Campeonato dos Sócios da Arena G10. Manchester United e Borussia Dortmund fizeram um jogão, digno de rivalidade há anos, muitos gols, faltas e principalmente, futebol bem jogado que classificou o United. No sábado (27), Bayern de Munique e Manchester City fizeram mais um grande jogo, porém mais controlado. As equipes disputaram até o último minuto, mas o placar de 3x2 garantiu o Bayern na finalíssima.

United e Borussia entraram em campo para definir o primeiro finalista. As duas equipes fizeram um grande jogo, um primeiro tempo de arrepiar com grandes lances para os dois lados, a experiência do Manchester foi essencial para a vitória no confronto, o time invicto na competição soube esperar o momento certo de atacar, sofreu faltas, e complicou o jogo do Borussia, Nilvan abriu o placar ao 28' do primeiro tempo, de shoot out, Eto gol fez o segundo aos 30', fim de primeiro tempo 2x0. Na volta após o intervalo, o United sacramentou a vitória com um placar de 5x2.

No segundo jogo da Semifinal, Bayern e City buscavam a glóriosa final. Melhor em campo, o Bayern saiu na frente, dominava o jogo, mas deixou o Manchester City empatar com Nikson. As equipes mudaram a postura, e virou um jogo 'lá e cá', com ambos os técnicos cobrando dos seus jogadores. Ainda superior, Joanderson fez o segundo, para o Munique, botando 2x1 no placar. O City não se abateu, voltou a atacar e num erro da zaga do Bayern, Nikson empatou novamente. O placar já classificava o Bayern, por ter feito uma campanha melhor, mas Joandson balançou as redes novamente, fazendo um hat-trick e botando o placar em Bayern de Munique 3x2 Manchester City.

No próximo sábado (04), a bola rola às 19:30, entre Manchester United e Bayern de Munique, pela Grande Final, do 2º Campeonato dos Sócios da Arena G10, disputa entre o melhor ataque contra a melhor defesa.

@ Nossa Voz por Kauã Sherman

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Prefeito Bruno Reis anuncia cancelamento do show da virada em Salvador

Com a aproximação de uma quarta onde, o festival foi cancelado. Foto: Reprodução / A tarde
Em uma coletiva na manhã desta segunda-feira (29), o prefeito Bruno Reis (DEM) informou o cancelamento do 'Festival da Virada' em Salvador, que marca os festejos do Réveillon. O anúncio foi feito em coletiva durante a inauguração da sede do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no bairro de Castelo Branco. A última vez que o evento foi realizado foi no ano de 2019, antes da pandemia da Covid-19.

Segundo o gestor municipal, as incertezas quanto à segurança sanitária, com uma nova variante, a ômicron, em evidência, impede de realizar o tradicional evento Festival da Virada a pouco mais de um mês da festa: "Os números de óbitos só fazem cair. Só que num cenário de incertezas e dúvidas não há como realizar o Festival Virada esse ano para 200 mil pessoas, estamos a 1 mês da festa e chegamos ao limite dessa decisão", destacou Bruno.

Ainda de acordo com o prefeito, a realização do evento, diferentemente do Carnaval, parte apenas da esfera municipal, o que permitiu uma tomada de decisão mais rápida: "Essa decisão dependeria exclusivamente da Prefeitura, a decisão está tomada. Nós não realizaremos diante de tudo que estamos vendo, ainda não é o momento de colocar em risco tudo que nós construímos até aqui colocamos sempre a vida em primeiro lugar", comentou. Atualmente, Salvador apresenta 91% de pessoas vacinadas acima de 12 anos com a primeira dose e 81% com a segunda dose acima de 18 anos.

@ Nossa Voz da Redação - Informações do A Tarde

Vitória está rebaixado mais uma vez para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro

Eron desolado com a confirmação do rebaixamento - Foto: Pietro Carpi
Diante do seu torcedor, o rubro-negro baiano escreveu na tarde do domingo (28), um novo capítulo triste da sua centenária história. O Esporte Clube Vitória recebeu o Villa Nova no Barradão para disputarem jogo válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. A rodada ultimato, definiu quem voltará a Série A e quem disputará a Série C em 2022. O Vitória entrou em campo lutando contra um novo rebaixamento mas não dependia só dele, e mesmo que assim fosse, o Leão cairia pois acabou derrotado em casa.  

O jogo: O Vitória fez uma etapa inicial em ritmo lento e não conseguiu atacar o Vila Nova. O Rubro-Negro chegou com perigo pela primeira vez aos 14 minutos, em chute de David. Foi a melhor oportunidade da equipe, que não teve chances claras de gols em 45 minutos de jogo. Do outro lado, o Vila também não fez muito e só chegou ao gol adversário aos 37, quando Alesson saiu na cara do gol e chutou em cima de Lucas Arcanjo. O árbitro marcou impedimento na jogada, mas Roberto dava condição. Fim de primeiro tempo 0x0.

No retorno o Rubro-Negro apresentou melhora e começou arriscando com chutes de fora da área. A grande oportunidade surgiu aos 12 minutos, quando Marcinho recebeu na pequena área e chutou em cima de Georgemy. O atacante rubro-negro ainda exigiu nova defesa do goleiro do Vila e, aos 30, foi a vez de Eron desperdiçar na cara do gol. O time goiano praticamente não chegou ao ataque, mas guardou o chute para o final. Aos 47, Éder marcou o gol da partida, sacramentando a derrota e o rebaixamento da equipe baiana. Vitória 0x1 Villa Nova.

Para escapar do rebaixamento, o Vitória precisava vencer e contar com tropeços de Remo e Londrina, mas o Tubarão não vacilou e venceu o Vasco com sobras. O Leão baiano não fez a parte dele e com a derrota diante do Vila Nova, o Vitória fecha a Série B na 18ª posição, com 40 pontos conquistados, sendo rebaixamento para a Série C, o Vitória chega a uma nova decepção na temporada, que compromete 2022. Também neste mês de novembro, o Rubro-Negro foi eliminado dentro do Barradão para o Botafogo-PB e está fora da Copa do Nordeste 2022. Na próxima temporada, o clube tem os seguintes compromissos: Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Série C.

@ Nossa Voz por Kauã Sherman