segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Momento político barroquense é muito diferente das demais cidades da nossa micro-região.


Barrocas vive dias difíceis, talvez o seu pior período desde a emancipação política.
A indefinição que a pequena cidade do interior baiano vive no campo político tem afetado seriamente a vida das pessoas, ha deixando talvez numa situação de emergência.
Para melhor esclarecer os fatos, preciso citar que o Grupo Barrocas Livre detém o poder no município desde que foi emancipado, uma hegemonia tanto no executivo como no legislativo, visto que atualmente além do prefeito todos os nove vereadores são do grupo.
Esse grupo como todos sabem, costuma deixar as decisões para a última hora, talvez uma estratégia para impedir alianças de revoltosos com a oposição, como aconteceu há quatro anos, fato este que no mínimo ameaça a democracia, mas que torna quase que impossível uma derrota do grupo.
Enquanto em cidades vizinhas como; Coité, Serrinha, Teofilândia e Araci que quase tudo está definido, sendo que nestas quatro cidades, os atuais administradores, independente de estarem bem avaliados ou não, partirão para uma eleição na tentativa de estender o mandato por mais quatro anos. Em Barrocas o Prefeito que é de um partido presidido por um Pré-Candidato está como se diz na linguagem popular “a ver navios”.
Nada está decidido, o povo não sabe quem será o candidato do Grupo, se o atual Prefeito José Almir, se o ex Edilson ou se o empresário Jailson Ferreira, o Jai, que apesar da pouca idade exerce grande influência no Grupo, há quem diga que atualmente Jai tem mais força que o irmão na esfera municipal. Diante disse imbróglio, até mesmo a oposição segue sem  definições, e espera preocupada e ansiosa o desenrolar dos fatos para lançar sua chapa. O prefeito se não for o escolhido do Grupo, ou mesmo do Partido para concorrer à eleição, não poderá nem mesmo se unir com a oposição, pelo menos oficialmente.
Os vereadores que o acompanham até o momento, estão com medo de terem suas candidaturas ameaçadas, certo dia um deles nos disse: “eu agora tenho que começar a falar bem dos homens, pois do contrário eles vetam minha candidatura”.
Alguns vereadores pensaram em mudar de partido, na ocasião o PSD virou opção, e o convite partiu de ninguém menos que o Vice-Governador Otto Alencar, presidente da sigla na no estado. Mas como todos já perceberam, o comerciante Almir talvez ainda não tenha entendido ou se adaptado ao jogo político, e preferiu apostar na continuidade do imenso grupo, que conforme sua avaliação lhe daria o direito a reeleição.
O clima é tenso, tem político em Barrocas sem saber o que fazer, pré-candidatos que atualmente não tem boas relações com o ex-prefeito estão “tremendo na base”, já imaginando o que acontecerá caso Almir não seja candidato.
A maioria dos partidos está sob domínio de um grupo, os que fazem “oposição” se opõem uns aos outros, o PP, tem Tita como pré-candidato a Prefeito, no PT o advogado Narciso também já se lançou como pré-candidato. Resta saber qual a decisão de Dr. Antonio, cogitado para ser vice. Todos os três poderiam compor uma chapa ao lado do atual prefeito, mas isso se ele tivesse ido para outro partido. Talvez nenhum deles deva fazer parte de uma chapa ao lado de Edilson ou Jai.
O certo é que em 2012, a disputa interna no Grupo Barrocas Livre já é bem maior que com a propria oposição.
Enquanto isso, tem gente calada, só esperando ser convocado para compor uma chapa, gente com capacidade de dar passos mais firmes e ousados, mas que a cada dia mostram que “são amadores jogando numa mesa formada por profissionais”.
O que mais preocupa nesse momento, e já tem deixado a cidade em estado de alerta, é a postura de servidores e secretários, envolvidos diretamente no jogo político, e que a esta altura cruzam os braços, deixando a cidade entrar numa situação caótica, dando a entender, que para eles, quanto pior melhor. Ou seja, tudo de ruim que está acontecendo na cidade é bom para que o atual não tenha a mínima chance de disputar uma reeleição, já outros nomes tendem e subir nas pesquisas. Pelo menso é o que eles esperam!
É preciso lembrar que são os barroquense que sofrem com esta politicágem; sem segurança, educação de qualidade, sistema de saúde funcionando, limpeza e iluminação pública e outros serviços essenciais, o sofrimento será do povo, principalmente por parte dos mais carentes, por isso estamos de olho na postura dos líderes municipais.
Por Rubenilson Nogueira

domingo, 29 de janeiro de 2012

sábado, 28 de janeiro de 2012

Superamos a marca de Meio Milhão de acessos.

Reprodução do contador de acessos do Blog.
Janeiro de 2012, Blog do Jornal @ Nossa Voz consegue a incrível marca de 500.000,00 (quinhentos mil) acessos.
Já começamos o ano com motivos para comemorar, graças a um trabalho bem feito, que conta principalmente com participação popular, atingirmos uma marca histórica como essa. Chegar até esse número para muitos é algo fácil, talvez até seja, mas para saber a dificuldade é preciso tentar chegar aonde chegamos.
No mês que alguns “metralhas” da política barroquense tentaram desqualificar nosso trabalho, os números mostram a credibilidade que conquistamos durante esses anos de Jornal.
Como os agradecimentos já vinham sendo dado, resta agora além de renová-los, traçar planos para que possamos chegar numa nova marca, e para chegar a 1.000,000. 000 (um milhão) de acessos, contamos com vocês leitores.
Obrigado e Até breve!
Rubenilson Nogueira
Diretor

Barrocas: Dois acidentes aconteceram neste sábado.

O ano de 2012 começou trágico em Barrocas, além de muitas mortes que deixou a cidade de luto no primeiro mês do ano, vários acidentes também estão acontecendo.

Só neste sábado (28), foram dois, ambos na BR349, que liga Barrocas a Teofilândia, no trecho entra a sede do município ao Bairro do Cedro.
O primeiro ocorreu no local conhecido como “Baixa de Joaonizio”, às 13h20min, onde os acidentes são freqüentes. Neste o motorista do Uno vermelho, conhecido como Zé do Ouro seguia com destino ao Cedro onde mora; Ele nos contou que depois de desviar de um buraco, sentiu a direção do carro saltou e a partir daí não conseguir controlar o veículo, que desceu a ribanceira e por pouco não virou. Zé do Ouro estava só no veículo no momento do acidente, ele sofreu apenas alguns arranhões, está bem e até participou da retirada do carro do local.
Quem passou pelo local parou para ver o que aconteceu e se surpreendeu, pois apesar da altura da ribanceira, o veículo não virou. Para alguns Zé do Ouro teve muita sorte.

Colisão frontal entre Uno e Fiesta
O segundo acidente, envolvendo um Fiat Uno e um Ford Fiesta, aconteceu por volta das 18h, a cerca de 1 km do local do primeiro, desta vez numa curva onde também muitos acidentes acontecem.

Segundo informações de pessoas que passaram pelo local, o motorista do Uno Preto, que estava na mão contrária, teria saído da sua mão para desviar de uma moto e causou o acidente. Essa foi à versão do condutor para justificar o motivo de estar na contramão. O Uno colidiu de frente com um Fiesta que seguia rumo ao Bairro do Cedro. O fato curioso dessa colisão é que o motorista do Fiesta cor prata, conhecido por Zé Piqueno seguiu para uma igreja no Alecrim, onde seria celebrado o seu casamento.
Outro carro precisou vir ao local para apanhar o noivo antes que ele atrasasse a cerimônia.

Apesar do impacto, os dois condutores não sofreram ferimentos graves e passam bem.  
Da Ronda @ Nossa Voz

SONHOS NOSSOS

O que pensa um trabalhador barroquense!

Volto a São Paulo depois de uma semana sofrível e de perca. Tenho visto à distância, como tantos outros, o que acontece em minha terra natal. É como estar em São Paulo, por exemplo, e ler as notícias sobre países ditatórios, ou sobre os estados vizinhos. Como estes, as notícias do dia a dia são muitas vezes superficiais, sensacionalistas, procurando encobrir a natureza dos motivos pelos quais elas acontecem ou se desenvolvem.
A diferença, é claro, se dará por conta do conhecimento que temos da nossa própria realidade, os interesses e os fatores objetivos e subjetivos que se entrelaçam na informação produzida ou distorcida muitas vezes por bajuladores de plantão, que ganham para proteger a quaisquer custos os seus Senhores Feudais.
Detentores de uma estratégia e do marketing de santidade pública perante o povo, levando a risca todos os problemas públicos desta Cidade para debaixo dos tapetes da vergonha aléia, a fim de aumentar cada vez mais um abismo entre a população e o sistema atual que sustenta, a política de Barrocas, que vem atravessando os anos colocando-se acima das leis e da Constituição.
Ao se arrogar em fazer o que quer, os nossos lideres políticos finge não ver que a ditadura já terminou e apresenta-se com aquela prepotência dos que fingem que nada de mais se passa à sua volta. Acreditarei na mensagem que os anciões deixaram sobre nossas mentes, “um dia tudo isso mudará” sobre nossas vidas.  Acredito que o sistema político no todo corrompe atrasa e dissipa personalidades, como vem acontecendo com o nosso atual gestor que muitos julgam como um ser com mãos atadas sobre assuntos públicos, como CEMITÉRIO NAS ESCURAS. No qual fiquei envergonhado em ver a situação do mesmo.
Da minha parte que simpatizo com o mesmo, e desejava ver administrando com toda fervura da ética, jogando as sujeiras que encontrou no lixo, assim se fizesse há essa altura sua imagem pública não seria essa atual. Infelizmente não vejo mudança nos próximos horizontes capaz de gerir o município, temo que os ratos que roem com ânsia e rigor os recursos de toda Cidade continuem a agir.
Cícero André Goies
Barroquense trabalhando em São Paulo

Desabafo de um Barroquense.

Ao Ex.mo Sr. Prefeito de Barrocas,

Gostariamos de saber Sr. Prefeito o porque a Praça São João está em uma situação de calamidade publica onde os pais que antes tinham gosto em levar seus filhos para se divertirem, hoje a praça se divide em quatro partes tipo assim: -Uma linda praça, porém sem iluminação suficiente; -uma linda praça, porem a fonte luminosa encontra-se totalmente ao abandono; (sem agua a + ou- um mes); -Uma linda praça, ninguem vÊ um Guarda noturno para amparar os cidadãos; -E por fim. Arvores sem podas , grama sem aparar e morrendo , piso estragado em algumas partes sem manutenção alguma... Quero aqui não denigrir a imagem de BARROCAS nem de ATUAL GESTOR, só quero que faça valer cada centavo que foi investido pois quem paga IPTU, impostos e mais impostos somo nós CIDADÃOS BARROQUENSES do mais fica aqui minha indignação. Sr. Rubenilson de Queiroz Nogueira te agradeceria de coração se o Sr. colocasse esse simples texto em um local mais acessível JORNAL@NOSSA VOZ .


Comentário enviado no dia 29/01/2012

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Perguntar Não Ofende!


O povo quer saber, por que esta obra está atrasada há tanto tempo? Conforme a placa (foto acima), a Unidade Escolar de Educação Infantil que tem investimento do Governo Federal, deveria está pronta no dia 26/08/2011, ou seja, há cinco mêses, mas pelo que vemos ainda falta muito para que as crianças barroquenses possam lá estudar.
Os responsáveis pela obra são os mesmos, tanto a empresa como talvez os fornecedores das demais: Estádio Municipal (parada a meses) e Matadouro.
Há quem diga que tudo não passa de jogo político, assim como tem os que afirmam que faltam verbas, ou até mesmo aqueles que garantem que falta mesmo é competência.
Isso quem deve dizer é o Governo Municipal ou mesmo os representantes da empresa que esta executando a referida obra. Nós estamos à disposição de ambas as partes para que os esclarecimentos sejam feitos.
Lembrando que só estamos perguntando, e perguntar não ofende!
Direção.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Paisagem modificada com a queda da árvore centenária dos Mudos.


Há alguns dias a BA411 que liga Barrocas a Serrinha, perdeu um dos seus símbolos. A árvore centenária da localidade conhecida como Os Mudos, que além de oferecer sombra a quem esperava por um carro de transporte coletivo, na grande maioria moradora da comunidade de Ipoeira, ainda deixava o local mais belo.
Não sabemos ao certo o que ocorreu, aparentemente o vento derrubou a grande árvore. Essa hipótese surge, pois o tronco mostra lascas vindas de cima abaixo e por não haver sinais visíveis de cortes por ferramentas agrícolas.
Todos que passam na BA411 lamentam a queda da bonitae exuberante árvore, que infelizmente só vai ficar na lembrança.
“Ficou estranho, agora só sabemos que estamos passando pelos Mudos pela baixada  (ladeira), pois quando vence o topo, não tem mais a árvore” lamentou um motorista.
Ronda @ Nossa Voz

Bomba: Esposa de Diretor de Jornal recebe cargo comissionado na Prefeitura Municipal de Barrocas.

A esposa do Diretor do Jornal @ Nossa Voz, Rubenilson Nogueira, Srª Berlane de Araújo Nogueira foi nomeada recentemente pelo Prefeito Municipal de Barrocas, José Almir de Araújo Queiroz, para exercer cargo na gestão municipal através de Portaria, e deverá continuar o seu trabalho no CAPS (Centro de Atenção Psico-Social) onde já trabalha há cerca de dois anos.
Um cidadão, talvez preocupado com a administração pública, e que não deve ter vínculos com a administração municipal resolveu enviar o seguinte comentário para este blog.
O que vc diz sobre isto?! PORTARIA Nº 002/2012. O PREFEITO MUNICIPAL DE BARROCAS, ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições legais, e com fundamento no Art. 4º da lei nº 001/01, RESOLVE: Art. 1º - Nomear para o cargo de Assessor de Relações Institucionais, a Sra. Berlane de Araújo Nogueira, com suas atribuições e competências constantes da Estrutura Administrativa do Município, vinculada ao Gabinete do Prefeito. Art. 4º - Os referidos cargos são considerados cargos comissionados de livre nomeação e exoneração, previstos pela lei municipal nº 001/01. Art. 5º. - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. Art. 6º. - Publique-se e cumpra-se. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE BARROCAS, em 02 de janeiro de 2012. José Almir Araújo Queiroz Prefeito. É POR CAUSA DISSO QUE NÃO REVELA AS LAMBANÇAS DA PREFEITURA?! (comentário enviado no dia 18/01/2012)
Não sei se a pergunta é dirigida ao Diretor do Jornal/Blog Rubenilson Nogueira ou ao cidadão barroquense e pai de família Rubenilson. Na dúvida tentarei responder nas duas condições.
O Diretor: Como diretor; Primeiro digo que Berlane de Araújo Nogueira, segundo averigüei, já trabalha há 3 anos, em dois destes por ter passado numa seleção, entre centenas de outros candidatos, agora depois de o prazo do contrato ter vencido ela, como vem sendo bem avaliada na função que exerce, inclusive com outras atribuições além da sua obrigação, foi nomeada pelo gestor para que possa continuar trabalhando. No lugar dela poderia ser indicada qualquer pessoa. Segundo, faltou apontar a irregularidade em torno da sua nomeação, caso aponte um desvio de função, nesse caso é o gestor que deve dar explicações.
Quanto ao fato de seu esposo ser o Diretor do Jornal @ Nossa Voz, talvez não precisasse comentar, pois tenho mostrado através de ações ao longo do mandato do atual prefeito, talvez percebido pelas pessoas de bem de Barrocas, que me esforço muito para realizar um trabalho imparcial, o que não é fácil, reconheço, pois vivo em Barrocas tenho empresas e negócios na cidade.
Com tudo ainda sou amigo particular de José Almir que “está” prefeito dessa cidade, há pouco mais de 3 anos, independente dessa amizade que excede esse período, independente de ter sido um colaborador e até um correligionário do candidato Almir, fato que nunca escondi de ninguém, eu como diretor de um pequeno veículo de informação nunca deixei de noticiar um fato, nunca neguei a um cidadão que nos procurou para fazer uma cobrança, criticar ou para denunciar desmandos  da atual administração, basta fazer uma pesquisa no blog desde que ele foi criado que todos comprovaram o que afirmo. Agora sabemos que em tempos passados um proficional também da mídia, residente numa cidade vizinha, tinha familiares trabalhando aqui, seguindo o raciocínio do denunciante, eu pergunto: Foi por isso que ele nunca fez uma denuncia? É por isso que vem lançando à candidatura do amigo há alguns meses?
E se aparecer alguém que conteste o que digo a respeito do nosso trabalho, eu deixo de editar o jornal imediatamente.
Somos talvez a voz da população, e garanto que em poucos veículos da mídia da nossa região o povo tem espaço como no nosso jornal e no blog. Todos que escrevem mensalmente têm liberdade total para escolher o tema da suas matérias, e ao invés de inibir críticas e cobranças os colaboradores podem confirmar que do contrário nós costumamos incentivar os textos mais “apimentados”.
Quanto aos comentários enviados para o blog, mesmo quando percebemos que são ações arquitetadas por “parasitas” que estão ocupando cargos há anos, e para isso fazem de tudo, querendo sempre provar amor e paixão ao líder maior, no popular “puxar o saco” aceitamos os mesmos a maioria deles anônimos. Anônimos para eles, pois para nós já são todos conhecidos, até achamos engraçado, damos risadas quando os vemos na rua sem coragem de nos encarar.
O Barroquense sabe que sempre atendemos aos chamados, noticiamos fatos como à situação da fonte luminosa, o abandono da Rua de Loteba, os esgotos estourados, estradas esburacadas, ruas escuras, obras atrasadas, tudo isso e muito mais é noticiado neste blog e no jornal impresso, em alguns casos virou noticia na Bahia como no caso do que deveria ser um aterro e virou lixão, onde eram jogados até remédio.
Meus amigos, caros leitores, para os golpistas de plantão tudo isso é pouco, eles querem mais, pois a eleição esta chegando, desejam se possível nos ver cassando o atual prefeito, para que ele não ameace o retorno daquele que eles adoram. E não cobram só do Jornal @ Nossa Voz não, incentivam ligações para as rádios, cobram até dos adversários, que o diga o ex-vereador Tita que vem sendo criticado por não ter denunciado a atual gestão como fez na anterior. O detalhe é que são todos do GLB, ocupam cargos importantes, e quando não, lucram de muitas outras formas. Eles quando cobram da gente, do ex-vereador e do povo, esquecem-se que foram os vereadores (alguns fiéis a eles) que aprovaram as contas do Prefeito, inclusive alguns dos que vivem esbravejando, fazendo dossiê e difamado o seu alvo atual, e não nós que nem lá estávamos.
Falando das contas, o jornal mostrou todo sobre as rejeições, tanto da Prefeitura como da Câmara. Mas a situação é a seguinte, eles aspiram ficar escondidos, com seus empregos e “gorjetas” mensais, ambicionam que iniciemos o processo de impeachment do prefeito, enquanto em Serrinha nos melhores bares eles torram o nosso dinheiro em noitadas regadas a Whisky dos melhores e mais caros.
Como diretor eu respondo: “Não tenho preço como muitos tem, não troco minha dignidade e principalmente respeito e a admiração dos meus filhos, amigos e da população não alienada por mesquinharias”, felizmente não sou como alguns deles.
O Cidadão: Como cidadão, esposo, digo que preferia ter minha esposa trabalhando comigo no meu pequeno comércio, longe dessa mesquinharia, talvez tenha condições graças a anos de trabalho, oito deles sob perseguição política, de pagar a ela o que vem recebendo da prefeitura, diga-se de passagem, para trabalhar, lembrando que durante todo este tempo com muita eficiência, basta conversar com colegas de trabalho, pacientes e superiores, para comprovar a sua competência. Diferente de muita gente por aí. Gente que fez concurso para atuar numa função e atua em outra, pessoas de competência questionável que exerce cargos importantes, gente que negocia com aqueles que deveriam nem ter contato direto, gente que tem hoje o que não corresponde com os rendimentos mensais.
Existem pessoas em Barrocas com atitudes Nazistas, e isso preocupa. Acham-se especiais, superiores, e pensam que podem tudo, desde fazer farras em bares e no fim do mês terem as contas pagas pela prefeitura a poderem realizar reparos em seus carrões também por conta do município, mas as demais pessoas não são dignas de ocuparem cargos públicos, e olha que de segundo escalão. Imaginem se pessoas que não fazem parte desse “meio” fossem indicados para uma secretaria?
Dia desses escutei alguém criticar o fato de uma cunhada do atual Prefeito estar, segundo comentários trabalhando no Hospital Municipal, talvez algo questionável, mas porque eles não falam de outra cunhada que está lá num cargo bem mais elevado, há muito mais tempo, e o pior com qualidade de serviço questionável.
Talvez em Barrocas alguns, os especiais possam tudo, outros não. Talvez não é a esposa do diretor que não possa trabalhar, é a esposa de Rubenilson que não deve ter vínculo com uma prefeitura que tem dono. Talvez não seja a cunhada do prefeito que não deva ocupar um cargo e sim uma pessoa que não freqüenta as farras pagas com dinheiro público.
O que vc diz sobre isto? (Pergunta o anônimo que nos escreveu)
Digo que talvez demore, mas um dia eu tenho certeza que Barrocas será de todos, não de alguns como hoje, que nem mesmo o Prefeito é levado a sério, nem o homem que recebeu a maior votação da história desse município, que outrora querido foi intimado a candidatar-se, nem ele é respeitado. Este homem simples, humilde, bondoso, talvez com competência administrativa questionável, mas foi o escolhido deles, mesmo assim deverá deixar a Prefeitura humilhado. E por pessoas que os barroquenses conhecem bem, sabe das suas atitudes, sabem das suas falcatruas, mas tem medo, tem temor e por isso se omitem.
Hoje eles conseguiram que o homem que todos gostam passe a valer menos do que aquele que todos temem, mas ainda não estão satisfeitos.
Há, quanto às lambanças da atual administração, entre em contado pelo telefone 75 8851-1743 ou venha ao nosso escritório, teremos o prazer de publicá-las para que a população possa saber. E faremos mais, cobraremos dos responsáveis.
Tenho ainda um desafio para você que nos enviou tal comentário. Mande agora um denunciando um episódio em que o barroquense nos procurou para fazer uma denuncia e a mesma não foi feita. Mande também nomes que recebem e não trabalham, só é preciso assinar, como eu fiz abaixo.
Estou aguardando.
Por Rubenilson Nogueira
Diretor

domingo, 22 de janeiro de 2012

Péssimas condições da iluminação pública da principal avenida da cidade, revolta comerciantes.

Avenida Antonio Pinheiro da Mota , Centro - Barrocas-BA.
A Avenida Antonio Pinheiro da Mota concentra a maioria dos estabelecimentos comerciais da cidade, nela estão localizadas além das lojas, agencia do Banco do Brasil, Posto da Caixa Econômica Federal e a Lotérica.
Os comerciantes reclamam da má conservação da iluminação pública; “estou fechando mais sedo, pois a escuridão preocupa, imagine que preciso utilizar o celular como lanterna para conseguir fechar o ponto” disse um dos proprietários.
A rua está mal iluminada, com lâmpadas queimadas e algumas não funcionam bem, oscilam entre alguns segundos acesa, outros segundos apagadas.
As reclamações a respeito da iluminação são muitas, e já é a principal queixa dos barroquenses que entram em contato com a redação do J@NV. Há alguns meses um morador protestou acendendo um “Fifó” num dos postes da rua que se encontrava às escuras havia alguns dias.
Da Ronda @ Nossa Voz

Artista de Rua atraiu a atenção das pessoas na feira-livre de Barrocas.


No sábado (22), o mágico de Rua André Luiz Costa, esteve na cidade realizando alguns dos seus truques.
Ele se apresentou no Calçadão ao lado do Mercado Municipal, e logo que iniciou atraiu a atenção de quem passava. As pessoas participavam dos números, teve gente que emprestou relógio e até segurou objetos. André nos contou que é natural de Ilhéus-Bahia, e  realiza este trabalho, há 12 anos, tendo viajado por várias cidades do Brasil. Nos últimos meses ele está morando em Serrinha, e tem viajado pelas diversas cidades da região do sisal.
O artista já se inscreveu para participar de vários programas de TV como: Qual é o seu talento do SBT e o Se vira nos trinta da Globo, inclusive segundo ele em breve viajará para o Rio de Janeiro para umas das eliminatórias do quadro do Domingão.
André é casado e têm quatro filhos, o trabalho na rua lhe permite sustentar a família e ainda pagar o tratamento de uma filha que é deficiente.
Conforme nos contou, às vezes ele encontra dificuldade para trabalhar, “tem cidade que os fiscais não permitem, e tenho que ir a prefeitura pedir a licença, em Capim Grosso mesmo deu até polícia”.
Para tirar o sustento da família ele durante os números vende produtos comprados em casas de ervas medicinais, “todos vêem que não peço dinheiro, apenas me apresento e depois oferto os produtos” disse.
Os barroquenses ficaram impressionados com os truques apresentados, alguns queriam a todo custo descobrir os segredos. Cada apresentação do artista dura em média 90 minutos.
Da Ronda @ Nossa Voz

sábado, 21 de janeiro de 2012

Barrocas: Rapaz é preso em flagrante portando um revolver calibre 32.


Graças a uma ligação anônima, a Polícia Civil de Barrocas prendeu na manhã deste sábado (21), Marcos Santos Andrade, 19 anos, em sua posse estava um revolver calibre 32, com duas munições, uma delas deflagrada.
O tiro foi disparado na noite de sexta-feira, quando Marcos, entrou em luta corporal com o irmão Alexandro, 21 anos que tentou tomar dele a arma. Neste momento segundo a Polícia Civil houve o disparo. Marcos afirma que o tiro foi acidental, e aconteceu quando ele tentava descarregar o revolver. Felismente ninguém foi atingido.
Já Alexandro nos disse: “Eu tentei tomar a arma dele para evitar que fizesse uma besteira, mas por pouco não aconteceu uma tragédia” concluiu.
O disparo supostamente acidental aconteceu nas imediações do Bar.com e da Granja do Senhor conhecido por Badú. Alguém que escutou o tiro e viu a movimentação ligou para a polícia e às 10h deste sábado Marcos foi preso em flagrante em sua residência.
Perguntado sobre a procedência da arma, ele disse que tinha comprado a mesma por R$150,00 em Serrinha, e que andava armado para se defender, já que dois homens da cidade vizinha tinham lhe agredido na virada do ano em Barrocas. A marca da agressão ele carrega até hoje.
Contradição: Logo depois de afirmar que comprou a arma para se defender, Marcos disse que adquiriu a arma há uns 60 dias, assim que chegou de Goiânia. Ele chegou do estado de Goiás há alguns dias onde trabalhava como servente.
Mais uma vez a Polícia Civil cumpriu com seu papel, por sinal é preciso reconhecer que nos últimos meses os agentes têm realizado um bom trabalho, são varias prisões, investigação que resultam em detenção de suspeitos e veículos recuperados. Com isso a população começa a confiar mais no trabalho e também ajudar, como neste caso que graças a uma ligação os policias conseguiram tirar uma arma de circulação.
Participaram desta ação: Welinton , Robenilson e Walter Bereta.
Da Ronda @ Nossa Voz

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Moto-taxistas do Ponto 2 agradecem e comemoram melhoras no novo Ponto.


Depois de muita luta e também decepção quanto ao antigo ponto, os Moto-Taxistas do Ponto 2 vivem momentos de muito felicidade, eles nem querem lembrar do episódio em que o vice-prefeito do município tentou a machadadas derrubar um toldo que foi instalado, diga-se de passagem de forma equivocada, mas com o intuito de oferecer abrigo aos trabalhadores, já que a árvore que oferecia sobre foi derrubada na calada da noite.
“Aquilo lá faz parte do passado, hoje só temos que agradecer a todos que nos ajudaram, seja contribuindo financeiramente ou com gestos e até um sorriso” disse Márcio Doce principal idealizador do Projeto que viabilizou a instalação do Toldo.
Depois da confusão, eles com intervenção da prefeitura mudaram de lugar, e agora estão ao lado do Mercado Municipal, protegidos pelo Toldo confeccionado com apoio do comércio local, lideranças e autoridades.
“Posso dizer que tudo melhorou, é como diz o ditado, tem mal que vem para bem” Concluiu um dos Moto-Taxistas que trabalham no Ponto.
Moto-Taxistas do Ponto 2: Reizinho, Doce, Chico, Julho, Cristiano, Diego e João.
Da Ronda @ Nossa Voz

Fluminense e Lagoa da Cruz empatam no clássico da rodada do Campeonato de Futsal do Rosário.


  Na quarta-feira (18) a tradicional rivalidade entre Fluminense de Barrocas e Santa Cruz de Lagoa da Cruz teve um novo capitulo.

As equipes se enfrentaram pelo 3º Campeonato de Futsal do Rosário, e fizeram um jogão com 8 gols marcados.
Nei
O Fluminense começou jogando melhor, teve algumas chances principalmente com o camisa 9 Nei. E de tanto tentar foi o camisa 9 quem abriu o placar do jogo. Em seguida Celso empatou a partida em 1X1, mas Nei estava impossível, com dribles rápidos e curtos desmontou o esquema armado pelo técnico Paulino e fez mais dois gols na primeira etapa. O primeiro tempo acabou com o placar de 3X1 para o Fluminense.
O jogo recomeça e Celso volta a marcar num belo chute, recolocando o seu time no jogo, mas o nome da vez tinha apenas três letras, dessa vez com a camisa 4 Nei de Cainho foi quem ampliou para 4X2.
O time do técnico Capoteiro não se abateu e com algumas mudança entrou de vez no clima da partida, Cheg chutou do meio da rua e fez um golaço. 4X3 no placar.
Clima tenso, raça, garra, emoção, aos 18m e 40segundos, Lagoa da Cruz empata o jogo em 4x4, resultado final.
Clássico termina empatado, mas valeu o ingresso.

O segundo jogo da noite também acabou empatado, Barrocas e Cedro ficaram no 3X3, com destaque para a atuação de certo jogador que apesar de estar fora de forma consegui marcar um gol e da passes para outros.
@ Nossa Voz Esportes

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Em reunião entre a diretoria e pilotos o ESC retoma suas atividades em 2012.


Nessa quinta feira 19 de janeiro o ESC (Esporte e Cultura de Barrocas) retomou suas atividades com uma reunião onde foram pautadas as mudanças, o planejamento e as atividades que serão realizadas no ano de 2012.  A assembléia iniciou-se por volta das 19h30min no espaço da Filarmônica 30 de Março.
Estiveram presentes 25 atletas, Rubenilson Nogueira Coordenador do projeto e o Diretor Antonio Zacarias. Rubenilson iniciou a pauta alertando os atletas sobre as mudanças que ocorrerão no projeto a partir desse ano, os destaques foram:
·         Intolerância aos problemas como a falta de pontualidade, ética, compromisso, organização, descuido com o corpo, com os equipamentos, e com a vida escolar;
·         Formação da seleção barroquense de bicicross, onde os atletas terão 41 dias contando da quinta, para se aperfeiçoarem e ao final selecionar os mais aptos ;
·         Novas formas de trabalho e treinamentos;
·         Entre outras pautas.
O foco da reunião foi motivar a galera para que os rendimentos possam aumentar. Em suas palavras Antonio Zacarias tratou de estar cobrando dos atletas o compromisso e disse também: “O ESC Esporte e Cultura de Barrocas também tem que ser visto como uma Escola de Campeões“, além de outras motivações. Rubenilson em suas palavras enfatizou muito a colaboração de todos e a rigidez nas ações, mas ressaltando que é necessária tal atitude para que o grupo não perca o foco.
Os atletas puderam opinar, se expressar e tirar as dúvidas o que caracterizou um espaço democrático. O primeiro treino ficou marcado para a próxima terça-feira (24) às 17 horas.


@ Nossa Voz Esportes

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Pilotos barroquenses foram bem em Aracajú.

Barroquense Manoel placa 88.
O 1º GP Bull aconteceu na capital Sergipana no último domingo dia 15, a Bahia esteve bem representada na competição e com isso conseguiu o lugar mais alto do pódio em algumas categorias, com destaque para a vitória de Leonardo Casé na Elite Man.
Barrocas esteve representada na competição, através dos pilotos Manoel Carneiro, que competiu na Categoria 15/16 anos e Niel Rodrigues que correu na Expert 17/24 anos.
Manoel começou o ano bem e já na primeira competição nacional mostrou que esta evoluindo bastante no esporte, Netinho disputou a classificatória e se garantiu na final, na última corrida estava em 2º, mas acabou sendo ultrapassado, chegando em 3º lugar, este já é o seu melhor resultado numa competições nacional.
Niel Rodrigues placa 23
Niel que neste ano estreou na categoria Expert sentiu que não terá moleza pela frente, ele precisou de muita raça e técnica para se classificar, na final conseguiu o 4ª lugar e também começa o ano cheio de expectativas.
Os barroquense viajaram para Aracajú com a equipe da AFB (Feira de Santana), sobe a liderança do Piloto Robson.
Os dois chegaram a Barrocas na segunda-feira e foram recebidos pelo coordenador do ESC Rubenilson Nogueira.
Outras Fotos da Competição:


segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Barrocas: Mulher comete suicídio no povoado de Barreiras.

Luiza sofria de depressão.
Luiza Bispo dos Santos, 35 anos foi encontrada morta pelo filho mais novo de apenas 11 anos, por volta das 10h30m, em uma sala de aula da antiga escola do povoado, onde a família morava a cerca de três meses. A sala era utilizada como quarto do casal.
Luiza era casada com Fabio Pereira, e com ele tinha dois filhos, um de 11 e outro de 15 anos de idade. Segundo o esposo, Luiza sofria de depressão há cerca de 15 anos, o motivo do sofrimento seria por ter um filho que não vivia com ela desde que nasceu.
Fabio nos contou que a criança, o primeiro filho de Luiza, foi doado por uma Irmã dela para uma família criar, assim que nasceu. Desse dia em diante a esposa sofria muito, pois queria saber do paradeiro do filho, mas nunca teve notícias. Ela tomava remédios controlados, mas sempre tinha recaídas, um dos filhos nos disse que há alguns dias ela tentou tomar vários comprimidos de uma só vez, e foi impedida por ele.

Para enforca-se Luiza utilizou um cabo de aço, tipo fio de rede elétrica, o amarrou no telhado, para isso aparentemente ela usou uma cadeira (estava perto do corpo) e depois se jogou da mesma.
Um irmão da vítima nos disse que ontem (domingo) esteve com a irmã, e ala se queixou de tonturas e disse que estava com uma amargura intensa, o irmão disse que ela pediu a ele para não ser levada ao médico caso desmaiasse, pois o profissional de saúde só iria passar os mesmos remédios que ele já tomava. Luiza é filha do senhor conhecido como Antonio Pintada.

Moradores da localidade e parentes da vítima estavam chocados com o episódio. A Polícia Militar esteve no local assim como a Polícia Civil.
 Da Ronda Jornal @ Nossa Voz

sábado, 14 de janeiro de 2012

Barroquense está desaparecido desde o último sábado dia 7 de Janeiro.

Narciso sendo entrevistado pela Band.
Narciso Pereira Lima, 36 anos, viajou para o Estado de Minas Gerais, no dia 3 de janeiro deste ano para trabalhar na construção civil.
Ao chegar numa cidade do interior de Minas (ainda não identificada), Narciso popularmente conhecido como Cainho providenciou os exames exigidos pela empresa onde iria trabalhar, no sábado dia 7 ele saiu a procura de um amigo, daí por diante não foi mais visto, nem manteve contado com os amigos nem familiares.
Narciso é filho do senhor, Arquino da Leste e é irmão do esportista popularmente conhecido como Macaco.
Outros barroquenses que estão em Minas Gerais tentam localizar o conterrâneo infelizmente sem sucesso, eles já visitaram hospitais, delegacias de polícia, mas não tem até o momento nenhuma informação sobre o paradeiro de Narciso.
Os familiares esperam por notícias, se você tem informações comente abaixo  ou entre em contato com a nossa redação.
Da Ronda @ Nossa Voz

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Barroquenses disputarão GP de Bicicross em Aracajú-Sergipe.


Os pilotos Niel Pereira Rodrigues, Campeão Baiano de Bicicross e Manoel Carneiro Neto, Campeão da Copa Barrocas de Bicicross, viajarão neste sábado (14) para a capital sergipana junto com a equipe da AFB de Feira de Santana, onde disputarão o 1º GP Bull de Bicicross, no dia 15 de Janeiro.
Ambos os pilotos fazem parte do projeto ESC (Esporte e Cultura de Barrocas) que contempla cerca de 40 crianças e jovens barroquense com a prática do Bicicross.
Niel competira na categoria Expert 17 a 24 anos, já Manoel (Netinho), descerá do gate na categoria 15/16 anos.
A Prefeitura Municipal de Barrocas cedeu o transporte para levar os esportistas até Feira de Santana.
@ Nossa Voz Esportes

Empresários barroquenses mortos no Maranhão foram sepultados na manhã desta sexta-feira.

O sepultamento aconteceu no Cemitério Familiar do Cedro.
Familiares, parentes e amigos participaram na manhã desta sexta-feira (13), do sepultamento dos irmãos José Mauro Alves de Queiroz, de 57 anos, e José de Queiroz Filho, de 68 anos.
Os dois foram assassinados em São Luiz capital do Estado do Maranhão, na tarde de quarta-feira (11). Os irmãos eram sócios da recicladora de óleo Replub Comércio e Indústria de Derivados de Petróleo. Segundo informações da Polícia Civil, o duplo homicídio tem características de encomenda, pois o autor do crime perguntou o nome de uma das vítimas antes de atirar na cabeça de cada uma delas.
Foto: O Dia News
Os corpos chegaram a Barrocas na madrugada desta sexta-feira, por volta das 4h, e foram sepultados às 9h da manhã.
O Prefeito Municipal decretou luto oficial na cidade.
Retrato Falado do Acusado de cometer o crime.
Da Ronda @ Nossa Voz

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Polícia divulga retrato falado do assassino dos irmãos barroquenses em São Luiz – MA

Retrato Falado - A polícia suspeita de crime por encomenda.
SÃO LUÍS – O delegado Roberto Wagner, lotado no 12º Distrito Policial, disse já ter ouvido três testemunhas do assassinato de dois irmãos, natural da Bahia, José Mauro Alves de Queiroz, de 57 anos, e José de Queiroz Filho, de 68 anos, sócios da recicladora de óleo Replub Comércio e Indústria de Derivados de Petróleo, localizada no km 10 da BR-135, bairro Rio Grande (área do Maracanã).
O crime foi notícia nos principais
jornais no Maranhão.
A dupla foi executada no início da tarde desta quarta-feira (11). dentro do escritório da empresa. Segundo informações da Polícia Civil, o duplo homicídio tem características de encomenda, pois o autor do crime perguntou o nome de uma das vítimas antes de atirar na cabeça de cada uma delas. Foram ouvidos o vigia, sobrinho dos empresários, Márcio Ney e sócio da empresa, identificado como Sérgio.

Segundo a Polícia, o autor do duplo homicídio tinha como alvo José de Queiroz Filho, pois segundo o vigia e Sérgio, ele chegou perguntando pelo empresário. De acordo com o que foi relatado ao delegado Roberto Wagner, o matador teria chagado à empresa, por volta das 14h, em uma moto Honda Bros preta (placa não anotada), chamou o porteiro da firma e pediu para falar com um dos quatro sócios da recicladora, identificado apenas como Sérgio. Este teria ido até o portão principal e conversado com o assassino, que se disse interessado em comprar óleo para a “Cerâmica Coqueiro”.

Depois de falar sobre a suposta compra, empunhar um revólver, render o porteiro e o sócio, e obrigá-los a levá-lo até o escritório da empresa, o homem, já diante das vítimas, perguntou qual dos dois irmãos era a pessoa que procurava e um deles respondeu: “Ele não está aqui”. Não satisfeito, o assassino atirou na cabeça de José Mauro, o irmão mais novo, que caiu sentado em uma cadeira”, disseram os depoentes.
Após matar a primeira vítima, o assassino teria resolvido abrir uma das gavetas do escritório, onde encontrou um documento com a foto de José de Queiroz Filho. Ao identificar o alvo pela fotografia, o criminoso apontou a arma em sua direção e atirou duas vezes, também na cabeça. Após efetuar os disparos, o assassino deixou o escritório e fugiu no mesmo veículo, tomando rumo ignorado. Existem boatos que antes de cometer o crime, o assassino teria pedido as carteiras de identidades das vítimas. A versão foi descartada pelo delegado Roberto Wagner

Retrato Falado
O delegado informou, ainda, que o retrato falado do assassino foi feito por peritos do Icrim baseado com o relato das testemunhas e divulgado à imprensa. Trata-se de um homem jovem, de aproximadamente 30 anos, alto, magro, de pele branca, e trajava calça jeans azul e jaqueta preta. O que chama atenção da Polícia é que ele não escondeu o rosto ao cometer o duplo assassinato.

Complexidade
Além do delegado Roberto Wagner, o caso está sendo investigado pelos delegados Maymone Barros e Jeffrey Furtado, ambos da Delegacia de Homicídios, que trabalham em um crime cheio de complexidade, pois existem várias linhas de investigações.
Uma delas seria a de que os sócios da Replub teriam ganho na Justiça o direito à reintegração de posse de um terreno, também localizado na Vila
Industrial, avaliado em mais de R$ 1 milhão. A disputa judicial teria sido travada com um grupo de empresários, oriundo do estado da Bahia, onde as vítimas teriam nascido. Insatisfeito com a perda da causa, o grupo baiano teria encomendado a morte dos irmãos.

Quem souber do paradeiro do homem que matou os dois empresários entrar em contato com o disque-denúncia pelos telefones: (98) 3223-5800 (São Luís) e 03003135800 (interior do Estado).

Fonte: Imirante.com  - Pedro Sobrinho

Barroquense teve veículo furtado em Serrinha.


Por volta das 11 horas da quarta-feira (11) o proprietário Luiz Carlos, parou o carro, gol, cor vermelha, placa JMG7703, licenciado de Barrocas, próximo ao Cemitério em Serrinha e foi fazer compras.
Ao retornar por volta das 13 horas, o professor Luiz Carlos já não encontrou o veículo.
“Não acreditei no momento, faltou chão, o corpo tremeu” disse ele. Ainda abalado o proprietário foi à Delegacia de Polícia Civil de Serrinha e fez o Boletim de Ocorrência.
Segundo a polícia o modelo do veículo é muito procurado, os ladrões roubam na maioria das vezes com intenção de “matar”, ou seja, para desmanche por isso os proprietários de dificuldades de recuperá-los.
Se você tem informações sobre o paradeiro deste carro entre em contato com a Polícia Civil de Barrocas Tel: 75 3608-2412 ou com a redação deste Blog.
Da Ronda @ Nossa Voz.

Empresários jacobinenses naturais de Barrocas foram mortos a tiros no Maranhão

Carlinhos de Juca proprietario do Posto São João em Barrocas é  irmão das Vitimas (Foto: O Dia News)

Dois empresários, que são irmãos, identificados como Zezito Alves Queiroz e José Mauro Queiroz, foram mortos na tarde da quarta-feira (11), por volta das 15h30 em São Luis no Maranhão. O crime ocorreu no interior da empresa deles, a Rep Lubi, no km 10, da BR-135 próximo ao Posto Magnólia.

Em uma moto, um elemento chegou na empresa Recicladora perguntando por Sergio, que é um dos sócios. O vigilante levou a pessoa até Sérgio e os dois foram rendidos.

O assassino disse que ia falar com Queiroz e José Mauro, também sócios da empresa e irmãos. Ao chegar na sala dos dois empresários, ele pediu pelos documentos para certificar de que se tratavam dos dois irmãos. E sem pestanejar, deu quatro tiros em cada um deles e tratou de fugir. Os dois irmãos morreram no local.

O irmão das vítimas, Carlos Alves de Queiroz, conhecido popularmente como Carlinhos de Juca, disse que está muito sentido com a morte dos seus irmãos. Segundo informações Zezito Alves e José Mauro são também tios da Empresária Conceição, esposa de Odajan.


Ele informou que seus irmãos trabalhavam em São Luiz do Maranhão havia quatro anos com reciclagem de óleo.
Blog do Luis Cardoso/Odianews