quarta-feira, 31 de março de 2010

Caros leitores

Quero pedir desculpas aos amigos leitores, pois devido a problemas de saúde não pude concluir a cobertura das comemorações de 10 anos de emancipação política de Barrocas, e por não ter publicado nenhuma matéria atual nem atualizado os tópicos.

Com agradecimentos pela compreensão,

Rubenilson Nogueira

"A dengue pode matar, ajude no combate ao mosquito".

terça-feira, 30 de março de 2010

Bolo de Dez metros.

Bolo de Dez metros.
Autoridades ao lado do grande bolo.
Logo após o falatório foi revelada a surpresa, um bolo medindo 10 metros de comprimento, que foi repartido entre os presentes logo após ser cantado os parabéns para Barrocas. Dinalva e Tereza cantaram, acompanhadas por todos os presentes. A Guarda Municipal teve papel importante na organização da distribuição, que foi feita por membros da organização, familiares do prefeito secretários do governo municipal e até pelo prefeito Almir. Como dito antes o bolo media dez metros de comprimento, enganou-se quem achou que não seria o suficiente, até sobrou bolo, possibilitando que as pessoas repetissem e comessem mais um pedacinho. Nele continha além das caricaturas dos vereadores, do prefeito e seu vice, palavras como: sucesso, crises, oportunidades, tristezas, obstáculos, crescimento, desenvolvimento, determinação, saúde, união, expectativa, vitórias, amor, lutas, paz, alegria, sonhos, conquistas e esperanças.
Comeram do bolo cerca de 500 pessoas.
Público Presente.

Na cobertura das comemorações do 10º Aniversário de Barrocas – Rubenilson Nogueira e Antonio Zacarias.

Daqui a pouco tem mais...

Barrocas: Aniversário de 10 anos de emancipação política.

Caminhada pela Paz.


Logo após a Missa, houve a caminhada pela paz, com cerca de 400 pessoas, entre elas, o Prefeito Almir, o Deputado Federal ACM Neto, José Ronaldo pré-candidato ao senado, vereadores e demais autoridades todos com lenços brancos simbolizando a paz. A caminhada deu a volta à Igreja Matriz e seguiu rumo ao palco ao som do Hino Barroquense. Ao fim da caminhada ACM Neto seguiu viagem, pois tenha compromissos em Salvador. O helicóptero levantou vôo às 08:40 da manhã sendo observado por muitos.

Na sequência aconteceu o falatório, todas as autoridades que discursaram parabenizaram a cidade e sua população, desejando que a mesma continue crescendo e se desenvolvendo. O prefeito emocionado disse que este ano será especial, e ficará marcado na história da cidade, pois são muitas as realizações que virão.

Na cobertura das comemorações do 10º Aniversário de Barrocas – Rubenilson Nogueira e Antonio Zacarias.


Daqui a pouco tem mais...

Barrocas: Aniversário de 10 anos de emancipação política.

VISITANTES ILUSTRES

A pouco pousou no campo de futebol da nossa cidade o helicóptero que trouxe o deputado Federal ACM Neto, em sua comitiva também estava o ex-deputado Estadual Vespasiano Santos. Os dois foram recebidos pelo Prefeito Municipal José Almir, vereadores, secretários e liderança locais, e logo seguiram para a missa na Igreja Matriz.
O Helicóptero continua pousado no campo, sendo apreciado por vários curiosos.
Prefeito ALmir ao lado de ACM Neto.
Na cobertura das comemorações do 10º Aniversário de Barrocas – Rubenilson Nogueira e Antonio Zacarias.


Daqui a pouco tem mais...


Barrocas: Aniversário de 10 anos de emancipação política.


ABERTURA


Às 05:00 da manhã os foguetes anunciavam a abertura das comemorações do nosso 10º Aniversário, a população aos poucos foi surgindo na praça da Matriz para acompanhar a Fanfarra.

Conversamos com o Prefeito Municipal logo após o mesmo ter dado entrevista para a rádio Continental. Almir perguntado sobre o que a população pode esperar daqui para frente disse:É com grande alegria que no meu primeiro ano de gestão comemoramos 10 anos de emancipação, está junto com a população, com esses jovens que estão aqui conosco é gratificante, espero que Barrocas continue assim nesse progresso, nesse desenvolvimento, a pouco comentava que Barrocas é uma criança na pré adolescência, que esta crescendo e se desenvolvendo , é isso que imagino de Barrocas daqui pra frente.O prefeito disse ainda que nesse dia especial a expectativa é que muitos visitantes venham ao nosso município. Ele ainda Parabenizou toda população por esse grande dia.

Na cobertura das comemorações do 10º Aniversário de Barrocas – Rubenilson Nogueira e Antonio Zacarias.

Daqui a pouco tem mais...

segunda-feira, 29 de março de 2010

Batalhão no Umbuzeiro.

A tradição do batalhão vem de muito tempo, da época dos nossos avôs que viviam trabalhando de enxada, preparando a terra para plantar. O batalhão era uma força onde os trabalhadores se uniam para juntos capinar, destocar ou roçar a terra. Eram todos juntos cantando o batalhão.

Mantendo essa tradição, o Violeiro Juliano morador do Umbuzeiro em Barrocas recebeu os amigos para o Batalhão. Às 14h30min começou o Batalhão com os participantes cantando o Boi de Roça, os foguetes anunciavam o trabalho na roça, que no fim da tarde já estava completamente limpa, e os participantes ainda brincaram dizendo que era muito pouco. Os mais velhos como João de Rainha, Miguelzinho do Alagadiço, Silvestre e Zé Dano que era o dono do Batalhão tentam fazer com que a tradição seja passada de geração para geração, assim Jô de Toinho Cachaça um dos mais novos já iniciou bem, cantando várias chulas.
No fim do Batalhão muita comida, Mocotó, Galinha Caipira e Cachaça, “Folha poder” e vinho. A Bandeira foi cantada às 18:30, com samba, e cada um puxava uma chula, os moradores da comunidade de Umbuzeiro assistiam tudo de perto.
Celso da Casa do Sertão também esteve capinando, e disse: “Nossa tradição é o batalhão que é de enxada na roça. Batalhão é na roça, é cantando e limpando o mato ao mesmo tempo. Era um dia em uma roça e ao dia seguinte em outra, agora depois do bizouro (trator) ninguém está usando mais essa tradição”. (Celso Coelho).

Esta tradição não pode morrer, pessoas como Coelho e Juliano fazem de tudo para deixar viva algumas das nossas tradições, nós do Jornal apoiamos qualquer manifestação cultural, pois só assim teremos reconhecidos os nossos valores.

Veja o vídeo aqui.
Por Rubenilson Nogueira – Fotos: Berlane.

domingo, 28 de março de 2010

Católicos celebram o Domingo de Ramos.


Na Semana Santa, os cristãos celebram a paixão, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo. As celebrações da Semana Santa vão do Domingo de Ramos (28 de março em 2010) até o Domingo da Páscoa (4 de abril de 2010).
Em Barrocas a celebração do Domingo de Ramos, iniciou às 08:30 da manhã em frente ao Banco do Brasil, já que o tema da campanha da fraternidade deste ano é “economia e vida”. Segundo os cristãos no Domingo de Ramos começa a semana mais importante da vida de Jesus e também de nossa vida. Junto com o Padre Márcio, cerca de 300 pessoas acompanhou neste domingo a procissão, com ramos verdes que simbolizam paz, esperança, vida e vitória.
Por Rubenilson Nogueira
Mais sobre o Domingo de Ramos.

O Domingo de Ramos é a festa litúrgica que celebra a entrada de Jesus Cristo na cidade de Jerusalém. É também a abertura da Semana Santa. Nesse dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de oliveira ou palmeira, o que originou o nome da celebração. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os(discípulos). Entrou na cidade como um Rei, mas sentado num jumentinho - o simbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o Rei de Israel. A multidão o aclamava: "Hosana ao Filho de Davi!" Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição. A Páscoa Cristã celebra então a Ressurreição de Jesus Cristo.
Fonte: Wikipédia

sábado, 27 de março de 2010

Com Padrol concertada prefeitura recomeça a recuperação das estradas.

A maioria das estradas que ligam os povoados a cidade está necessitando de recuperação, como já foi divulgado antes, a Patrol do Município estava quebrada impossibilitando o serviço. Depois de certo atraso, devido a dificuldades na aquisição das peças, neste sábado (27) a recuperação começou. O prefeito Municipal Almir de Maciel acompanhou de perto os trabalhos que se iniciaram na estrada que liga a cidade às comunidades de Barreiras, Baraúna do Rumo e demais. Segundo o prefeito, concluído esta etapa a máquina segue para a Nova Brasília até recuperar todas as vias que estiveram necessitando de melhoramentos. Almir lembrou que antes da máquina quebrar algumas estradas já haviam sido recuperadas, agora as demais também ficaram prontas para que os carros e motos trafeguem em boas condições.

Da Ronda @ Nossa Voz.


sexta-feira, 26 de março de 2010

Venha comemorar com agente!

Programação:


05:00 Hs. Da Manhã - Alvorada (Fanfarra com).
08:30 - Missa Solene (após a missa, Caminhada pela Paz, encerrando com apresentação de cordel.
- 17:00 Apresentação de Teatro Paixão de Cristo
18:30 - Cantor Edson Moraes.
20:00 - O Grande Momento com o Padre Antonio Maria.
22:00 - Adriana da Canção Nova.


Depois de mais de um mês sem aparecer, CONAB está na cidade e volta a comprar sisal.

Desde as 04:00hs da manhã produtores de sisal estão em um dos antigos armazéns em Barrocas, aguardando a pesagem do produto para revenda, pois os representantes da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento) está na cidade depois de quase dois meses (antes do carnaval) sem comprar o sisal que é uma das nossas fontes de renda. Segundo Helder da CONAB, com quem conversamos, o valor que será pago por quilo é de R$1,04 (um real e quatro centavos), a quantidade depende dos produtores. Perguntado se as compras continuaram, ele disse não poder confirmar, pois as aquisições dependem de recurso do Governo Federal, “se houver recurso estaremos aqui na próxima semana, se não estaremos aguardando”. O mesmo nos informou ainda que a demanda quer vier do produtor será comprada, só não garante a continuidade. Cerca de 10 carros aguardam para descarregar, alguns chegaram às 04:00 da manhã.
O presidente do STR Barrocas, Ananias Cordeiro, foi um dos que chegaram na madrugada, em conversa apontou como o principal agravante para a demora, seria a falta de uma balança apropriada, ele disse que já conversou com o prefeito e o mesmo ficou de analisar a questão. O senhor Zé de Maninho da localidade de Lajedinho, nos informou que durante esse período foi obrigado a vender o sisal a R$0,75 (setenta centavos) o quilo, pois não podia esperar pois tinha que pagar os trabalhadores. O sisal foi vendido para compradores de Salgadália em Conceição do Coité, Zé de Maninho disse ainda que o motor está parado aguardando que a situação volte ao normal.
A CONAB tem como MISSÃO: "Contribuir para a regularidade do abastecimento e garantia de renda ao produtor rural, participando da formulação e execução das políticas agrícola e de abastecimento".
Esperamos que cumpra com a sua missão e continue a comprar o sisal produzido em Barrocas e região.
Quando a CONAB não compra não são apenas os produtores que sofrem, a situação atinge desde os trabalhadores do motor aos motoristas dos carros que transportam o produto e até o comércio sente os efeitos.
Por Rubenilson Nogueira



quinta-feira, 25 de março de 2010

Agricultor Barroquense visitou a 16ª Expo Coité.

Está acontecendo em Conceição do Coité, a Expo Coité, que é organizada pela Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Ação Comunitária, com apoio da prefeitura municipal.
Celso Avelino Ferreira, conhecido como Celso Coelho, barroquense, é criador de cabras da raça Parda Alpina Leiteira, ele cria atualmente 6 animais em duas tarefas de terra no sítio da família localizado na comunidade de Boa União. Segundo Coelho o leite tirado das cabras é apenas para uso familiar. Nosso ilustre cidadão produtor da agricultura familiar, sempre participa de eventos desse porte: “Vou a estes eventos buscar conhecimento para poder continuar vivendo com a minha família do que produzo, fui e gostei muito, tinha animais de várias raças, cada bode e carneiro grande da serena” disse admirado. Celso junto com sua família esteve hoje pela tarde visitando a exposição e ficaram deslumbrados com o que viram.
O evento vai até o dia 28 de Março e tem previsão de receber cerca de 40 mil visitantes.

Fotos:


Rubenilson Nogueira – Fotos: Grazielle.

Diretoria da CDL de Barrocas se reúne nesta Sexta-Feira (26).

Nesta reunião serão abordados diversos assuntos relacionados ao comércio local, o encontro será no Auditório do Colégio Municipal de Barrocas às 19:30.
Alguns dos assuntos em Pauta: CECOOB (Central Executiva de Cobrança) , SPC, Campanha Um Estouro de São João em Barrocas, Cursos que serão oferecidos em parceria com o SEBRAE, Seminário do Comércio, BA411 concluída, o comércio local está pronto? Além de outros que surgirem. Logo após esta reunião entre os diretores, será marcado um encontro com todos os associados.

Por Rubenilson Nogueira
Presidente da CDL

terça-feira, 23 de março de 2010

Não basta apenas a beleza

Casas muito abaixo do nível do calçamento.
Barrocas é hoje elogiado por toda a região devido o trabalho de seus governantes, e isso é muito bom, porém existem irregularidades que prejudicam a população, podemos ver isso na questão da pavimentação, como nossa cidade se encontra praticamente toda pavimentada, que é uma grande melhoria para os moradores, mas por outro lado a falta de planejamento tem causado dores de cabeça.
No período das chuvas a parte baixa da cidade sofre bastante com o volume de água que escorre pra lá, percebes que. o que só víamos nas grandes cidades esta acontecendo aqui. Como já dito antes a pavimentação em vez de terminar com os problemas acabou gerando outro por causa da falta de um projeto quando foi executada a obra.
Sem onde infiltrar, as águas correm e o resultado disso foi visto na ultima chuva forte, onde casas foram praticamente inundadas havendo até destruição de algumas, Por isso é preciso que haja reparos, pois tudo pode se repetir a cada vez que chover, e quando forem fazer novas pavimentações já fazerem com planejamentos.
Por fim, não basta apenas está bonito, é preciso que o verdadeiro sentido das obras seja levado em conta quando estiverem sendo construídas.

A perte baixa da cidade sofre.

Detro das casas a água chega a meio metro.
Só um alerta, ainda é tempo de chuva e as núves estão se formando!
Antonio Zacarias Batista de Oliveira e Verônica Mota de Jesus.
Colaboradores Jornal @ Nossa Voz.

domingo, 21 de março de 2010

Carro desgovernando bate em arvora na Praça da Matriz.


Entre as 02:30 e 03:00 hs da manhã deste domingo (21/03), o proprietário conhecido como Cheque, estava bebendo em um dos Trailer da Praça São João, no ambiente tava além do ex-prefeito Edilson Ferreira vários populares, o proprietário quando se aproximou do carro um Chevette cor Prata, percebeu que o mesmo estava descendo, ele ainda tentou entrar no veículo mais não consegui, e desgovernado descendo colidindo forte numa arvora. A Guarda Municipal chegou ao local, e entrou em contato com a Polícia Militar, que chegou depois de algum tempo e ao perceber que o proprietário havia bebido, e o carro já tinha sido retirado do local só instruíram o motorista a se dirigir para uma delegacia da Polícia Civil na segunda-feira para lavrar a ocorrência, já que havia suspeita de que alguém tinha destravado o carro, provocando uma colisão numa árvore próxima à Casa do Frango de Tilito. Segundo comentários o proprietário havia discutido com o ex-prefeito sobre a política de Barrocas.
Da Ronda @ Nossa Voz

sábado, 20 de março de 2010

Caminhão quebra em cruzamento.

Sábado: Caminhão carregado de madeira quebrou num dos principais cruzamentos da cidade, e involuntariamente acabou prejudicando o trânsito que já é complicado, principalmente nos dias de grande movimento como o sábado. O reparo foi feito na rua e não demorou para o veículo seguir viagem. Já o transito continuou complicado, pois como sempre há carros parados na contra mão, de um lado e do outro aí não tem jeito. Diante dessa situação ainda tem gente reclamando da polícia por aplicar algumas multas. Uma pergunta fica no ar: “Você não ta vendo a placa não?”

Da Ronda @ Nossa Voz

sexta-feira, 19 de março de 2010

População cobra a recuperação das estradas.

Algumas das estradas do município ainda estão esburacadas, à situação se agravou devida a chuva, em algumas localidades como Nova Brasília a própria população esta tentando resolver o problema, tapando alguns buracos que dificultam o acesso dos carros e motos. Muitos comentários circulam na cidade sobre a demora na recuperação das vias intermunicipais. Fomos averiguar, e descobrimos que a questão ainda não foi resolvida, pois a Patrol do município está quebrada. Entramos em contato com o prefeito buscando explicações, e o mesmo nos informou que há pouco tempo fez manutenção, mas logo a máquina quebrou novamente, Almir disse que está estudando meios e buscando parcerias para a aquisição de um Patrol nova evitando esses transtornos. Em tempo pediu a compreensão da população em especial aos moradores da zona rural mais afetada com esse problema, e se comprometeu a recuperar as estradas o mais rápido possível. A máquina já está na oficina e segundo nos informou o vereador Braz, que foi nesta sexta à Trator Feira em Feira de Santa junto com o Prefeito, a Patrol do município deve estar pronta na terça-feira, pois às peças necessárias para recuperá-la chegam na segunda-feira.
Esperamos que tudo dê certo e que logo essa situação seja resolvida.
Da Ronda @ Nossa Voz

Barrocas - Uma filha da estrada de ferro.

Trem de Ferro, aguardando o momento de partir.
FOTO: Matheus Nogueira
A cidade de Barrocas está situada na região do Semi-Árido (caatinga) do estado da Bahia. Fica a 255 km da Capital pela antiga Estrada de Ferro Viação Férrea Federal Leste Brasileiro (VFFLB) que liga Salvador a Juazeiro, com Privatizada hoje o nome de Estrada de Ferro Centro Atlântica.
Esta terra acolhedora e tão querida por seus filhos e pelos nativos que aqui chegaram, viveram, ajudaram-na a crescer e prosperar, tem suas origens na Estrada de Ferro. Ela DEVE A ferrovia não só seu nascimento, mas seu progresso e crescimento. Seus filhos, desde o berço, eram embalados, acordados, acalentados pelo saudoso apito das locomotivas a vapor, carinhosamente apelidadas de "maria-fumaça".
Quando o sino da estação badalava anunciando uma partida de um trem da estação vizinha, uma população se alegrava. Era o anúncio de que talvez, um parente, um amigo, um namorado viessem chegando no trem de passageiro. O trem trazia também notícias da Capital do Estado, do Brasil e do mundo, Através do jornal "A Tarde" ou da revista "O Cruzeiro". Durante a Segunda Guerra Mundial (1942-1945), jornais e revistas, vindos do trem traziam notícias da guerra.

Comércio na Estação
Quando o trem apontava para as bandas do Barracamento ou Velho do Tanque do Sítio Novo (hoje Pista de Bicicross); Mães vender vinham de famílias carentes estação às doces aos passageiros, arroz-doce, café, galinha assada, jovens e crianças vendiam pães em Cestos, bolachas, biscoitos e água em moringas de Barro - Água Barrenta, de tanque ou tirada do trem anterior, mas que matava a sede e refrescava.
(Trecho do livro Barrocas uma filha da Estrada de Ferro)
Lembranças e Saudades.
Por ser filha da Estrada de Ferro, Barrocas acostumou os seus filhos com barulho do trem, principalmente os que moram ao lado da linha, ouvir uma buzina é como escutar um sinal confirmando que estamos realmente em Barrocas-BA. Infelizmente já não contamos com os saudosos trens de passageiros, no qual tive uma satisfação de um dia andar, guardo na memória este momento, e imagino como seria bom se pudéssemos viajar com nossos filhos de uma Barrocas Serrinha nos vagões de passageiro. Meu avô Miguel me conta muitas histórias sobre a linha férrea, sobre o Trem, algumas sobre a Maria Fumaça, segundo ele dava para escutar o barulho das engrenagens e até ver de longe uma fumaça que ele soltava. Se houvesse um acidente todos corriam para ver os operários da antiga "Leste" E ainda trabalhando escutar as histórias que contavam enguias.
Por Rubenilson Nogueira.

Se você se lembra de alguma história, casos e acontecimentos sobre a Linha Férrea, conte pra gente. Para isso basta comentar abaixo. OBRIGADO.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Moto-taxistas estão preocupados com a quantidade de animais nas estrada.

Kal, Mácio, Francisco e Nel - Moto-taxistas barroquenses.
O tema animais nas estradas já foi comentado nesse Blog, noticiado no Jornal @ Nossa Voz impresso e voltamos tratar desse assunto mesmo que fique repetitivo, mas só assim poderemos obter resultado.

Todos nós que transitamos nas ruas e nas estradas corremos sérios riscos, com a grande quantidade de animais soltos nas estradas, há pouco tempo abordamos esse assunto, na Câmara Municipal o vereador Júlio apresentou uma abaixo assinada que lhe foi entregue pelo Sr. Miguelzinho pedindo providência às autoridades, mas pelo que parece não tem surtido afeito. Em conversa com moto-taxistas eles nos informaram que o número de animais soltos só tem aumentado com isso o risco é constante, e trabalham preocupados temendo o pior. Kal Moto-taxista há três anos conversou com nossa equipe e disse: “é preciso punir os proprietários que deixam seus animais soltos, se não fizer isso não adianta, acho que cobrando uma taxa daqueles que não obedecem, vai fazer muita gente se corrigir”. Francisco que trabalha há um ano mostrou cicatrizes, resultado de um acidente que sofreu envolvendo um jegue, hoje anda temendo uma tragédia. Nel, há um ano e meio rodando, nunca sofreu acidentes, mais já levou muitos sustos. Ele nos disse: “em quase todos os povoados que vamos tem bicho nas estradas, às vezes saem do mato, e por pouco não batemos”. Estes trabalhadores rodam por toda região, levando e trazendo pessoas, o risco de acidente é constante. Há poucos dias ao desviar de um cavalo, um Fiat Estrada se chocou com um Veraneio, três pessoas morreram no acidente, na BR 409 (Trecho de Coité a Serrinha).

A cidade já tem delegado titular, assim aguardamos ações que punam os criadores que irresponsavelmente deixam animais soltos nas estradas e até nas ruas.

Da Ronda @ Nossa Voz
PARTICIPE COMENTANDO ESSA MATÉRIA, Obrigado!


quarta-feira, 17 de março de 2010

Barrocas é 10.

No dia 30 de Março deste ano, nossa querida cidade completará 10 anos de sua emancipação política. Muita coisa melhorou desde que nos desmembramos de Serrinha. Hoje temos bons colégios, ruas calçadas, Hospital, centro de abastecimento, várias quadras de esporte, uma belíssima praça tida por muitos como a mais bonita da região, nosso comércio é competitivo com lojas de destaque, em quase todos os povoados têm praças, posto de saúde, quadra de esportes, calçamento e rede de esgoto, na atual gestão o social, a saúde e o esporte tem recebido atenção especial, com tudo, apesar de alguns problemas, já que não há lugar perfeito, vivemos numa cidade que se desenvolve com destaque na região sisaleira. Barrocas foi muito bem administrada por Edilson Ferreira (8 anos) e vem tendo uma Administração de destaque pelo atual prefeito Almir, este tem mantido uma relação de parceria com o governador do estado, que por sinal, não é do seu grupo político, assim estão dando provas de que são republicanos. Com alguns pedidos atendidos pelo governador já percebemos que o nosso desenvolvimento vai continuar e se estamos fazendo aniversário, os presentes já estão chegando. Recebemos um Ônibus Escolar, uma viatura da Polícia Militar, a BA411 está sendo recuperada (veja matéria), rede de distribuição de água ampliada e muitos outros projetos e ações acontecendo. Para comemorar o aniversário, pelo segundo ano a administração opta por fazer uma festa com artistas religiosos, segundo o prefeito “nesses eventos não há violência, toda população participa, desde crianças à terceira idade, ficamos mais fortes com energia pra continuar nosso trabalho, e ainda agradecemos a Deus por tudo de bom que está acontecendo em nossa cidade”.
Viver por aqui é um sonho, passear e ter que se despedir um pesadelo, pois todos adoram esta cidade, desejo que todo barroquense que deseja viver aqui, possa muito em breve ter condições de ficar ao lado das suas famílias e poder como eu desfrutar da felicidade que é amanhecer em Barrocas.

A programação deste ano é a seguinte:
05:00 horas da Manhã – Alvorada (com fanfarra).
08:30 – Missa Solene (após a Missa, caminhada pela Paz, encerrando a caminhada com apresentação de cordel.
17:00 – Apresentação de Teatro: Espetáculo a Paixão de Cristo
18:30 – Cantor Edson Moraes.
20:00 – O grande Momento com o Padre ANTONIO MARIA.
22:00 – Adriana da Canção Nova.
Por Rubenilson Nogueira

terça-feira, 16 de março de 2010

Aluno da educação básica custa R$ 2.632 ao ano.

Um aluno da educação básica custou ao Brasil R$ 2.632 anuais, sendo que o maior investimento está nas séries finais do ensino fundamental (6° ao 9° ano), com um custo de R$ 2.946 por estudante ao ano. É o que aponta estudo sobre o investimento público em educação em 2008, divulgado nesta terça-feira, 16, pelo Ministério da Educação (MEC).
De acordo com a série histórica divulgada pelo ministério, de 2000 para 2008 o valor investido por aluno na educação básica passou de R$ 808 para R$ 2.632 – mais do que triplicou. Apesar do aumento, ainda é pouco mais do que os valores mensais cobrados por escolas particulares.
No ensino superior, o valor investido por aluno foi de R$ 14.763 . É como se cada universitário custasse cinco vezes mais do que um estudante da educação básica. Apesar de ainda ser grande a discrepância, essa relação vem diminuindo. Em 2000, por exemplo, o investimento em um aluno do ensino superior era 11 vezes maior do que na educação básica. A meta do MEC é reduzir para quatro essa proporção, o que é recomendado pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Quanto custa um aluno da escola pública?

Educação Básica (total) - R$ 2.632
Educação Infantil - R$ 2.206
Ensino Fundamental (anos iniciais) - R$ 2.761
Ensino Fundamental (anos finais) - R$ 2.946
Ensino Médio - R$ 2.122
Ensino Superior - R$ 14.763

*valores anuais referentes a 2008. Fonte: Inep/MEC.
Amanda Cieglinski
Agência Brasil

Há espera do falatório.

A Unidade Básica de Saúde da Família, concluída em outubro de 2008 pela Secretária de Saúde do Estado, continua há espera da inauguração por parte do governo, numa visita que fizemos, constatamos que até a placa que identifica a obra já caiu. Em outubro de 2010 completará dois anos que a unidade foi concluída e está sem uso. A unidade fica ao lado da torre da Oi, proximo a Igreja Batista no Centro de Barrocas.

Segundo nos informou a Secretária de Saúde do Município Sra. Gilda, inicialmente não podia ser inaugurada, pois era período eleitoral (Eleições de 2008), depois faltavam alguns documentos, (Resolvido pela atua gestão). Agora o funcionamento depende apenas do Estado, especialmente do Governador, pois a unidade deve ser entregue a população com a presença do mesmo. Ainda segundo a secretária, várias datas foram marcadas e não chegou a acontecer, a última foi o dia 06 de março, a próxima é Abril, ainda sem o dia confirmado, aguardando posição da Sra. Eloísa Pelegrini da Assessoria do Governador. Em quanto isso, a população fica a esperar nas filas por atendimento. Os profissionais que atuarão na unidade estão sendo remanejado para a zona rural conforme informado pela secretaria. O município está pronto para colocar a unidade em funcionamento, restando como já foi dito a tão esperada vinda do governador. Chamamos a atenção das autoridades competentes para que adiante essa tal inauguração (falatório) o mais rápido possível, pois precisamos urgente utilizar dos serviços que serão prestados ali e não é justo esperar tanto tempo por uma vaga na agendo lotada do governado que ta mais pra não vir do que pra vir.

Independente de quem seja culpado, somos nós barroquense que saímos perdendo.

Da Ronda @ Nossa Voz.


sábado, 13 de março de 2010

A Prefeitura Municipal esta novamente recuperando a Escola Jorge Luiz.

Esta escola fica localizada no Bairro do Matadouro, um bairro importante na nossa história. Ao longo dos anos a instituição de ensino vem sendo destruído, e tem alguns objetos furtados. A mesmo chegou a ser desativada por algum tempo, obrigando os alunos a se deslocarem para o centro da cidade. Talvez a falta de espaços de lazer e cultura evidencia tais atos, pois os jovens acabam não participando do desenvolvimento da cidade, muitas vezes são excluídos, revoltados danificam o patrimônio público, sem imaginar que são eles os maiores prejudicados. Para se ter uma idéia do descaso, no município há várias quadras de esporte, o bairro do Matadouro também tem a sua, numa visita recente que fiz a pedido dos jovens da lá, constatei que a quadra deles é bem menor que as demais, permitindo apenas três jogadores na linha, não há refletores impossibilitando os “babas” a noite, as redes nunca foram trocadas. Para utilizarem a quadra precisam pular o muro, pois não há sequer uma pessoa responsável para administrar o local, abrindo em determinados horários para que eles pratiquem esporte. Não adianta em minha opinião apenas reconstruir, reformar, ampliar é preciso oferecer opções, sentar com a comunidade, desenvolver projetos que tenham a participação dos jovens e adolescentes. É necessário incluir o bairro do Matadouro na pauta do município, e nas decisões que envolvam o bairro. Numa reunião que aconteceu recentemente naquela localidade, a convite de Roque Mota, o prefeito alguns vereadores e liderança locais estiveram presentes: Falaram, falaram... muita coisa foi dita, contudo para que não cai no esquecimento já que nada foi anotado, e nem um compromisso foi firmado é preciso que os moradores cobrem senão nada vai mudar e em 2011, infelizmente outra reforma terá que ser feita. O dinheiro gasto poderia servir para a construção de uma biblioteca e sala de informática por exemplo.

Por enquanto só peço a comunidade que ajude na preservação da Escola Municipal Jorge Luiz Silva Santos.

Por Rubenilson Nogueira.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Viver na hipocrisia é mais fácil?

Sinceridade é uma das qualidades mais desejadas ou citadas pelas pessoas de nossa cidade, em entrevistas, bate-papos ou até mesmo nas conversas e obviamente a falsidade é indesejada por todos. Mas o que vemos não é isso, no dia-a-dia as pessoas se comportam de maneira totalmente diferente.
É muito comum ouvirmos pessoas reclamando de já ter sido vítima da falsidade, mais comum ainda é vermos pessoas agindo assim. E por que agir de tal maneira? Será que é mais fácil convivermos com a hipocrisia?
Realmente são raras as pessoas que preferem viver com a verdade, principalmente no ambiente profissional, onde há convivência de vários tipos de pessoas. Podemos citar como exemplo dois colegas de trabalho, que ao invés de se unirem em prol do objetivo maior que é o crescimento da instituição preferem travar uma “disputa silenciosa” buscando o seu melhoramento individual querendo sempre ser melhor do que o próximo. Outro exemplo, no convívio social freqüentemente nos deparamos com situações em que vemos alguém errar e simplesmente nos calamos, esperando o tropeço dele para passar por cima adiante.
Não é isso que devemos fazer, já que todos ansiamos pela tão sonhada sinceridade, pela união e o amor, e por que então não agirmos também sinceros uns com os outros?
É preciso mudanças, analises e transformação, pois vivemos um precisando do outro e esses tipos de atitudes mancham as nossas relações fazendo com que cada vez mais nos distanciamos impedindo de muitas coisas boas acontecerem.

Antonio Zacarias Batista de Oliveira e Verônica Mota de Jesus
Colaboradores

quinta-feira, 11 de março de 2010

Com apenas 2 cm de altura, qualidade do asfalto é questionada.

Um antigo fantasma volta a assombrar os barroquenses. Por diversas vezes o asfalto da BA 411 que liga Barrocas a Serrinha foi recuperado, recapado e reconstruído, sempre com serviços e materiais de segunda, passava-se pouco tempo (e algumas eleições) e os motoristas já se viam desviando, de buracos pequenos à grandes crateras. Houve casos em que com máquinas trabalhando num determinado trecho, outro já havia buracos. Na atual situação que perdurou por muito tempo, a pista foi completamente destruída, a cada eleição promessas não cumprida vários pneus perdidos, carros destruídos e prejuízos pro contribuinte. Ao ver às máquinas trabalhando na atual reconstrução nem lembramos o passado, felizes só de saber que enfim depois de algum tempo poderíamos trafegar por um bom asfalto, não atentamos inicialmente para a qualidade da obra. Há até quem desfile pra lá e pra cá só pra aparecer, aparentando não está atento com esta questão, “pode até estar contribuindo para o desgaste”. Com parte do asfalto pronto o fantasma do passado volta a rondar, já a pessoas comentando que o serviço feito pelo governo do estado não é dos melhores, com apenas 2cm de altura logo aparecerá os nossos conhecidos buracos, e daremos adeus ao sonho de trafegar com nossos carrinho numa boa pista.

A velocidade com que a empresa trabalha chegou a ser comentada positivamente nesse blog, será a pressa na entrega um dos motivos? Inicialmente todos achavam que outra camada de brita seria colocada.

A Câmara Municipal já se manifestou, resta saber se vão realmente cobrar explicações o tão falando só por falar. É preciso agir rápido, pois logo Chegará o dia da inauguração e sob os fleches das muitas câmeras digitais presentes, os responsáveis e os que se dizem, estarão sorrindo e nós em seguido chorando.

Quero estar redondamente errado, e torço para que a pista dure muitos anos, pois lá tem dinheiro meu, seu e do povo dessa cidade, não apenas dos impostos pagos mais da MFB que atua em solo barroquense.

Por Rubenilson Nogueira

quarta-feira, 10 de março de 2010

Prefeito de Barrocas ajuda as famílias que tiveram suas casas invadidas pela água.

Prefeito José Almir
O dilema das famílias começou no dia 06 de março, quando devido à forte chuva que caiu no fim da tarde, algumas casas que se localizam próximo ao bueiro foram invadidas. O Prefeito José Almir não esperou a chuva passar e já estava ao lado das vítimas, dando provas de que é um homem simples, de bom coração e um administrador preocupado com a população, ele tratou de confortar as famílias garantindo o apoio que fosse necessário. No dia seguinte ao lado do Diretor do Jornal Sr Rubenilson o prefeito voltou ao bairro do matadouro, conversou com os moradores e os aconselhou a mudar para uma local seguro, evitando novos problemas já que poderia voltar a chover. A prefeitura Municipal alugou quatro casas e fez a mudança. Nesta terça colchões foram entregues e outros utensílios estão sendo providenciados. A população barroquense sensibilizado com a situação está ajudando, doando alguns móveis.

Duas das casas prejudicadas devem ser demolidas já que ficam localizadas em frente ao bueiro e sempre que chove forte é um caos. A prefeitura Municipal deverá construir às residências em local apropriado.

Da Ronda @ Nossa Voz

terça-feira, 9 de março de 2010

Vôlei – Ball em Barrocas.

Como tudo começou.

A quadra ainda sem muro.
O Vôlei - Ball chegou por aqui em 1982, trazido por Augusto filho do João Olegário (in memória) então prefeito da cidade. As primeiras partidas foram disputadas na antiga quadra do Centro Educacional Desembargador Júlio Virgílio, infelizmente com a “queda” da cidade para a condição de distrito, a família do senhor João voltou a morar em Feira de Santana com isso parecia o fim do vôlei já que os atuais responsáveis pela quadra, não permitiam que ela fosse utilizada.

O recomeço.

A vontade de praticar esporte estava viva, e em 1990 Edmário Trabuco, Macionei, Marlon, Lucas, Junior, Deny, Anadson e Marcone (in memória) Adriano, Patrício, Dudu, Tito , Renato P.O. e outros aproveitando um dia chuvoso, utilizando enxada, pá e dois carros de mão trabalharam duro no terreno que anteriormente seria construído a prefeitura e iniciaram a tarefa de nivelar a área para virar uma quadra de vôlei de areia, essa espaço era declinado e precisou de muito esforço e colaboração de vários voluntários. Logo surgiram mais amigos para participar e o vôlei voltou à ativa. No primeiro dia utilizaram-se duas flechas e uma corda como rede. Obs: A Pá de P.O. era furado no meio.

Já murada, recebe atletas das diversas cidades
em um dos vários torneios que foram realizados.
Edmário que trabalhava na Mineração Vale do Rio Doce, e jogava vôlei com os colegas de trabalho, conseguiu uma bola usada, doado pela empresa. Neste novo local as coisas foram acontecendo, veio à primeira rede de verdade, e a prática do esporte foi se intensificando, algumas duplas se destacavam e logo o primeiro torneio aconteceu. A quadra foi murada, colocaram-se areia, e aos pouco o sonho se tornava realidade, o trabalho era cansativo, mas compensava. Num espaço melhor, os atletas se destacavam e começavam a conquistar títulos, Barrocas se tornava uma das cidades que melhor jogava vôlei na região. A fama era tamanha que como lembra Júnior Trabuco, certa vez foram barrados de disputar um torneio no Cajubar em Serrinha, pois os organizadores alegavam serem os atletas barroquense de outro nível. As duplas de Barrocas só jogariam separadas. Nossa cidade se destacava por realizar bons torneios, foram 07 Intermunicipais, com a participação de duplas das cidades de: Tucano, Araci, Teofilândia, Serrinha, Biritinga, Conceição do Coité, Candeal, Ichú, Santa Barbara, Feira de Santana, Sobradinho, Anguera, da Capital do estado: Salvador e de outros estados como uma dupla de Aracajú – Sergipe. As duplas de Barrocas eram convidadas para participar de torneios em todo estado e sempre com boas apresentações, como aconteceu em Anguera, onde as três duplas daqui ficaram nas três primeiras colocações: Edmário e Marlon (Campeã) Júnior e Deney (Vice) e Macionei e Diomendes (Terceiro). A quadra de vôlei atraia os jovens para a prática do esporte, e novas duplas se formavam, além dos homens as mulheres também jogavam. Foram elas: Selma, Alisandra, Branquinha, Leide, Cássia, Ana Clécia, Wily, Mirla e Eliane, dentre outras. Nossas principais duplas masculinas eram: Edmario e Marlon, Júnior e Deny, Macionei e Diomendes.

Que não seja o fim!

A situação lamentável que se encontra o
espaço. Tristeza e revolta.
Esta história que nos orgulha, no momento esta apenas na memória, pois ao fim de 2008, o então prefeito, alegando ser necessário “destruir” a antiga quadra para assim conseguir verbas direcionadas a construção de uma Praça com uma nova quadra de vôlei de areia, colocou um trator para fazer terraplanagem e a quadra deu lugar a um terreno baldio.

Foi por acreditar nas boas intenções que os atletas e moradores aceitaram. Não foi o que aconteceu, como mostra a foto o local está abandonado, e por enquanto só promessa. Muitos jovens que gostam do vôlei estão impossibilitados de praticar o seu esporte favorito.

Esperança.

Que momentos como esse volte a acontecer
é o que esperamos.
Clamamos aos atuais administradores para que reconstrua a quadra de vôlei de areia, resgatando lembranças de bons momentos, honrando àqueles que derramaram suor naquele espaço e já não estão conosco, todos que lá jogavam, os seus familiares e amigos esperam em ver a merecida homenagem a José Anadson e Marcone Carvalho de Queiroz e sonham ver novos atletas orgulhando a nossa cidade.


Por Rubenilson Nogueira


segunda-feira, 8 de março de 2010

Enfim polícia militar de Barrocas recebe viatura.

Polícia Militar recebe viatura nova.
Depois de muitas viagens a Salvador, de ter participado de diversos encontros com autoridades estaduais, enfim o prefeito municipal conseguiu através do Governador de Estado Wagner (PT) uma viatura nova. A quem diga que valeu a pena esperar, pois a cidade foi contemplada com uma Blazer zero KM. O prefeito Almir em conversa com a direção do Jornal, desse que está aliviado pois andava preocupado com a situação da antiga viatura que em algumas ocasiões impossibilitava ações da Polícia Militar, Almir disse ainda que foram produtivas as viagens que deu a Salvador e aproveitou para agradecer ao governador: “É importante lembrar que as nossas solicitações tem sido atendidas, a pouco foi a recuperação da pista (em andamento) e desta vez foi a viatura, a população pode esperar que estarei sempre buscando junto ao governo melhorias para Barrocas” . Espera-se agora que as rondas se intensifiquem no cetro e na zona rural e conseqüentemente vem uma redução nos índices de criminalidade.

Por: Rubenilson Nogueira



Sem condições de uso antiga viatura foi devolvida ao comando.







Os Efeitos da Tempestade.

...Famílias perderam tudo.

Em pouco tempo de chuva as ruas já trasbordavam, e a enxurrada invadia algumas casas. Como a maioria das ruas está calçadas a água desce forte como numa “bica”, sem espaço para fluir, arrasta tudo que tiver pela frente. A maioria dos calçamentos é feito sem planejamento, parecendo que o objetivo maior é a beleza da obra e não o benefício, casas ficam praticamente aterradas facilitando a entrada da água, os bueiros da linha férrea são os mesmo de 50 anos atrás. Com mais ruas, a maioria delas calçadas a situação se complicou, pois não há espaço para a água escoar. A parte da cidade mais afetada com a chuva foi à rua próxima ao antigo Matadouro, onde alguns moradores perderam tudo: Fogão, sofá, TV foram parar no quintal. Estas famílias perderam até as casas, pois em alguns casos por não oferecer segurança às residências tiveram que ser abandonadas. O prefeito Municipal Almir de Maciel, imediatamente compareceu às residências e não mediu esforço para ajudar, reuniu os moradores e ofereceu outras casas para que os mesmos pudessem ficar até que providências fossem tomadas. Almir juntamente com moradores e com a equipe do Jornal @ Nossa Voz analisou erros nos calçamentos antigos e garantiu urgência na solução do problema. A prefeitura vai pagar o aluguel das casas onde as famílias ficaram, e pelo que se viu vai ajudar àquelas que perderam móveis, roupas, documentos e outros.

O Jornal acompanhou de perto a situação, e através do seu Diretor irá apoiar toda mobilização de amparo aos prejudicados. O Diretor sentiu na pela o sofrimento das vítimas já que sua casa e comércio também foram invadidos pela água.

Da Ronda @ Nossa Voz.

domingo, 7 de março de 2010

Uma tempestade caiu sobre Barrocas.

A população foi pega de surpresa quando por volta das 17:00h do sábado (06/03), a chuva que começou fraca se transformou na maior “pé d’água” dos últimos 50 anos segundo pessoas que conversamos. A conhecida baixa de Joanízio, na estrada que liga Barrocas ao povoado do Cedro, mais parecia com as “cataratas do Iguaçu” e com isso atraiu muitos curiosos. Motoristas tiveram que aguardar a água baixar para poder atravessar, mas com muita cautela.

Um trecho da pista entre Santa Rosa e Barrocas mais parecia um riu. As estradas do município vão precisar de reparos de imediato, a lugares que não tem a mínima condição trefego, e pode prejudicar as aulas desta segunda-feira já que os ônibus que buscam os alunos da zona rural não poderão passar em alguns trechos.

Tanques, açudes e barragens encheram rápido e logo trasbordaram, pelo manos os problemas causados pela escassez de água já não nos preocupam.

Mais fotos clik AQUI.