sexta-feira, 24 de setembro de 2021

QUADRO PROFISSÕES COM O PEDREIRO SERGIO MUELA

Com um serviço de qualidade, Sergio ganhou a confiança dos barroquenses
Foto: Kauã Sherman

O pedreiro barroquense Paulo Sergio Ferreira dos Santos, o conhecido Sergio Moela, é o #19º entrevistado do Quadro Profissões. Gremista, Sergio é um apaixonado pela equipe do Sul, não esconde sua preferência pelo Tricolor Baiano, mas se encantou com o Campeonato Brasileiro de 1996 conquistado pelos gaúchos. Na infância, Sergio conta que gostava muito de brincar construindo miniaturas de casas, já tinha gosto pela construção: "Quando eu era criança eu já queria virar pedreiro, pra mim era uma profissão muito boa", relembrou.

Sua mãe, Dona Zefa Guela, foi quem deu a primeira Colher de Pedreiro, ainda aos dez anos de idade, despertando a curiosidade no menino, que aos 18 despontava na área e aos poucos ganhava confiança. Se consolidou na profissão entre 2011 e 2012, quando passou por obras em Minas Gerais e na Bahia, na construção da Arena Fonte Nova: "Na Arena eu ganhei muita experiência, o meu encarregado era bom, ensinava várias coisas, e eu fiquei quase dois anos lá", finalizou. Veja abaixo o questionário de perguntas.

Fotos e Arte: Kauã Sherman - Clique para ampliar
Perguntado sobre as maiores dificuldades no trabalho, Sergio destacou o início da sua trajetória: "No começo foi difícil, a gente fica com um pouco de medo de apresentar o trabalho, e é um pouco complicado conquistar os clientes, até hoje tem pessoas que duvidam que eu sou pedreiro, mas graças à Deus eu tô com muito serviço". Moela falou um pouco sobre a sua melhor obra no trecho, na construção da Arena Corinthians: "Foi a minha melhor obra, o salário era bom e as condições de trabalho também, eu gostei muito de lá".

No serviço, Sergio é atencioso, detalhista e gosta de manter o foco, a Alvenaria (levante de paredes) é serviço que ele mais gosta de executar, mas não escondeu qual era o pior momento na obras: "Reboco de teto, é complicado, dá muito trabalho", finalizou.

@ Nossa Voz por Kauã Sherman

Sem comentários:

Enviar um comentário