sexta-feira, 5 de novembro de 2021

Deputados Paulo Azi e Sérgio Brito votaram a favor da PEC dos Precatórios, Rui Costa criticou os que optaram pela aprovação

Prefeito Jai e Deputado Federal Paulo Azi - Almir de Maciel e Deputado Federal Sérgio Brito - Fotos: Reprodução
Com 312 votos favoráveis contra 144 contrários, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira (04), em 1º turno, a PEC 23/2021, que altera a Constituição para permitir o parcelamento no pagamento de precatórios pela União. Dos 456 votantes, 39 foram de deputados baianos, dos quais, 24 votaram a favor do texto que libera R$ 90 bilhões para o presidente Jair Bolsonaro gastar em ano eleitoral.
Os destaques do texto, assim como a votação do segundo turno, devem ser votados nesta quinta-feira (4), ou então na terça-feira (9).

As bancadas de PSL, PL, PP, PSD, PSDB, Republicanos, DEM, PDT, Solidariedade, PSC, Pros, PTB, Avante, Maioria e Governo foram favoráveis ao texto. As bancadas do PT, MDB, PSB, Psol, Podemos, Novo, PCdoB, Cidadania e PV foram contrários. Minoria e Oposição liberaram seus parlamentares.

O governador da Bahia, Rui Costa, do PT, criticou hoje deputados baianos que votaram a favor da PEC“Chegam aqui distribuindo quinquilharias em troca dos bilhões de reais que estão tirando do povo baiano e do povo nordestino, em troca da miséria que eles fizeram aumentar no nosso país. Chega de deputado traíra. Chega de gente que maltrata o nosso povo e que vem aqui com conversa mole enrolar o povo. O Brasil não aguenta mais.”

Veja como cada deputado baiano votou na PEC dos Precatórios:

Votaram SIM, os deputados: Abílio Santana (PL), Adolfo Viana (PSDB),Alex Santana (PDT), Antonio Brito (PSD), Arthur O. Maia (DEM),Cacá Leão (PP), Charles Fernandes (PSD), Claudio Cajado (PP), Elmar Nascimento (DEM), Félix Mendonça Jr (PDT), Igor Kannário (DEM), João C. Bacelar (PL),José Nunes (PSD), Raimundo Costa (PL), Ronaldo Carletto (PP), Sérgio Brito (PSD), Tia Eron (Republican), Tito (Avante), Uldurico Junior (PROS), José Rocha (PL), Leur Lomanto Jr. (DEM), Márcio Marinho (Republican), Mário Negromonte Jr (PP), Otto Alencar Filho (PSD), Paulo Azi (DEM).

Votaram Não, os deputados: Afonso Florence (PT), Alice Portugal (PCdoB), Bacelar (Podemos), Daniel Almeida (PCdoB), Jorge Solla (PT), Joseildo Ramos (PT) – votou Não, Lídice da Mata (PSB) – votou Não, Marcelo Nilo (PSB) – votou Não, Pastor Isidório (Avante), Paulo Magalhães (PSD) – votou Não, Professora Dayane (PSL), Valmir Assunção (PT), Waldenor Pereira (PT), Zé Neto (PT).

@ Nossa Voz - Com informações do A Tarde

Sem comentários:

Enviar um comentário