quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Barrocas: Página da APLB Sindicato, publica 'história' sobre dominação atribuída a Hitler e Presidente comenta


Uma publicação feita na página da APLB Sindicato (Barrocas) no Facebook, no dia  9 de setembro, repercutiu nas demais redes sociais, principalmente no WhatsApp. A postagem traz a narrativa de um suposto fato atribuído a Adolf Hitler, líder da Alemanha Nazista, considerado por muitos como um dos maiores vilões da história. O texto leva a uma reflexão sobre dominação, e critica pessoas que seguem governantes e políticos, apesar da dor que estes lhes causam (Leia abaixo).

[HITLER E A GALINHA

Em uma de suas reuniões, Hitler pediu que lhe trouxessem uma galinha.
Agarrou-a forte com uma das mãos enquanto a depenava com a outra.
A galinha, desesperada pela dor, quis fugir mas não pôde.
Assim, Hitler tirou todas suas penas, dizendo aos seus colaboradores:
"Agora, observem o que vai acontecer"_.
Hitler soltou a galinha no chão e afastou-se um pouco dela.
Pegou um punhado de grãos de trigo, começou a caminhar pela sala e a atirar os grãos de trigo ao chão, enquanto seus colaboradores viam, assombrados, como a galinha, assustada, dolorida e sangrando, corria atrás de Hitler e tentava agarrar algumas migalhas, dando voltas pela sala.
A galinha o seguia fielmente por todos os lados.
Então, Hitler olhou para seus ajudantes, que estavam totalmente surpreendidos, e lhes disse:
"Assim, facilmente, se governa os estúpidos.
Viram como a galinha me seguiu, apesar da dor que lhe causei?_
Tirei-lhe tudo..., as penas e a dignidade, mas, ainda assim ela me segue em busca de farelos."

"Assim é a maioria das pessoas, seguem seus governantes e políticos, apesar da dor que estes lhes causam e, mesmo lhe tirando a saúde a educação e a dignidade, pelo simples gesto de receber um benefício barato ou algo para se alimentar por um ou dois dias, o povo segue aquele que lhe dá as migalhas do dia."

ESSA É A VERDADEIRA REALIDADE EM QUE VIVEM MUITOS NO BRASIL! É HORA DE ACORDAR.] 

A presidente da APLB, Eliecy Santos comentou a postagem: "Tá na hora do povo mostrar que ainda lhe resta um pouco de dignidade e dar um basta nessa sujeirada que tá nessa politicagem nojenta do nosso país. E isso não digo só em Brasília não, nas capitais e nos municípios dessa grande nação. É lamentável" (sic), escreveu.


Outros educadores também se manifestaram. Neste ano o aumento dado pela Prefeitura de Barrocas aos Professores foi de apenas 3%, abaixo do que a categoria esperava, além disso, os servidores de educação ainda não receberam o salário referente a dezembro de 2016, que não foram pagos pela gestão passada e que a atual não aceitou pagar, alegando que o caso deveria ser judicializado.

@ Nossa Voz - Redes Sociais

Sem comentários:

Enviar um comentário