terça-feira, 20 de outubro de 2020

Ministério Público Eleitoral recomenda deferimento no registro de candidatura de e Maria Edelzuita (Susu de Edilson)

Almir de Maciel e Dona Sussu - Imagem Reprodução
O Ministério Público Eleitoral da Bahia, por meio da Promotora de Justiça Eleitoral, Severina Patricia Fernandes, recomendou deferimento para a candidata a vice-prefeita Maria Edelzuita Sena dos Santos, conhecida como Susu de Edilson da Serraria, que compõe chapa com o candidato Almir de Maciel, da coligação ''Barrocas de Volta para o Povo". 

A decisão publicada na segunda-feira (19), dispõe sobre o parecer opinativo encaminhado ao Juiz Eleitoral da 150ª Zona Eleitoral, com a recomendação da promotora: "o Ministério Público pugna deferimento do registro de candidatura de MARIA EDELZUITA SENA DOS SANTOS". 

Conforme o documento, a promotora entende que não há provas suficientes da união estável da candidata Maria Edleuzita e do ex-prefeito Edilson da Serraria: "Todavia, embora haja indícios, não há prova efetiva da união estável, visto que a existência de filho em comum não conduz a essa conclusão. E não havendo provas suficientes para constituir um juízo de certeza acerca da existência da alegada união estável entre a requerente e o irmão do prefeito, levando-se em consideração que não se pode restringir direitos com espeque em presunções, impõe-se reconhecer não verificada a incidência da inelegibilidade reflexa, prevista no art. 14, § 7º da Constituição Federal", afirmou.

Da Redação - Por Victor Santos

Sem comentários:

Publicar um comentário