quinta-feira, 22 de julho de 2021

Cada vez mais barroquenses estão praticando o ciclismo em suas diversas modalidades

Cleriston, Geane e Lucas - Fotos: Reprodução
O município que sempre foi pioneiro na região com os passeios ciclístico do chamado Grupo 'Bebos Ciclistas' que aconteceram por 13 anos consecutivos, além da prática do ciclismo esportivo que colocou Barrocas em destaque na Bahia, tendo os meninos e meninas do Projeto ESC, conquistado títulos regionais, estaduais e nacional com o bicicross, vem contando com cada vez mais adeptos para a modalidade, neste momento a grande maioria dos praticantes são pessoas que buscam no pedal, qualidade de vida e uma opção de lazer, mas há barroquenses pedalando pesando nas competições.

A pratica do cicloturismo ganhou mais espaço nos últimos 03 anos, e com a pandemia foi o  esporte que mais cresceu no município, passando a ser mais procurado por pessoas de todas as idades. Nessa modalidade são utilizadas bicicletas Aro 29, bikes maiores e mais leves, a prática também exige o uso de equipamentos de segurança, como capacete, sapatilhas, óculos, e roupas adequadas.   

Barrocas conta com vários grupos de pedal organizados, que contribuíram para a popularização e crescimento da modalidade. Com a flexibilidade de horários no começo do dia ou no fim da tarde é comum encontrar ciclistas nas estradas de terra ou na pista asfáltica.

Geane Mota com colegas de pedal - Foto: Reprodução
A professora Geane Mota, é uma dessas pessoas que pedala quase todos os dias, e gosta de sair em grupo observando as paisagens e conversando: "Eu pedalo já há mais de três anos e acredito que a prática do ciclismo tem se tornado mais popular em função da flexibilidade de horário, cada um pedala no horário que tem disponível em virtude na correria do dia dia. Mesmo as academias possibilitando horários bem flexíveis também, na academia não tem a liberdade que a gente tem no ciclismo, aquela sensação de vento na cara de observar a natureza os animais a paisagem é um complemento que academia não traz e faz uma diferença incrível é uma sensação de liberdade de paz de que você é desligado de+ problemas, além de dá risada e compartilhar resenha com os amigos, é muito divertido", destacou a professora. 

Clériston e amigos de pedal - Foto: Reprodução
Cleriston Oliveira, conhecido como Dé de Nito também pratica o ciclismo há 3 anos, ele lembra das melhorias para a sua saúde, mas destaca a necessidade de utilizar equipamentos, pois os acidentes acontecem: "A importância do esquipamentos é em primeiro lugar. No dia 01 de maio deste ano tomei uma queda chegando em Ribeira do Pombal, se não fosse o capacete e todos equipamentos, algo mais grave poderia ter acontecido. Pratico por esporte e também para manter minha saúde bem. Eu sempre tive problema com pressão alta e o colesterol bem alto, e depois que comecei pedalar minha vida ativa ficou 100%. Infelizmente fiquei afastado desde o dia 01 de maio devido ao acidente, mas já voltei", contou.

Lucas Oliveira - Foto: Reprodução
Lucas Oliveira, tem grande satisfação em praticar o ciclismo como esporte e cada vez mais busca melhorar sua performance. Lucas pedala longas distância com uma velocidade média de 17km/h a 28km/h, dependendo da estrada que irá trafegar, ele já fez um percurso de 203km em um só dia: "Pratico esta atividade esportiva e satisfatória vivendo momentos fantásticos com muita adrenalina, conhecendo lugares diferentes fundamental ao contato com a natureza e formando amizades saudáveis. Meu estilo de pedal é leve, moderado, bruto e Turismo. A maior distância que já percorri foi de 203 km, acompanhado com dois amigos da cidade de Serrinha, Fabio e Danilo. Estou me aperfeiçoando focado para em 2021 participar das competições de eventos Turismo", revelou o conhecido Lucas do mercadinho.

O município segue com a realização de eventos da modalidade, atualmente com a coordenação do Grupo Trilha de Aço, porém o Cicloturismo de Barrocas foi suspenso nos últimos anos devido a pandemia.


@ Nossa Voz - Esportes / Por Ana Clara Santos e Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário