quarta-feira, 2 de março de 2016

Separadas quando ainda era bebê, filha quer reencontrar a mãe.

Débora quer encontrar a Mãe Valdelice Rodrigues dos Santos
Débora hoje com 19 anos, vive em Barrocas e escreveu para a Redação do JANV na esperança de juntamente com seus irmãos reencontrar a mãe depois de quase duas décadas que foram separadas.

Texto enviado para nossa Redação; 

Oi meu nome é Débora, tenho 19 anos. Estou aqui para pedir a ajuda de vocês para encontrar minha mãe, Valdelice Rodrigues Dos Santos, filha de dona Hilda Rodrigues. Tenho mais dois irmãos, Marivânia dos Santos Conceição de 23 anos e Adriano dos Santos Conceição 21 anos.

Débora e seus irmãos
Quando minha mãe foi embora eu tinha apenas alguns meses de vida, minha irmã tinha 3 e meu irmão 2 anos. Segundo histórias que contam, minha mãe foi embora porque meu pai Antônio a maltratava e também por que meu pai não dava nada para ajudar dentro de casa e nem comprava nada para os filhos, e por outro motivo maior. Meu pai chegava do trabalho e ia direto para a banca de jogo, onde lá se encontrava com outra mulher para jogar. Minha mãe por não suportar tudo isso, decidiu largar a gente em casa e disse para sua comadre que não aguentava mais tudo isso que precisava se libertar, e que tinha certeza que dos filhos dela tinha quem cuidasse. Ela foi embora, depois de algum tempo voltou para buscar a gente só que meu pai não deixou ela nos levar. Ela não desistiu e novamente voltou, só que a mulher que já estava com meu pai, mulher cuja mesma pessoa fez de tudo para separar minha mãe do meu pai. Quando minha mãe voltou para buscar a gente ela nos prendeu dentro de casa e não deixou ela entrar pra pegar a gente.

Ficamos morando com essa mulher por muitos anos em Salvador, até que meu pai ficou muito doente, e depois de um tempo em 2007 veio a falecer. Meu pai nunca falou da família dele pra ninguém, mas no seu leito de morte a comadre dele com uma folha de papel na mão foi perguntando sobre a família dele, e ele foi falando mais sem saber que sua comadre estava anotando tudo, foi assim que descobrimos parte da nossa história.

No mesmo ano meu professor do curso se comoveu com minha história e resolveu com os dados que tinha da família do meu pai me ajudar. Então vim para a cidade de Serrinha procurar os familiares de meu pai até que encontramos alguns deles, mas nosso maior desejo é reencontrar nossa mãe. 

Nessa busca, eu e meu irmão Adriano viemos morar aqui em Barrocas, a Marivânia ainda permanece em Salvador até hoje, casou e vive com seu marido.

Espero que consiga uma resposta, esperamos poder revê-la e se ela não estiver viva deve ter algum familiar vivo, por isso peço a ajuda de todos.

Nome da mãe: Valdelice Rodrigues dos Santos - Filhos: Marivânia dos Santos Conceição - 23 anos, Adriano dos Santos Conceição - 21 anos, Débora 19 anos.

Débora contou a nossa equipe que tem esperança de poder rever a sua mãe e assim voltar a ter a família separada no passado, mas teme que ele tenha falecido, mesmo assim gostaria de conhecer familiares por parte da mãe. Se você tem informações sobre a senhora Valdelice Rodrigues dos Santos, se conhece algum familiar entre em contato com a Redação do Jornal @ Nossa Voz, celulares 75 99189-6185 ou 98851-1743.

@ Nossa Voz da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário