quinta-feira, 4 de maio de 2017

Barroquenses lamentam a morte do conhecido Neguinho do Picolé

José Carlos ao lado de Joacy Marley - Foto Reprodução Facebook
José Carlos dos Santos, 53 anos, conhecido popularmente como Neguinho do Picolé, foi encontrado na manhã desta quinta-feira (04), caído sem sinais vitais no banheiro da residência onde morava. As causas da morte ainda são desconhecidas. Segundo a Polícia Civil, aparentemente, não havia sinais de violência.

Natural de Serrinha, José Carlos do Santos, 53 anos, conhecido popularmente como Neguinho do Picolé ou Cotó, tinha longa relação com Barrocas, desde os tempos de distrito, ele bem se relacionava com a população quando nas idas a Serrinha. Devido a essa relação amistosa com os barroquenses, decidiu morar na cidade logo após a sua emancipação. José Carlos chegou a trabalhar como Vigilante na gestão do ex-prefeito Edilson Ferreira.

Mesmo ainda sem um título de cidadão, José Carlos pouco faltava para ser um barroquense, talvez fosse de coração, nos eventos esportivos, culturais e políticos do município, lá estava ele sempre sorridente, carismático e comunicativo, falava com todos e tinha amizade com autoridades e figuras simples desta terra. Neguinho não perdia uma sessão na Câmara Municipal de Vereadores.

Logo que a notícia se espalhou, pessoas de destaque na sociedade barroquense lamentaram a sua morte: "Vá com Deus Nego, seu legado de simplicidade ficou na terra. Lá encontrarás com o velho Costa que tanto gostava de você, quantos cafezinhos tomaram juntos. Lembrarei de você com muita alegria. Sentirei saudades...Muito triste!" escreveu a professora Adeneide Fernandes (Pró Deda).

A ex candidata a vereadora, Joacy Marley, também se expressou numa rede social: "Gente, que triste! Uma pessoa tão querida se foi. Barrocas está de luto! Ele era muito amigo de todos, sempre disposto a ajudar, não estou acreditando" escreveu. Joacy lembrou ainda, que o amigo que trabalhava no ponto de veículos que fazem transporte alternativo de passageiros, sempre ajudava as pessoas com as compras. 


Não temos informações sobre o horário do sepultamento.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira / Colaborou Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário