domingo, 22 de novembro de 2015

Barrocas: Projeto Voluntário leva mulheres de todas as idades a buscarem uma vida mais saudável através da dança

O projeto foi idealizado pelos amigos Niel Rodrigues e Marcela Xavier 
Depois de uma semana de muitas atividades, seja em casa ou no trabalho, acordar às 6 da manhã de domingo não é fácil, só mesmo se for por uma boa causa! Desde setembro quem passa pela Praça Miguel Ferreira em Barrocas, se depara com cerca de 50 mulheres, com disposição de sobra.

“Alegria não tem idade”, foi com esse pensamento que o Projeto foi criado pelos amigos Marcela Xavier e Niel Rodrigues, desde então acordar cedo aos domingos nunca foi tão prazeroso. 

Maria José
“Estou participando a três semanas e estou gostando, antes quando acordava me sentia travada e agora já não sinto mais dificuldade, estou bem melhor” relatou a Maria José Silva, 64 anos, estava muito feliz após os exercícios.

Ana Clara
O sedentarismo é um problema que vem assumindo grandes proporções principalmente no Brasil. As pesquisas mostram que a população atual gasta bem menos calorias por dia, do que gastava há 100 anos, o que explica porque o sedentarismo afetaria aproximadamente 70% da população brasileira. Em Barrocas, o Projeto “Alegria não tem idade” tenta mudar essa realidade.

“Estou achando muito bom, é um incentivo para os idosos se exercitar, venho para incentivar os que têm dificuldades de realizar os exercícios, mas eles estão indo muito bem” revelou a pequena Ana Clara de 11 anos.

Maria do Carmo
“Maravilhoso, eu odiava dança, tentei natação desisti, comecei academia enjoei, comecei no projeto há 30 dias para ver se gostava e estou amando, desestressa, nos deixa mais disposta, sou outra pessoa, não só fisicamente como mentalmente, é muito bom, não quero nem pensar em desisti”, afirmou a Professora Maria do Carmo, 44 anos.

Segundo Niel Rodrigues as participantes começam a chegar cedo e logo a praça está repleta de mulheres, o sucesso é tanto que ele nem sabe ao certo o número de participantes, pois a cada aula, surgem novos participantes.

Reservar alguns minutos por semana para praticar uma atividade
física regular, reduz o risco de morte em até 14%
“O projeto está se desenvolvendo e cada dia conta com mais pessoas, pensamos em incentivar principalmente os idosos, para assim evitar o flux de doenças provocado pela falta de atividade física, mas hoje participam pessoas de todas as idades, é um projeto voluntário, que através da dança executamos uma série de exercícios”, o instrutor lembra que todos podem participar, pois não é uma dança com ritmo e som com exercícios, trabalhando as articulações, músculos trabalhando com os membros inferiores e superiores. Destacou Niel.

Comissão é formada por Marcela, Gilmar, Kalil, Niel, além de Ravena.
Todos podem participar, o instrutor alerta; “não são musicas vulgares, trabalhamos com um estilo que é adequado para todas, por isso deixamos o convite, participem”.

Neste domingo dia 22 o número de participantes foi bem maior que o anterior, e é assim a cada atividade desde que o projeto foi lançado. 
@ Nossa Voz por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário