sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Barrocas: Presidente do Conselho Municipal de Saúde afirma que vai tomar providências em relação aos postos de saúde fechados

Robenildo Brito
Vários postos de saúde localizados na Zona Rural do Município de Barrocas seguem fechados, diante dessa situação o Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Robenildo Brito afirma que já está tomando providências para regularizar a situação.

"Depois de uma reunião com o Ministério Público no dia 12/12 dobramos a nossa obrigação e ficamos na missão de monitorar minuciosamente os serviços de saúde do município de Barrocas, desde a última quinzena de dezembro de 2016 e a primeira de Janeiro de 2017 averiguando a disponibilidade dos medicamentos da lista da RENAME (relação nacional de medicamentos da assistência básica), medicação do hospital postos de saúde e CAPS, ver de perto a medicação disponível na Farmácia da Bahia se esta ou não suficiente para atender as necessidades do município além de acompanhar as escalas de médicos, dentistas, enfermeiros, técnico de enfermagem entre outros profissionais da assistência direta para assim juntos com o Ministério Público fazer garantir os direitos de cada cidadão e cidadã à saúde. Fizemos encaminhamentos durante esse tempo por e-mail e agora entregamos no ministério público um relatório situacional da saúde do município de Barrocas durante estes dias inclusive sobre janeiro. 

Robenildo disse ainda que nos próximos dias irá visita às unidades de saúde do município para verificar a situação; Estaremos visitando os Postos de Saúde, o Hospital e o CAPS para ver de perto a realidade. Bem como iremos sentar com a Secretaria de Saúde para entendermos o que está acontecendo já que estamos no dia 12 de janeiro e os serviços básicos não estão sendo garantidos aos cidadãos. Recebemos muitas denúncias de postos fechados e de falta de transporte para as viagens de tratamento médico para outros municípios" informou.

Segundo o Presidente, depois das visitas e da conversa com a secretária será dado um prazo para a gestão se adequar. Caso as denúncias se confirmem e a situação não se normalize providências serão tomadas junto ao Ministério Público.

Questionado se há recursos específicos para o município manter os Postos de Saúde funcionando, Robenildo foi taxativo; "Com certeza as vebas para pagar os serviços de saúde da Atenção Básica são federais, 'verbas carimbadas' recursos não é o problema, nunca foi" afirmou.

Na próxima segunda-feira (16) o Conselho de Saúde irá se reunir para deliberações.

@ Nossa Voz - Por Daniele Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário