quarta-feira, 15 de julho de 2015

Barrocas: Agentes de endemias identificam foco de larva do mosquito Aedes Aegypti na Praça da Matriz

Bromélias foram plantadas a pouco tempo nos canteiros da Praça da Matriz
Os profissionais de saúde que já haviam alertado para o risco da bromélia se tornar criadouro do mosquito, quando o trabalho de revitalização dos jardins da praça iniciou, confirmaram o que temiam na tarde da terça-feira (14), foi identificado por eles foco do mosquito nas plantas, onde várias larvas do transmissor das doenças foram encontradas.

Os trabalhos de combate aos focos do mosquito Aedes Aegypt, transmissor da Dengue, Zika Vírus que está relacionado ao guillain-barré, chikungunya e febre amarela, se intensificou no município de Barrocas, os agentes tem se desdobrado para evitar que a cidade entre na lista de risco de epidemia.


Segundo informou uma agente, houve a tentativa de evitar o plantio das bromélias, temendo que as plantas se tornassem foco do mosquito em plena Praça da Matriz, Cidiane Silva de Lima, agente endemias da Secretaria Municipal de Saúde, conta que alguém chegou a debocha do alerta; “Tentei impedir avisando que estas plantas acumulavam água e é um lugar que as larvas podem ser desenvolver, mas debocharam dizendo que as plantas tinham uma química que eliminava o foco” afirmou.


Encontramos a espécie em mais três canteiros, numero que contribui para a probabilidade de conter mais focos da doença. O gravatá em suas folhas e centro acumula água das chuvas, que caem constantes no município, com as sombras das arvores maior a larva encontra a situação ideal para se desenvolver.

Sem comentários:

Enviar um comentário