terça-feira, 31 de março de 2020

Barrocas: População reclama da dificuldade para realizar cadastro para receber cesta básica

Foto: Reprodução
A Prefeitura Municipal de Barrocas está realizando a distribuição das Cestas Básicas para diversas famílias do município. As primeiras informações sobre a ação social, foram passadas já após o início das entrega das cestas, diante das muitas cobranças (ver aqui).

Na postagem que fez em sua página numa rede social, no dia 23 de março o Prefeito José Jailson de Lima Ferreira, informou que: "os profissionais liberais, prestadores de serviços que receberão as cestas são: Mototaxistas, pracistas, ambulantes, descarregador de cargas, trabalhador da lavoura de sisal, catadores de material reciclável e famílias de baixa renda, que enfrentam situações de vulnerabilidade", na oportunidade o gestor não informou o número de famílias que serão atendidas.

Desde então, a população tem reclamado da dificuldade em conseguir realizar o cadastro junto ao CRAS: "Já tentei várias vezes e só dá ocupado, não consigo em horário nenhum falar com alguém", lamentou uma donda de casa.

"Eu não sei para que aqueles números de telefone por que não atende e só da caixa", reclamou outra senhora moradora da sede do município. Foi o próprio prefeito que orientou as pessoas sobre o processo de cadastramento: "...entrem em contato com o CRAS (99215-2999) ou secretaria de ação social (3608-2019). Liguem e fiquem em casa, a secretaria vai até você!", informou em parte do texto publicado no Facebook.

Além da dificuldade para conseguir o benefício, a população tem reclamado da quantidade de itens na cesta, segundo informações repassadas ao JNV, são apenas 11 itens: "A cesta básica veio; dois arroz, dois biscoitos, 2 kg de feijão, um óleo, 2 café 2 de julho, 1 pacote de farinha, 3 flocão, dois macarrão, 2 kg de açúcar, dois leites, e um sal" relacionou uma das pessoas que recebeu em casa a cesta. (Obs.: de acordo com os relatos algumas continha margarina outras não, como mostram as imagem acima). 

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Publicar um comentário