terça-feira, 11 de maio de 2021

Ministro do STF determinou que ANVISA esclareça o que falta para analise da vacina Sputinik V


Na segunda-feira dia (10), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski,  deu prazo de 48 horas para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA),  de forma detalhada informe quais os documentos faltantes para uma análise definitiva do pedido de autorização excepcional e temporária de importação e distribuição da vacina Sputnik V.

"Preliminarmente, informe a Anvisa, em 48 horas, de maneira pormenorizada, quais os documentos faltantes para uma análise definitiva do pedido de autorização excepcional e temporária de importação e distribuição da vacina Sputnik V, subscrito pelo Estado do Maranhão", disse Lewandowski, em despacho da segunda-feira.

No dia 26 de abril, o ministro negou o pedido formulado pela ANVISA para suspender o prazo de 30 dias fixado pelo próprio magistrado, para que o órgão analise e decida se estados e municípios estão autorizados a importar doses da vacina Sputnik V. A autorização para importação da Sputnik V, foi feita por dez estados brasileiros. Mas o estado do Maranhão pediu uma nova análise através da determinação reforçada do ministro.

Da Redação por Ana Clara

Sem comentários:

Enviar um comentário