quinta-feira, 22 de junho de 2017

Barrocas: É grande a procura pelo milho para a fogueira de São João

Vendedor José de Jesus - Fotos: Daniele Oliveira
Com a proximidade do dia da Fogueira de São João, a movimentação já é grande na área comercial da cidade, principalmente no centro de abastecimento, onde as famílias encontram os ingredientes para preparar as comidas típicas da época, mas quem faz sucesso mesmo é a  espiga de milho.

Na manhã desta quinta-feira, fomos saber dos vendedores como está a procura pelo milho, ele está presente nas principais receitas das comidas que são tradicionalmente servidas na noite de São João, além de ser assado nas fogueiras. 

Vendedor Antonio
Os preços variam entre 0,50 centavos e 1,00 real a unidade da espiga na palha, dependendo da qualidade e tamanho. Quem quiser o milho assado na hora, pode saborear uma espiga pagando apenas 2,00 reais.

Seu José de Jesus, de 58 anos, reside na comunidade Umbuzeiro, Zona Rural do Município, ele conta que traz as suas espigas do município de Alagoinhas para vender em Barrocas, em média ele vende 1.500 (mil e quinhentas) espigas por dia, e fala da margem de lucro que obtém quando consegue uma boa vendagem: "quando a gente pega uma vendagem boa, faz de R$800 a R$900 reais por dia, nesse tempo é muito bom".

Todas sextas feiras, o senhor José, vende milho na praça em Barrocas, mas essa semana ele está trabalhando praticamente todos os dias.

Vendedor Jutai dos Santos
Comparando as vendas e os preços do ano passado, o vendedor Jutai dos Santos, mais conhecido com Keno, explicou: "Na época de São João, geralmente a gente vende 8 espigas por R$5 reais ou 10 por R$5 reais, agora fora de época antes ou depois do São João fica 6 ou 7 no máximo por 5 reais, o cento fica entre R$60 há R$80 reais a base comum é essa, esse ano tem muito mais pessoas trabalhando com milho por que ano passado foram pouquíssimas, mas no decorrer da crise financeira, todo mundo ta trabalhando um pouquinho para ganhar o seu sustento".

@ Nossa Voz - Por Daniele Oliveira e Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário