sexta-feira, 2 de junho de 2017

Barrocas: Na 'peleia' entre o Poder Legislativo e o Poder Executivo, como é que fica o povo?

Imagem Reprodução
Desinformado? Ou seria: prejudicado? Nos últimos dias, o assunto mais badalado, discutido e postado nas redes sociais, é o tal aumento, aumento supostamente de salário proposto pelo executivo, mas que foi derrubado no plenário da Câmara Municipal de Vereadores. "- Oxe, porque homi?"

Pra evitar chateação ao final da leitura, vou logo dizendo: Não espere que eu diga aqui, quem tá certo ou errado, ou que explique essa 'peleia' (*peleia / substantivo feminino - briga com ou sem armas; luta, disputa. Batalha entre forças oponentes; contenda, peleja).

Mas é válido dizer que o atual prefeito não deveria reclamar da oposição na câmara, oposição [registro] que não vejo fazer jus ao nome, exceto na última 'reunião' do legislativo. 

Anos atrás [registro], o atual prefeito, ainda sonhando com o cargo que hoje ocupa, dizem que atuou e forte nos bastidores para tirar do ex prefeito, a maioria que ele tinha no legislativo, para dentre outras coisas, conseguir eleger o presidente da casa, que liderou a aprovação de inéditos 3% de suplementação, e assim criou muitas dificuldades ao executivo nos dois últimos anos de mandato. 

Ou seja, não deveria reclamar porque 'fizeram o mesmo com ex-prefeito'. Ou não foi para criar embaraços que ele (o atual) se envolveu no pleito (eleição da câmara) que impôs derrota humilhante a Waldir Ferreira e deu vitória a Antonio da Loja? E o povo? O povo foi prejudicado pela administração que só tinha 3% de suplementação dado pela Câmara de Vereadores, a mesma Câmara que após a eleição deu 70% para o futuro, vejam bem, o futuro prefeito administrar. Não por coincidência, o então futuro, agora atual prefeito, irmão do presidente da câmara na ocasião.

Mas voltando a 'peleia', o povo precisa ser informado do que está acontecendo, o que os vereadores votaram, e por que a oposição disse não ao projeto? Foi um pedido de aumento mesmo ou se trata de gratificações? E se era aumento mesmo, quais os servidores teriam o salário melhorado? Se é gratificação, quem teria acesso? Será que os garis ganhariam mais do que ganham atualmente?.

Os salários dos motoristas de ambulância, tão defasados, receberiam aumento de quantos porcentos? 50% ou 10%?

Imagem Reprodução
Aumento de salários deve ser algo bom pois como dizem, valoriza os profissionais e motivados eles servem bem a população. Sem falar que é mais dinheiro circulando na economia local. Por que ser contra isso? E se é ruim, por que nenhum vereador votou contra o projeto que aumentou os salários do Prefeito e vice, secretário municipais e também o deles próprio? Nesse projeto, todos foram a favor! E o povo?

Nas entrevistas concedidas nas rádios, pouco foi esclarecido sobre os aumentos ou gratificações, não sei se por culpa dos entrevistados ou dos entrevistadores. Mas o povo continua querendo saber a verdade. O POVO!

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário