terça-feira, 22 de outubro de 2019

Gerinaldo Moreira denuncia queima de lixo no aterro sanitário de Barrocas (problema é antigo)

O ex-vereador precisou cobrir parte do rosto com a camisa para conseguir gravar no local - Foto: Reprodução
O ex-vereador Gerinaldo Moreira (PSOL), continua gravando vídeos e através deles, segue denunciando diversos problemas do município, alguns já antigos (ver aqui), mas que continuam afetando a vida das pessoas sem que as autoridades busquem uma solução.

No último domingo (20), o político esteve no local que deveria ser o aterro sanitário do município, mas que na verdade funciona há anos como lixão. Além do descarte desordenado, o local é aberto, e todo tipo de material recolhido na sede e povoados acabam sendo queimados. O fogo, cria uma fumaça tóxica, escura que afeta não só a plantação das propriedades vizinhas, prejudica os pequenos agricultores, os animais e impacta diretamente na vida de centenas de pessoas que vivem em povoados próximos e até em alguns mais distantes como relatou Gerinaldo Moreira. 


Imagem Reprodução
"Em pleno domingo, fui acionado por populares de vários povoados como Alto Alegre, Alambique, Periquito, Rosário, Alto da Porteira e até Lagoa da Cruz, solicitando que eu tomasse uma atitude em cobrar das autoridades sobre o descaso ambiental e saúde das pessoas, pois o lixão tava um completo fogarel. Ao chegar lá me deparei com uma situação muito mais grave, até furacão no local do lixão pude registrar no vídeo", escreveu Moreira em contato com o JNV.

Apesar das criticas que vem recebendo, e até de já ter sido intimado a depor na delegacia de polícia da cidade, segundo ele, um forma de intimidação pelo seu trabalho, o ex-vereador Gerinaldo disse que seguirá denunciando irregularidades: "vou continuar defendendo a nossa população, ache ruim quem quiser, vou exigir além de resolverem este problema que larguem de ameaçar o nosso povo, pois o que os cidadãos querem é uma vida melhor, contudo, a mim ninguém vai amedrontar e nem calar a minha voz pois levo o clamor na nossa gente" afirmou.

O Nossa Voz vem denunciando a situação do 'lixão' há alguns anos, são diversas matérias, desde 2011 (ver aqui).


@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário