segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Barrocas: Jovem baleado próximo a Creche Doce Infância segue hospitalizado

Imagem Ilustrativa - Arquivo JNV
Raul Éli Pereira dos Santos 18 anos, membro do Projeto Social de Percussão Axé Cruz, do Povoado de Lagoa da Cruz, onde mora na Zona Rural de Barrocas, foi baleado por volta da meia noite do sábado (16), próximo a Creche Doce Infância, no bairro dos Ingleses em Barrocas, enquanto se dirigia para uma festa no Espaço Arena G10, onde foi socorrido por populares.

Após ser atingidos por três tiros, um deles de raspão, o jovem recebeu os primeiros socorros no hospital municipal e posteriormente transferido consciente. Os autores dos disparos ainda não foram identificados pela Polícia.

Segundo Paulino Capoteiro, fundador do Axé Cruz, amigo da família, o rapaz segue internado no Hospital Geral do Estado (HGE), mas está fora de perigo: "Eu fui professor dele no projeto Bola na Rede, atualmente ele estava estudando. É um menino bom, não tem inimigo, nunca brigou na vida. Raul é uma pessoa quieta, calado, mas nunca se envolveu em confusão de rua, é estudioso, faz curso técnico e estava tomando treinamento do SENAI para a fábrica de sapatos que tá vindo para Barrocas. É lamentável o que aconteceu com ele", afirmou. 

Segundo informações, não houve nenhuma briga no espaço onde acontecia a festa, nem mesmo nas imediações. A guarnição da Polícia Militar da cidade que foi informada do ocorrido por funcionários do Hospital, imediatamente deslocou a até o local mantendo contato com a equipe médica e a vítima. Segundo a Assessoria de Comunicação do 16º BPM o jovem informou aos policiais que foi surpreendido por um elemento não identificado com arma em punho atirando contra a sua pessoa. Ele foi atingindo por três disparos, nas costas, na coxa (raspão) e o outro na boca. Em seguida, diante das informações a guarnição efetuou diligências nas imediações onde aconteceu a tentativa do homicídio na busca por identificar o acusado os autores porém sem êxito.

@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário