sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Moradora da Rua Acácia de Queiroz, espera a quatro anos por calçamento e denuncia esgoto a céu aberto

Imagem Reprodução
Cansada de esperar e de sofrer com o descaso por parte do poder público municipal, em relação ao esgoto que a anos corre a céu aberto, na quinta-feira (07), uma moradora da Rua Acácia de Queiroz, 'transversal' do trecho duplicado da BA411 na entrada da cidade,  manteve contato com a Rádio A Nossa Voz para cobrar por providências das autoridades. 

Segundo ela, por algumas vezes procurou a prefeitura para buscar a solução, falou com o prefeito e com vice-prefeito pelas redes sociais, mas até o momento ninguém tomou providência: "Já fui lá na prefeitura, falei com ele mas só promessas. Faz quatro anos que moramos aqui e tá tudo igual, nada é feito. A noite ninguém aguenta de mosquito e baratas", lamentou.


A dona de casa revelou que já tentou amenizar a situação com ação dos próprios moradores, mas acabou não conseguindo que todos participassem: "Eu já chamei os vizinhos para a gente comprar um cano e jogar a água para calçada, mas alguns preferiram esperar, e estamos assim a quatros anos nessa situação. Você vai passar de moto na maioria das vezes cai água suja, esgoto nos pés. Como já falei, é muito ruim, mau cheiro, muitos mosquitos e baratas", contou. 


O esgoto que vem da rua, deságua na pista de Cooper e chega até o asfalto, assim também afeta o trânsito com a soltura da malha, e surgimento de buracos. O local atingido fica a cerca de 400 metros da Prefeitura Municipal, em frente a uma Escola de Música. O JNV já denunciou a situação em matéria anterior (ver aqui).

@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário