sexta-feira, 29 de maio de 2020

Barroquense que vive em São Paulo é destaque na série 'Mulheres da Billings - Estratégias das Margens Matriarcais'

Reprodução: vime-o - link no final da matéria
Natural do município de Barrocas, interior da Bahia, Maria Eva da Silva, 41 anos, participou como protagonista do primeiro episódio da série 'Mulheres da Billings', da diretora Dani Insurgente, que retrata a luta, os desafios e casos de superação de mulheres do bairro do Grajaú, zona sul de São Paulo. Eva é uma baiana de muitos sonhos, as imagens revelam uma mulher que venceu a si própria, se identificando dentro da sua personalidade e das lutas que travou ao longo da vida. 

Os detalhes da vida da barroquense é contada na descrição da série "A luta de Eva para sustentar seu projeto de vida e fortalecer sua autonomia conta há dois anos com o apoio do Projeto Terapêutico Singular, conduzido pela terapeuta ocupacional Dani Ursogrande e pela Nutricionista Lívia Osório, profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, da UBS Gaivotas e Cantinho do Céu, no extremo sul de São Paulo.". 

A produção da série é da Filme do Front - Reprodução redes sociais
O JNV entrou em contato com Eva, protagonista do primeiro episódio, na conversa, ela conta que  durante as gravações e após o resultado da série, pôde enxergar de outra forma o mundo ao seu redor: "foi uma experiência única na minha vida. Através dessa gravação pude me conhecer melhor e a enxergar o mundo com outros olhos" afirmou a barroquense.

Eva contou também que no ano de 1995, aos 17 anos, deixou Barrocas para morar em São Paulo, uma difícil decisão em sua vida: "Só lembro que ao mesmo tempo que queria vim eu não queria deixar a minha família, mas era necessário". Atualmente Eva mora no Jardim Gaivotas, em Grajaú, zona sul de São Paulo, é casada, tem um filho com 19 anos e uma filha com 12. 
Eva produz bolo de pote e geladinho, seus produtos são bem entre a clientela.
Irmão da protagonista, o pedreiro José Nivaldo Pereira que vive em Barrocas, relatou da saudade da irmã e a surpresa ao assistir a série: "Gostei bastante de rever minha irmã, apesar de ser só pela telinha, deu pra matar um pouquinho da saudade. Antigamente, quando vinha nos visitar, eu achava ela com humor meio pra baixo. Hoje, fico muito feliz em ver a autoestima dela lá em cima, bastante motivada e determinada, em busca de conquistar seus objetivos e de realizar seus sonhos" disse Nivaldo.

Mulheres da Billings, lançada no dia 25 de março de 2020 dá sequência ao projeto Mulheres Fortes das Margens da Billings que, desde 2017, tem resgatado as histórias de vida de moradoras do bairro Cantinho do Céu como forma de valorizar as lutas das mulheres do fundão do Grajaú.

Assista o primeiro episódio: 'Mulheres da Billings - Estratégias das Margens Matriarcais':

@ Nossa Voz - Informações de Dani Insurgente e Bruna Caravalho 

Sem comentários:

Publicar um comentário