quarta-feira, 6 de maio de 2020

Mais cedo ou menos tarde, tudo passará - Por Rubenilson Nogueira

Foto: Kauã Sherman
O tempo é o senhor de tudo! Se soubermos esperar, e não quero com isso dizer que devemos aguardar sentados e acomodados, mas se tivermos paciência e optarmos por responder ou revelar os fatos em oportuna circunstância, o momento propício se apresentará de forma natural. A incerteza do quando será, é que torna tudo tão insólito, afligindo alguns que não entendem como os outros seres 'minúsculos', na sua visão de mundo, gozam de credibilidade e vivem tão intensamente. Logo, querem usar a sua 'grandeza' ilusória, para tentar provar aos súditos e bajuladores quem é que manda, quem tem o poder. E alguns sem perceberem que estão sendo usados como irrelevantes tamboretes para os discursos do 'rei' nu, até vibram. 

Com o passar dos anos, com a idade que avança, vem o cansaço, as limitações do corpo, porém o tempo traz também serenidade, capacidade reflexiva e bastante conhecimento. O tempo ensina, disciplina, o tempo absorve poucos e condena muitos, o tempo é justo. Então não precisa pressa, agonia, por mais que o momento e as circunstâncias por hora nos leve a pensar em 'chutar o pau da barraca', é preciso parar, ouvir, se preparar, para o agir ser consciente e assim eficaz. São poucos os que precisam de tamboretes para aparecerem na multidão!

Caros companheiros, amigos e amigas, cada gesto, cada manifestação está sendo importante, e por hora não só quero agradecer, mas também afirmar que não irei lhes decepcionar, nem como um pacato cidadão, nem como um simples comunicador. Saibam que não darei um passo atrás, como também não avançarei atiçado inconsequentemente pelos instintos humanos, tomado pela raiva ou por aquele sentimento natural de vingança que as vezes teima em assumir o controle. 

Declaro aqui que não quero tratamento especial, diferente dos demais, tão pouco fugir das obrigações, todos nós temos direitos e portanto deveres, não sou  nem melhor nem pior que ninguém. Porém sempre estive certo em relação aos reais objetivos daquele barão. Não se tratar de cumprir obrigações legais, não, ele não quer legalidade, os fatos já ocorridos mostram isso. Lembram, das idas à Delegacia de Polícia? Lembram das idas ao fórum? Como estão esses processos? Encerrados! Nenhum deles foi levado até o fim. E por que não? Só eles podem explicar.

Eu não preciso de carrão, não necessito de casa de praia, nem de rede de postos, não preciso de poder, eu não me curvo aos que possuem tudo isso, não sou menos feliz que eles, talvez até vivo mais intensamente, realizado. Agora sem dúvidas sou mais livre e independente e isso incomoda, não mais que o fato de diariamente dar Voz a população, de incentivar o povo a cobrar, a exigir, a não aceitarem um 'rei' assalariado que precisa de aplausos de todos os 'bobos da corte', até mesmo do tamborete. Eu não vou desistir de Barrocas! Mais cedo ou mais tarde, tudo passará.

Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Publicar um comentário