segunda-feira, 4 de maio de 2020

Barrocas: Secretária de Educação informa que distribuição dos Kits de Alimentação é por família e não por aluno

Foto: Arquivo Jornal A Nossa Voz
Dentre as diversas medidas tomadas pelos governos, Federal, Estadual e Municipal, para amenizar o sofrimentos das pessoas diante da crise provocada pelo novo coronavírus, uma delas é a distribuição de valores ou kits de alimentação, para as famílias dos estudantes das redes estaduais e municipais de ensino. O PL 786/2020, projeto que estabelece a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes que tiveram suspensas as aulas na rede pública, foi aprovado na Câmara dos Deputados no último dia 25 de abril (ver aqui).

Na Bahia, o Governo do Estado optou por repassar o valor referente à merenda aos estudantes através do vale-alimentação. A medida, adotada pelo Governo irá auxiliar cerca de 800 mil alunos que ficaram sem acesso à merenda escolar nas escolas estaduais. O vale-alimentação tem o valor de R$55,00 (cinquenta e cinco reais), (ver aqui).

Na esfera municipal, a Prefeitura de Barrocas, juntamente com a Secretaria de Educação, decidiram por repassar um kit-alimentação (ver aqui), contemplando segundo o Prefeito José Jailson, um grande número de famílias: "Com esse nosso esforço, a partir da próxima sexta-feira (24) mais de 2.700 famílias serão beneficiadas com esse ato de amor e solidariedade", afirmou o gestor no dia 22 de abril ao anunciar a distribuição.


Foto: Reprodução
Logo após o anúncio, feito no Facebook, e o início da distribuição, surgiram muitos questionamentos por parte da população. Segundo as pessoas contempladas inicialmente, a Prefeitura estava entregando apenas um kit por família, mesmo quando naquela residência, moravam mais de um aluno matriculado na rede municipal. As reclamações surgiram porque em outras cidades, a exemplo da vizinha Serrinha, a distribuição está sendo feita por aluno, ou seja, se numa família tem dois alunos matriculados, dois kits são entregues (ver aqui).

Nesta segunda-feira (04), o JNV manteve contato com a Secretária de Educação Jaqueline Avelino e ela confirmou que a distribuição em Barrocas é mesmo por família e não pelo número de alunos: "Por orientação do procurador do município, optamos por atender cada família, pois o valor enviado pelo FNDE é de apenas R$7,00 reais aluno/mês (sic) e nós resolvemos acrescentar 80% a mais para atender a todas as famílias da rede" afirmou a secretária.

Questionada sobre o complemento de 80% que ela informou, já ser um recurso destinado por lei para a merenda, ou seja 10% do total de arrecadação do município, Jaqueline afirmou: "Com relação aos 7 reais é do PNAE e os 80% oriundos da receita do município. Os 80% já são destinados para esse fim, pois o recurso que vem do Governo Federal não dá", respondeu. Vale registrar que quando o anúncio da distribuição foi feito pelo prefeito, ele informou que o complemento seria de cerca de 75% (ver aqui).

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

4 comentários:

  1. Na minha opinião essa regra,não estava sendo coerente com o que a gente tá careca de escutar no jornal,seja ele o jornal que pertence a nosso estado,ou seja o jornal nacional, que a medida de benefícios.que seria adotado por cada aluno, porque só aqui em barrocas a pessoa pode ter dez filhos i só recebe um kit,isso e desumano,creio que muita família tá recebendo em quantidade por debaixo do pano aí.devido aos puxa saco que tem implantado em cada povoado i até mesmo dentro da sede.

    ResponderEliminar
  2. Na minha opinião essa regra,não estava sendo coerente com o que a gente tá careca de escutar no jornal,seja ele o jornal que pertence a nosso estado,ou seja o jornal nacional, que a medida de benefícios.que seria adotado por cada aluno, porque só aqui em barrocas a pessoa pode ter dez filhos i só recebe um kit,isso e desumano,creio que muita família tá recebendo em quantidade por debaixo do pano aí.devido aos puxa saco que tem implantado em cada povoado i até mesmo dentro da sede.

    ResponderEliminar
  3. Na minha opinião essa regra,não estava sendo coerente com o que a gente tá careca de escutar no jornal,seja ele o jornal que pertence a nosso estado,ou seja o jornal nacional, que a medida de benefícios.que seria adotado por cada aluno, porque só aqui em barrocas a pessoa pode ter dez filhos i só recebe um kit,isso e desumano,creio que muita família tá recebendo em quantidade por debaixo do pano aí.devido aos puxa saco que tem implantado em cada povoado i até mesmo dentro da sede.

    ResponderEliminar
  4. Aí vai pra muitos que fizeram campanha vai em especial,os que não fizeram,malmente recebe um kit apulsso mesmo tendo mais de um filho e vergonha

    ResponderEliminar