quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Após 35 dias de paralisação, TST determina volta das atividades dos Correios na Bahia. Saiba como fica a situação em Barrocas

Foto: Reprodução/ R7 notícias

Os funcionários dos Correios iniciaram no dia 17 de agosto a paralização dos serviços, que perdurou por cerca de 35 dias. Para tentar recuperar o tempo em greve, funcionários realizarão mutirões para entregar encomendas e cartas que estão pendente em toda Bahia a partir desta quarta-feira (23), isso em cumprimento a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

A ação busca amenizar o impacto causado com o acúmulo das entregas além de compensar as horas não trabalhadas. Em Barrocas, município do Território do Sisal da Bahia, apesar da agencia ter ficado parcialmente fechada nesse período, funcionando apenas na parte da tarde para retirada de encomendas por parte dos moradores da zona rural, as entregas continuaram sendo realizadas pelo carteiro. Porém houve dificuldades diante da demora para as encomendas chegarem até a cidade.

O fim da greve foi decretado pelo sindicato nesta terça-feira (22). A paralisação foi iniciada por conta da possível privatização dos Correios e dentre outras questões, destaca-se o "aumento da participação dos trabalhadores no Plano de Saúde", além do descaso e negligência com a saúde e vida dos funcionários durante a pandemia da Covid-19.

A recomendação passadas para os clientes é que eles evitem ir às agências para não haver aglomerações. O certo é aguardar a chegada da encomenda em suas casa. Em Barrocas continuam suspensas as postagens, que por hora terão que ser feitas em Serrinha.

Da Redação por Ana Clara Santos/ Informações: G1-Globo

Sem comentários:

Publicar um comentário