quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Rui Costa afirma que não permitirá a volta as aulas presenciais diante do novo pico da pandemia.

Governador negou a possível volta às aulas recentemente.
Foto: Paula Fróes/GOVBA 

Com a ascensão do vírus COVID-19, no início do ano de 2020, medidas extremas foram tomadas, como suspensão das aulas, de partidas futebolísticas, festas e demais eventos que reunissem pessoas. O governo do estado decretou em Março, no dia (18), a suspensão das aulas nas escolas de rede pública e particular.

Passaram dez meses do anúncio do governador Rui Costa (PT) e o vírus continuou alastrando o Brasil, fazendo com que decretos e mais decretos fossem prorrogados, e as aulas da rede pública seguissem paradas. Com a vacinação contra o corona vírus acontecendo na Bahia, a esperança de uma breve volta às aula ressurgiu nos pais e alunos.

Em entrevista dada a Radio Sociedade na manhã da quarta-feira (27), o governador do Estado informou que não é o momento e nem permitirá à volta as aulas presencialmente. “Em janeiro cresceu o número de óbitos. Eu não posso falar de volta às aulas com um aumento no número de casos e de mortes, seria um suicídio. Não posso fixar volta às aulas enquanto a pandemia estiver sem controle e em curva ascendente. Não podemos programar volta às aulas sob pena de colocar crianças, idosos e adultos em risco”, afirmou Rui Costa. 

@ Nossa Voz por Kauã Sherman

Sem comentários:

Publicar um comentário