sábado, 9 de agosto de 2014

Barrocas: Vereador acusa colega de tentar beneficiar cunhado através de obra da sede da Câmara de Vereadores.


O clima na Câmara de Vereadores de Barrocas esquentou logo na primeira Sessão depois do recesso.

Além das duras críticas aos Blogs, o vereador Miguel Carvalho (DEM), o conhecido Guel de Quinca, chateado com os boatos em torno da paralisação da obra da sede da Câmara, fez uma grave acusação contra o ‘colega’ Waldir Ferreira (PR) na Sessão de abertura dos trabalhos do 2º Período Legislativo que aconteceu na quinta-feira (7).

Miguel e Waldir são os prováveis candidatos a Presidência da Câmara na eleição que acontecerá só em Janeiro de 2015, mas o embate entre os dois começou desde que as obras da Sede da Câmara, iniciadas quando Miguel presidia o legislativo, depois de um tempo parada, foi retomada na gestão do atual Presidente José Eclécio. Porém, diante de muitas polêmicas quanto à empresa vencedora da licitação,  houve uma nova paralisação e assim continua. 


O próprio vereador Miguel disse que alguém tenta culpar ele e o vereador Antonio pela paralisação, inclusive alegando que ele seria contrario à conclusão; “...além dos blogs, talvez as conversas tenham também partido de vossa excelência, que nós estávamos contra a construção da Câmara...” disparou; “...Apenas ali estava projetado para ajudar seu cunhado, e vou mostrar aqui porque que pedi e porque vou provar tudo que está projetado naquilo ali... mostrar nessa mesa e mostrar pra sociedade o que estava previsto para acontecer naquela obra” ameaçou o vereador.

Logo em seguida, Dida se defendeu dizendo; “que venha e mostre... eu nunca mim fiz presente em momento algum, ninguém é prova, testemunha que eu já cheguei em algum momento com nota, com empresa indicando sobre qualquer benefício, nunca fiz isso, apenas agente quer que o direito seja dado a quem tem direito” , Dida finalizou afirmando que na verdade o sonho dele é que a sede da Câmara seja concluída.

As próximas Sessões prometem, resta-nos aguardar os esclarecimentos, não só a respeito da construção da sede da Câmara, mas também sobre as demais obras que encontram paralisadas, e porque não sobre os problemas na merenda escolar e os mistérios em torno das empresas vencedores, os veículos alugados e muito mais. 

Vale ressaltar que as falas dos edis foram gravadas por nossa equipe e estão a disposição dos vereadores citados, assim como o espaço está aberto para esclarecimentos.

@ Nossa Voz – Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário