quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Barrocas: O sofrimento continua nas casas populares do Bairro de Santa Rosa.


Passados quase 30 dias, voltamos às Casas Populares do Bairro de Santa Rosa e infelizmente descobrimos que quase nada foi feito para resolver os problemas das fossas. 

A primeira visita ao Conjunto Habitacional do Programa Minha Casa Minha Vida no Bairro da Santa Rosa aconteceu no dia 18 de Julho, no dia 19 a matéria; Moradores das casas populares de Santa Rosa sofrem com falta de manutenção nas fossas foi publicada e logo provocou indignação na sociedade barroquense. Porém parece que as autoridades pouco se importam com o sofrimento dos moradores.

Na terça-feira (12) em nova visita, percebemos que o esgoto continua empossando na rua e nos quintais, entramos com a permissão dos moradores, numa das casas afetadas e novamente nos deparamos com uma situação precária. A falta de manutenção das fossas, causa uma série de problemas a saúde dos moradores que disseram não terem recebido a visita de nenhum representante do município para pelo menos prometer a solução. Ao se aproximar do local logo percebe-se o mal cheiro; “Eu tenho vergonha de alguém pedir para utilizar o banheiro aqui em casa”. 


A situação a cada dia piora “Eu tive que quebrar uma parte do muro para a água escorrer, e porém vai para a rua, é a única situação, minha filha está doente, estou gastando muito com pomadas”. Contou um morador.

Nossa equipe descobriu que a Vigilância Sanitária tomou conhecimento do caso através do JNV, e entrou em contato com o Secretário de Obras e Infra estrutura José Queiroz solicitando uma avaliação e solução do problema, estivemos na Secretaria Municipal de Saúde e falamos com o servidor responsável pela vigilância; “Já temos conhecimento do caso, inclusive foi mandado um veículo recentemente ao local, porém era necessário entrar em uma propriedade, e ela no momento estava trancada”. O servidor reforçou “Eu estou indo solicitar a liberação do local”. Disse. Tivemos acesso a um documento enviado pela Vigilância Sanitária e requerendo solução do caso, estamos no aguardo de demais informações.

Enquanto isso , o sofrimento continua!

@ Nossa Voz da Redação - Colaborou Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário