terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Barrocas: Motorista de Ambulância diz que está levando farofa para almoçar em Salvador

Informações foram repassadas pelo Motorista na Redação do Jornal A Nossa Voz
O motorista contou que na atual administração, nenhum dos profissionais está recebendo valores referentes às diárias e horas extras. Nem mesmo o valor referente ao almoço está sendo repassado, segundo ele: "Semana passada eu tive que levar farofa para almoçar em Salvador" contou.

Após receber a garantia de não ter o nome revelado, o profissional apresentou uma anotação que ele fez, comparando a situação de motoristas de várias outras cidade com os da cidade de Barrocas. É possível perceber que o caso de Barrocas não se repete em outros municípios, onde os motoristas que viajam para capital com pacientes, recebem diárias e se necessário horas extras. Sem falar que a grande maioria recebe um salário bem maior.

"Antes pelo menos a gente recebia o valor do almoço e as vezes tinha também horas extras que o Diretor do Hospital colocava para a gente, mas atualmente é salário seco para todos" informou.

Ainda segundo o motorista que trabalha há vários anos no Hospital Municipal, a única coisa que está em dias é o salário:"Eles não atrasam o salário, isso não posso dizer, todo dia 20 recebemos, mas é puro, sem nada a mais".

De acordo com o levantamento apresentado, no município de Itagibá, 17 mil habitantes, distante cerca de 400 Km da capital, confirma relatos dos motoristas da cidade ou motorista barroquense, eles recebem R$187 reais de diária, e quando necessário mais R$60,00 de hora extra. O profissional barroquense, conversou com motoristas de oito cidades e fez anotações, até mesmo os servidores de cidades menores como Lamarão afirmaram que recebem um valor para almoçar.

@ Nossa Voz - Da Redação / Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário