segunda-feira, 4 de maio de 2015

Vandalismo: Posto de Saúde e Creche foram pichados no Povoado de Lagoa da Cruz, vidraças foram quebradas no Infocentro na sede do município.


Os prédios públicos do Povoado e da Sede foram alvos de vândalos, um foi pichado outro foi atacado com pedras.

Em Lagoa da Cruz, os muros da creche e do posto de saúde apareceram pichados com frase como;"Caveira é Nóz" e "Tudo Nossa Nada Deles". Não há informações sobre suspeitos de praticar o ato, nem a hora que aconteceu. Revoltado com o ocorrido, um morador escreveu para o JNV; "Vândalos picham prédios públicos em Lagoa da Cruz. Não se sabe quem foi o engraçadinho que cometeu tal ato".


Na sede do Município,  o alvo foi o Infocentro, os funcionários ao chegarem para trabalhar na manhã desta segunda-feira (04), se depararam com muitos vidros espalhadas pelo chão, pedras foram arremessadas contra as vidraças. Uma funcionária que conversou com nossa equipe disse que o ato pode ter sido uma represália pois a internet WiFi aberta não está mais disponível nos finais de semana.


O vandalismo representa crime contra o patrimônio público e é passível de punição. Quem praticar tal ato pode ser enquadrado no Capítulo IV, em seu artigo 163, inciso III, do Código Penal Brasileiro, por dano qualificado – cometido contra o patrimônio da União, Estado ou Município.

O Código Penal diz que é crime destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista. A pena para o ato de vandalismo contra o patrimônio público pode ser de seis meses a três anos de detenção e multa.

Segundo informações, um morador da 'Rua de Baixo' presenciou o momento em que as vidraças foram danificadas, o mesmo teria dito a um comerciante vizinho do Infocentro que sabe quem praticou o ato.

@ Nossa Voz Com participação popular

Sem comentários:

Enviar um comentário