sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

A NOSSA VOZ TV: 4º Trilhão de Motos e Quadriciclos de Indiaroba Sergipe, marcou o início da temporada 2020


Aconteceu no final de semana (25 e 26 de Janeiro) o 4º trilhão de Indiaroba-SE. O evento foi organizado pela Equipe Trilheiros da Índia, marcando o início do Calendário Off Road em 2020, sendo o primeiro do ano para muitos dos trilheiros da Bahia e de Sergipe assim como para a equipe A Voz Off-Road. O evento iniciou-se na noite sábado (25), com a recepção que dentre outros shows, contou com Flávio do Arrocha animando os visitantes e a população local que foi a praça da Índia. 

Na manhã do domingo (26), os trilheiros se concentraram na Orla de Indiaroba (Praça dos Pescadores), no Espaço Metrópoles. Após desembarcarem as motos, tomarem o café da manhã e se equiparem, por volta das 9:30 os mesmos aliaram as máquinas e deram partida para a aventura com 60km de percurso, antes passando pelo centro da cidade e chamando a atenção dos moradores. 

Os pilotos chegaram até a passagem do Rio, que marcava o início da trilha. Logo após, os mesmos chegaram até a Ladeira da Bronka, o Grande Desafio do trilhão. Lá, apenas quatro pilotos conseguiram supera-lá, o nível dificuldade estava alto e só os Masters conseguiram chegar ao topo. Saindo desse ponto, os pilotos seguiram por um trecho de mata fechada até desembocarem na Cachoeira, lá eles conseguiram se refrescar e repor as energias perdidas. O destino seguinte foi o Neutro, lá os pilotos beberam água e carregaram as mochilas de hidratação, pois o roteiro não estava fácil. Antes da ladeira do Gegeo, a descida que antecedia o desafio até ajudou os pilotos a ganhar velocidade mas, para muitos não foi suficiente, diversas roiadas foram registradas. 

Seguindo o percurso, foi preciso acelerar até a Subida da Palmeira, a dificuldade continuou, o pelotão da frente conseguiu supera-la sem muita dificuldade e partiram até a Ladeira do Mamão com Açúcar. Aos poucos os trilheiros foram conseguindo superar os desafios, e estavam cada vez mais próximo do final da aventura, mas restavam dois desafios, a Ladeira do Cansanção e por último o Morrinho do Gato que, apresentou muita dificuldade pelo desgaste físico dos pilotos. Havia duas opções com bastante dificuldade, uma com o trecho ingrime e a outra com uma curva do meio. Teve piloto tentando três vezes para conseguir. De volta a Orla, os 'guerreiros' almoçaram e comentaram sobre os trechos e Desafios, além de destacar os pontos positivos do evento, ressalvando também alguns mudanças que precisavam ser feitas para o ano seguinte.

Fonte: A Voz Off Road

Sem comentários:

Publicar um comentário