sábado, 24 de janeiro de 2015

Barrocas: Máquinas já não são mais vistas na obra que levaria água ao Povoado de Barreiras e circuvizinhos

Até os políticos sumiram
O clima é de descrença com uma das mais importantes obras anunciadas no município, trata-se da rede para levar água para o Povoado de Barreiras e comunidades circunvizinhas.

A obra iniciada em uma segunda-feira (12 de maio de 2014) , deveria está na etapa final de escavação do trecho, que segundo o Técnico da EMBASA, Paulo, receberá 22km de tubulação.

O problema é que visitamos na manhã da sexta-feira (23) os povoados de Barreiras I, Barreiras II, Baraúna do Rumo e Jeninpapo para observar em qual etapa se encontrava a obra, para nossa surpresa não encontramos nenhuma informação junto aos moradores sobre o ponto onda a frente de trabalho estaria em atividade com as escavações.  

Questionados moradores dos diversos povoados visitados não souberam responder se a obra foi paralisada e quando ocorreu; “Faz um tempinho que não vejo a maquina ‘cavando’ por aqui, parece que não está mais trabalhando” disse um senhor que transitava de moto na região do Jenipapo. Um jovem morador disse que viu a máquina escavando algumas partes que não tinha rochas “Ela fazia as partes que conseguia, vi algumas vezes ela procurando os lugares bons para cavar, mas faz um tempo já” comentou.

A região sofre a anos com a escassez de água que só chega através dos caminhões pipas. O sofrimento aumento em tempos de seca, pois os pipas também precisam abastecer outras regiões.

Vereador Antonio da Loja, afirma que deu várias viagens a Salvador (Foto Reprodução)
A obra quando iniciou foi objeto de disputa política, vários 'pais da criança' apareceram, todos sumiram depois que paralisou. 

Vice Prefeito Joilton disse que foram muitas as reuniões e viagens à Capital com o Prefeito José Almir
Enfim, será que alguém pode dar explicações?

Sem comentários:

Enviar um comentário