sexta-feira, 7 de abril de 2017

Barrocas: Estudantes e professora flagram boiada caminhando no asfalto da BA411

Foto: Reprodução
Se tratando da BA411 (Barrocas-Serrinha) ver animais que pastam às margens e caminham livremente no asfalto é cada fez mais comum, mesmo após acidentes. Os criadores continuam pondo em risco aqueles que trafegam pela via. Flagrantes recentes foram registrados no trecho duplicado no dia 05 em Barrocas e também na entrada da cidade de Serrinha no dia 06. 

Os donos, enquanto responsáveis pelos animais, aproveitam a comida nas margens e os soltam à sorte, sem ninguém para observar como se comportarão estando à metros de um tráfego intenso de veículos. Após se envolver em um acidente na segunda-feira (3), a professora Larissa Queiroz, seguindo sentido Serrinha encontrou uma boiada, inconformada escreveu: “Parece brincadeira, mas quando eu digo que o problema persiste, me refiro isso e outros eventos que não foi possível parar e registrar.”

Foto: Victor Santos
Em outro flagrante, desta vez registrado no ônibus que transporta estudantes universitários para Feira de Santana, os animais caminham ao lado de via, o estudante que fez a foto, disse não ter visto ninguém pastoreando os animais: "no trecho em que o veículo se aproxima quase flagramos um acidente, um ônibus sinalizou a presença dos animais, o motorista do ônibus reduziu e deu sinal aos outros veículos". explicou o repórter Victor Santos que estava no ônibus.

No retorno, por volta das 23:50 da quinta-feira (07) mais animais continuavam nas margens da pista. A situação é tão comum que alguns criadores utilizam de forma improvisada estacas e fios, criando um cercado entre a pista e as propriedades, para aproveitar o alimento, mas é grande o risco deles escaparem, o que acaba acontecendo sempre.


@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário