terça-feira, 11 de abril de 2017

Barrocas: Nas redes sociais, prefeito lamenta retenção de recursos e ex-prefeito rebate sua justificativa.

Foto: Reprodução /Arte JNV
Em recente postagem numa rede social, o Prefeito José Jailson (PMDB), lamentou uma retenção de recursos referente a abril, segundo ele, mais de R$300.00,00 (trezentos mil reais) da receita do município foi bloqueada.

Jai de Barrocas como é conhecido, denunciou o que chamou de 'sequestro de verbas', e explicou que isso ocorreu porque a gestão passada deixou de recolher  tributos:

"ATENÇÃO! - Lamentavelmente comunico à população que novamente a prefeitura sofreu um sequestro de verbas que seriam destinadas para melhor atender nossa população. Isto em razão de parcelamento realizado pelo ex prefeito às vésperas do encerramento do seu mandato. Ao longo de quase toda gestão passada se deixou de recolher todo tipo de tributo, inclusive a previdência social. Só esse mês foi bloqueado R$ 330,059,53( trezentos e trinta mil). Com as deduções da educação e saúde,a receita própria do município ( F,P,M) ficou com apenas um saldo de R$91,94 . Segue demonstrativo de arrecadação!" (sic) escreveu o atual prefeito.

Reprodução - Clique para ampliar
Poucas horas depois, devido a repercussão do caso, o ex-prefeito José Almir utilizando a mesma rede social, se manifestou. Segundo a postagem dele, a retenção aconteceu porque o prefeito atual deixou de pagar o parcelamento da dívida referente ao mês de fevereiro. O ex-prefeito inclusive pede que o atual poste o comprovante de quitação da parcela: 


"Porque o atual prefeito não diz que esta retenção foi em virtude do não pagamento do INSS do mês de fevereiro!!!! Isso mesmo; O não pagamento do mês gera a retenção no dia 10 do mês seguinte; Pede a ele que mostre a comprovação do pagamento de fevereiro, se ele comprovar ele pode dizer que sou culpado, porém como ele não têm, pois não realizou o pagamento ate o dia 20 do mês de marco, logo a receita retém no dia 10 do mês subsequente e isso não acontece só em Barrocas é em qualquer município se o pagamento de marco não for feito ate o dia 20 de abril no dia 10 de maio a receita retem referente a marco. Em 10 de janeiro, 10 de fevereiro e 10 de março não houve retenção pois realmente para cumprir a lei de responsabilidade fiscal. O município no final de dezembro fez todo o ajuste de contas junto a receito e parcelou, assim como qualquer ente publico faz. Para ele comprovar ele precisa ter pago ate o dia 20 de marco... Como não pagou a receita reteve, e assim é a regra, se como gestor atual não sabe, não sou eu, ex gestor o culpado, se não pagar ate o dia 20 de abril, dia 10 de maio acontece a mesma coisa, ainda estou sendo educado em avisar" (sic), escreveu o ex-prefeito.


Ambos os políticos receberam apoios, principalmente por parte de aliados políticos. Está é a primeira vez que Jai e Almir que já foram aliados e até se chamavam de 'irmão', mas atualmente são adversários, se 'alfinetam' pelas redes sociais. O que vem por aí nos próximos capítulos desse 'divórcio' político?  

@ Nossa Voz - Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário