quarta-feira, 12 de abril de 2017

GCMs do Território do Sisal se reúnem em Barrocas para tratar das dificuldades que estão enfrentando em suas cidades

Foto: GCM Barrocas
O encontro aconteceu na terça-feira (11) às 9 h no auditório da Câmara de Vereadores de Barrocas.

Segundo um dos GCMs, o encontro teve o objetivo de fortalecer as guardas do Território do Sisal que vem 'sofrendo descaso por parte dos gestores municipais e por isso precisam unir forças entre as categorias'.

O evento foi organizado pela Associação dos Guardas Municipais do Território do Sisal - AGM, e contou com a participação de representantes das cidades de Barrocas, Araci, Ichu , Biritinga, Serrinha, Santaluz, Santa Bárbara e Conceição do Coité. AGM é presidida pelo GCM Makeibe Oliveira, que conduziu as discussões. Além dele, Edinaldo Lisboa, representante da Federação Baiana das Associações de Guardas Municipais – FEBAGUAM, participou e contribuiu com informações.

Questionado sobre os problemas que as Guardas estão enfrentando, o GCM que trabalha em Barrocas afirmou: "é muito descaso, não estão cumprindo a lei do estatuto geral da guarda a lei 13.022, algumas prefeituras inclusive a daqui de Barrocas não estão pagando adicional noturno e nem adicional de periculosidade" denunciou.

Desde que foi fundada, a AGM vem buscando parcerias, inclusive com a Policia Federal, para realização de cursos de qualificação na área de segurança pública.

Guardas que atuam em Barrocas fizeram diversas denuncias sobre a situação da Guarda Municipal local, mais informações em matéria exclusiva.

Para nos informar sobre um responsável (chefe ou subchefe) da Guarda Municipal de Barrocas, que pudesse falar sobre as denúncias, entramos em contato com Etiel Ramos, Chefe do Gabinete do Prefeito, que informou: "Estamos montando a guarda para funcionar início do mês que vem. Aí já estamos planejando a chefia para nomear", segundo Etiel no momento não há ninguém ocupando o cargo de chefia.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário