sexta-feira, 28 de abril de 2017

Greve Geral em Barrocas: Servidores da Educação paralisaram atividades nesta sexta-feira

Fotos Victor Santos
A greve geral desta sexta-feira (28), contou com atos em todo território nacional, em pauta, a reforma da previdência social em tramitação na câmara federal e reforma das leis trabalhistas aprovadas pela maioria dos deputados na ultima quinta-feira (27); texto segue para o senado. Parte da classe trabalhadora decidiu lutar, cruzando os braços e protestando contra as medidas do presidente Michel Temer e seus aliados. 

STR Barrocas
Em Barrocas, município sede de um dos núcleos da ALPB-Sindicato, a adesão a greve paralisou as atividades nas unidades de ensino público da rede municipal e da rede estadual de educação. O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barrocas, seguindo a indicação das centrais sindicais, hoje não funcionou. Não houve manifestações nas ruas da cidade, o comercio funcionou normalmente, o movimento nas ruas não foi diferente dos dias normais.

Agência do Banco do Brasil de Barrocas
Os bancos também aderiram ao chamado de grave, no Banco do Brasil os clientes tiveram acesso apenas aos serviços de auto-atendimento. A cooperativa Ascoob também teve restrição no atendimento.

Secretaria Municipal de Educação
A Secretaria Municipal de Barrocas, na qual estão lotados grande parte da classe trabalhadora do município, segundo informações, concordou em parar as atividades, embora alguns servidores tenha sido convocados para participar de reuniões a cerca da pasta. O prédio da Prefeitura Municipal seguiu sua rotina administrativa normalmente, o movimento foi grande durante o expediente. 

Devido a pressão popular, o texto original da PEC 287/16 sofreu alteração, como exemplo a redução da proposta de idade mínima de aposentadoria para mulheres, de 65 para 62 anos. Os homens continuam com a idade mínima de contribuição de 65 anos. O tempo de contribuição para garantir acesso ao benefício integral também foi reduzido de 49 para 40 anos. Continua na proposta o tempo mínimo de 25 anos de contribuição para ter acesso à aposentadoria, tanto para trabalhadores da inciativa privada quanto do serviço público.

Da Redação - Por Victor Santos
Informações Andes.com

Sem comentários:

Enviar um comentário