quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Ação de Polícia Federal em cidades da região provocou ‘alvoroço’ nas redes sociais

Viatura da Polícia Federal em vistas em Serrinha - Fotos Reprodução WhatsApp
A Polícia Federal realizou na manhã desta quarta-feira (19) uma grande operação com mandados de prisão preventiva e condução coercitiva que envolveu 7 cidades do interior da Bahia.

A ação investiga desvios em Euclides da Cunha, Araci, Crisópolis, Monte Santo, Paripiranga, Ribeira do Pombal e Sátiro Dias. 

Segundo informações, esta é a segunda fase da operação “Prima Facie”, que investiga uma organização criminosa especializada em fraudes em licitações e desvio de recursos públicos em contratos de transporte escolar. A fraude se dava pelo direcionamento recorrente de licitações para determinadas empresas controladas por um grupo empresarial da região. As companhias, segundo a PF, eram registradas muitas vezes em nome de “laranjas”, que passavam a se revezar nos contratos firmados com vários municípios. 

A presença da 'Federal' na região cousou certo 'alvoroço' nas redes sociais, o assunto foi muito explorado em programas de rádios onde ouvintes das cidades que não foram alvo da operação participavam pediam a presença dos federais em seus municípios.

Tudo começou quanto fotos das viaturas que foram vistas já no final da tarde e noite da terça-feira (18) na cidade de Serrinha começaram a circular através do aplicativo WhatsApp, "Tá chegando perto. PF em Serrinha" escreveu uma barroquense em um grupo, já na Rádio Regional no Programa Tribuna Popular na manhã desta quarta-feira, o Radialista José Ferraz leu mensagens enviadas pelos ouvintes; "Ensina a Polícia Federal o caminho de Biritinga" escreveu uma suposta moradora da cidade, o radialista respondeu; "Ensinar eu ensino, o difícil é chegar lá, porque não tem estrada, não tem asfalto".

Durante todo o dia o assunto foi destaque, principalmente em relação à cidade de Araci, onde os agentes estiveram nas sedes de algumas empresas e realizaram buscas.

Em Barrocas, uma senhora que ouvia à rádio enquanto aguardava para ser atendida numa loja, disse; "Eu tenho fé em Deus que um dia essa Polícia venha fazer uma investigação grande aqui também".

@ Nossa Voz da Redação Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário