terça-feira, 18 de outubro de 2016

Barrocas: Projeto IFA chega à comunidade de Alto da Porteira e já atende cerca de 30 estudantes

Fotos Daniele Oliveira
O IFA - Instituto Fazer Acontecer, foi implantado na comunidade graças a parceria com a Escola Municipal do Alto da Porteira. O Instituto introduziu o Esporte Educativo no município de Barrocas em 2013, desde então tem prestado relevantes serviços com atividades voltadas para crianças e adolescentes.  

Atualmente as atividades acontecem na sede do município, contemplando assim jovens e adolescentes. O projeto tem como objetivo que todos joguem e se divirtam com a metodologia diferenciada de três tempos, dá seguinte maneira: primeiro fazem o acordo, em seguida jogam e depois avaliam, nessa avaliação entra a questão do respeito uns com outros, coletividade e solidariedade. 


O Auxiliar Administrativo Educacional e instrutor Marcílio Oliveira, de 24 anos, falou sobre a implantação do projeto na comunidade: "À ideia do projeto surgiu após acompanhar a professora e coordenadora Cacia Queiroz em um jogo na cidade de Serrinha, após retornar percebi que tinha me identificado, foi a partir daí que tomei a iniciativa de me reunir com a direção da Escola para ver as possibilidades de implantar o projeto na comunidade, a partir disso me reuni com os pais dos alunos, colocando assim as idéias e obtive sucesso pois eles concordaram, em seguida organizei meus horários e dei inicio, com apoio de todos". 

Segundo a coordenação projeto não é apenas jogo de futebol, como muitos vêem a cada encontro é sempre trabalhado a cidadania, o respeito a união em sala de aula e em casa. O intuito de trabalhar esses valores é justamente para promover um ensino diferente, onde todas as crianças conheçam a essência da união; "Para mim ver o sorriso dessas crianças vale mais do que qualquer coisa! Não estou fazendo por dinheiro e sim por amor, é muito gratificante ver cada gesto, sei que Deus estar ali moldando cada uma daquelas crianças para ser uma pessoa melhor no mundo isso já é a minha recompensa’’ afirmou Marcílio. 


Em meio a tantas brincadeiras a pequena Maria Yasmim de 10 anos falou com um enorme sorriso no rosto; "todos os dias que tem atividades eu participo, brinco e me divirto com minhas amigas’’. O projeto conta com a participação de aproximadamente 30 crianças, sendo divididas em 15 meninos e 15 meninas, as atividades acontecem toda terça, quarta e às quinta-feiras, das 08:30hrs às 10:30hrs. Segundo Marcílio o projeto já vem sendo executado a aproximadamente um mês na comunidade e os resultados são positivos.

@ Nossa Voz -  Da Redação / Por Daniele Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário