segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Oito meses após ser baleado em tentativa de assalto, barroquense morre em Hospital de São Paulo

Paulo Henrique - Paulo de Badú
O pedreiro barroquense Paulo Henrique Góis, conhecido como Paulo de Badú, 57 anos, foi baleado no dia 18 de março deste ano, numa padaria, enquanto aguardava para ser atendido. O ladrão chegou para assaltar o estabelecimento e clientes, acabou baleando o barroquense e mais uma pessoa. O crime aconteceu no domingo (18), no Bairro Jardim Ângela na cidade de São Paulo. 

Paulo Henrique lutou pela vida tanto naquele dia trágico de domingo, como após, foram oito meses internado, parte deles no Hospital Municipal M'boi Mirim. Ele não resistiu e faleceu na manhã de ontem (domingo dia 18). Paulo de Badú vivia há 17 anos na capital paulista com sua família.

O caso: O ladrão entrou armado no local e anunciou o assalto. Na ocasião o sobrinho da vítima, Gildásio Gois, contou que no momento do assalto o tio se assustou e fez um movimento brusco. O criminoso pensou que ele estava reagindo e atirou. Em seguida houve luta corporal entre os dois. Um amigo ao ver Paulo naquela situação, tentou intervir e também foi alvejado.

O corpo sairá da Capital Paulista às 10:40 desta segunda-feira (19), o translado será feito de avião. O sepultamento será em Barrocas na terça-feira às 9 horas, o cortejo fúnebre saíra da casa do senhor Basílio, conhecido Badú da Granja, na Rua Padre Alício, para o Cemitério Municipal.

@ Nossa Voz Da Redação

Sem comentários:

Enviar um comentário