quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Barrocas: Na véspera do Dia de Finados, coveiro e famílias preservam tradição de cuidados com túmulos no Cemitério Municipal

Fotos: Victor Santos
Se aproximando o Dia de Finados (2 de novembro), aumenta o movimento de pessoas no Cemitério Municipal de Barrocas, e a tradição de zelar os túmulos, desde a limpeza, capina e troca de flores. As famílias procuram pedreiros para reformar carneiras ou construir, outras pagam para manter o túmulo em bom estado de conservação.  

Os pedreiros Roque e Antônio a pedido de clientes, começaram a construir uma carneira em volta de um túmulo. Segundo Antonio, as famílias se importam em cuidar e não deixar os túmulos descuidados: "as pessoas não gostam de deixar de qualquer jeito, aqui vamos colocar os blocos e rebocar, e conforme a família pedir, podemos colocar mármore ou cerâmica" explicou. 

Pedreiros Roque e Antonio
Nesta quinta-feira (01), o coveiro, Sr. Zito, chegou cedo para observar os detalhes do cemitério para o dia de Finados, a expectativa é que o dia seja de grande movimento de pessoas que visitam o túmulo dos entes queridos, levam flores, são momentos de lembranças e orações direcionadas para aqueles que já não estão entre nós. 

Senhor Zito trabalha a mais de 20 anos como coveiro no Cemitério Municipal
O trabalho do coveiro e também zelador do cemitério, acontece conforme o pedido da família, os serviços vão de capinar o excesso de mato ao lado das covas, lavar ou trocar a cerâmica da carneira, remover a sujeira dos vasos e das plantas: "tem família que me procurou hoje pela manhã, as pessoas cuidam porque amanhã visitam e não querem ver o lugar sem cuidar" contou. 

Sr. Zito explica que passará o dia de Finados no cemitério, recebendo as famílias, orientando aqueles que não recordam o local exato dos túmulos: "entre hoje e amanhã estarei aqui, nem em casa vou almoçar porque ajudo quem tem dúvida sobre aqueles que já se foram a muito tempo".

Senhor Zito Coveiro
Leia também: Cemitério Municipal de Barrocas a anos necessita de uma reforma.

@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário