segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Barrocas: Depois de anular licitação, Prefeito vai a missa e volta a anunciar reforma do Cemitério Municipal

Foto: Reprodução Facebook
Prefeito José Jailson aproveitou a missa do feriado na sexta-feira (02), para voltar a anunciar a reforma do cemitério municipal, em setembro, o Diário Oficial já havia publicado informações sobre a empresa contratada para executar a obra, mas a licitação acabou anulada.

No dia 4 de setembro deste ano, uma publicação do Diário Oficial do Município, informou da contratação de empresa especializada em construção civil, para serviço de Construção da Capela, Sanitários e Muro do Cemitério Público, na Sede do Município de Barrocas-Bahia . Na ocasião o JNV destacou: Com orçamento de 200 mil reais, prefeitura vai reformar o Cemitério Municipal (ler aqui). O prefeito não foi à igreja assinar documentos naquele mês, dias depois a Licitação foi anulada.

Clique para ampliar
Passados 22 dias, em 26 de setembro, o mesmo Diário Oficial publicou o Aviso de Anulação de Licitação (ver abaixo). A justificativa foi: por motivos de 'ordem técnico-administrativo, e em estrita observância aos princípios da legalidade, da eficiência e da supremacia do interesse público que ficou anulada, a Tomada de Preços supramencionado', informou a publicação.
Clique para ampliar
Novo anúncio da obra, agora foi feito na igreja: Na sexta-feira (02), após a Missa do 'feriado de finados', o Prefeito assinou, (segundo postagem na sua rede social) a autorização para licitar a Reforma e Ampliação do Cemitério Municipal de Barrocas: "Foi assinada hoje na Igreja Matriz, a autorização para licitar a reforma e ampliação do Cemitério Municipal de Barrocas. Neste dia de luto e oração, vai aqui o meu abraço e que Deus conforte o coração de cada um de vocês" escreveu o Prefeito José Jailson após o anúncio na igreja.

O Cemitério necessita de uma reforma há anos, o JNV em várias matérias mostrou a situação e cobrou das autoridades, (ver aqui matéria de 2013 e aqui matéria de 2014).


Recentemente em nova matéria, o coveiro que há mais de 20 anos trabalha no cemitério, relatou alguns dos problemas: "Não tem mais espaço, caixão um em cima do outro. Precisa comprar mais terra, ampliar para a parte de cima, reformar o espaço da capela, que há anos ninguém entra e colocar uma cobertura na estrada pra o povo não ficar no sol ou se chover, ficar na chuva", afirmou o senhor Zito (ver aqui).

Foto arquivo JNV - Matéria de novembro de 2013
A obra é esperada há muito tempo, o pedido de revitalização foi aprovado na Câmara mais de uma vez, a última no dia 18 de abril deste ano. A indicação apresentada e aprovada na ocasião foi feita pelo Presidente da Casa José Eclécio (Kekeu de Daozinho).



@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário