quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Barrocas: Em Outubro passaram pelas contas da Prefeitura Municipal quase 3 milhões e meio de reais. E as Obras?

Nenhuma grande obra foi iniciada nos 22 meses da atual administração
Com receita mensal em torno de três milhões de reais, em dois anos de administração o atual governo não conseguiu realizar nenhuma grande obra, as que estão para serem inauguradas, foram conquistas da gestão anterior, que não teve capacidade de concluí-las. 

Sem nenhuma grande obra iniciada ou em andamento, a gestão do atual prefeito José Jailson (MDB), se promove com previsões de conclusões de obras não finalizadas na gestão anterior, a exemplo das duas quadras cobertas, do estádio municipal e das 40 casas populares do Programa Minha Casa Minha Vida. Mesmo com 22 meses de administração, nenhuma destas, foram entregues a população, o demais, a gestão realizou reformas como a da Praça São João (em andamento) com previsão de despesa superior à R$250 mil reais, das quadras esportivas na zona rural e escolas da rede municipal. Em agosto deste ano, o vereador Antonio Jerry, chegou a dizer na tribuna da Câmara, que o Prefeito realiza 'inaugurações de pinturas' (ver aqui).

Obras complementares como pavimentações de ruas em povoados, são apresentadas pelo próprio gestor como conquistas com apoio de deputados, e se é assim, são tocadas com recursos angariados na esfera Federal e convênios. Mais e o volume de dinheiro que entra mensalmente, além dos pagamentos de salários em dias, o que mais está sendo feito?

Neste mês por exemplo, o município com cerca de 15 mil habitantes, recebeu quase 3 milhões e meio de reais, precisamente passaram nas contas da prefeitura R$3.335.776,29 (três milhões, trezentos e trinta e cinco mil, setecentos e setenta e seis reais e vinte e nove centavos).

O governo municipal ainda não construiu um novo colégio, uma nova praça na sede, um espaço de lazer, um ginásio. Por outro lado, a população reclama da escassez de investimento no esporte e na cultura, nem material esportivo é entregue as escolinhas de futebol, com dificuldades várias encerraram as atividades. Não foi dado aumento de salários para os professores, e  há carências sérias na saúde, faltam remédios e as atividades do CAPS estão reduzidas. 

O prefeito reclama da queda de recursos, mas basta fazer comparações com os anos anteriores para perceber que atualmente Barrocas recebe receita superior. 

Por outro lado, a Prefeitura tem despesas consideráveis com empresa de aluguel de veículos e máquinas (ver aqui e aqui), mesmo com os novos automóveis e tratores conseguidos para os diversos setores da administração municipal, isso sem falar dos valores gastos com publicidade em rádios (ver aqui).

Esta semana o Prefeito voltou a Brasília, terceira vez só em outubro, a justificativa é a de sempre. Buscar por melhorias para o município: "Já em Brasília definindo as ações para 2019, prioridades no Esportes, Educação, Agricultura, Assistência Social, Saúde e obras", escreveu em sua página o Prefeito. 
@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário