domingo, 28 de outubro de 2018

Eleito Presidente, Bolsonaro teve menos de 15% dos votos em Barrocas

Foto: Carta Capital
Jair Messias Bolsonaro (PSL), foi eleito neste domingo (28) de outubro, o novo Presidente da República Federativa do Brasil, tendo obtido 57.780.490 em todo país, o equivalente a 55,13% dos votos, derrotando Fernando Haddad do PT, o partido que havia vencido as últimas quatro eleições presidenciais.

O novo presidente filiado ao PSL, foi bem votado em todo Brasil, ele perdeu no Nordeste, e no pequeno município de Barrocas na Bahia, teve um baixa votação, Bolsonaro conseguiu menos de 15% (1.420 votos - 14,35%), enquanto Fernando Haddad recebeu 8.478 votos, o equivalente a 85,65% do total.

De fato não houve uma campanha efetiva nas ruas por nenhum dos nomes nesse 2º turno, talvez os políticos evitaram um possível desgaste, mas cada grupo tinha o seu preferido, os números mostram que o grupo que administra o município, mesmo com uma candidatura que liderou todo o pleito, com reais chances de vitória, não conseguiu convencer os barroquenses a votarem em Bolsonaro, além de pessoas próximas ao Prefeito José Jailson, vereadores do grupo também fizeram campanha abertamente para ele principalmente nas redes sociais, mas nas urnas o eleitor disse não ao candidato da extrema direita, assim como para o candidato governo do estado no primeiro turno. O ex-prefeito José Almir e o ex-vice prefeito Joilton Avelino, além de vereadores, declararam voto em Haddad, alguns fixaram adesivos em seus carros. 

Imagem Portal G1
Bolsonaro teve em Barrocas agora no 2º turno, 291 votos a mais que no primeiro, já Fernando Haddad, conseguiu 1055 votos a mais que no dia 7 de outubro. 

Segundo informações repassadas por moradores, o povoado onde Bolsonaro foi mais bem votado no município, foi a Minação, lá em apenas uma das urnas ele obteve 91 dos votos, contra 137 do Haddad. Já o petista, teve a votação mais expressiva em São Miguel do Ouricuri, na soma total, o professor conseguiu 608 votos no povoado, contra apenas 61 do militar.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário