segunda-feira, 15 de outubro de 2018

No dia dos 'Mestres', Barroquenses de várias idades falam sobre professores que marcaram suas vidas

Professora Geane Mota com suas alunas - Foto Reprodução / Arquivo Pessoal
O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil. Segundo o Portal da Família, foi no dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), que D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. 

Somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor. Começou em São Paulo, em uma pequena escola na Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos. A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

Pensando em homenagear os professores, nesta segunda-feira (15) o JNV ouviu barroquenses de várias idades, buscamos saber sobre professores que marcaram suas vidas, alguns destes 'estudantes', inclusive seguiram a nobre profissão de ensinar, leia os depoimentos abaixo:

"Ao longo de tantos anos de estudo, muitos professores passaram por minha vida. Refletindo sobre a importância de cada um, as presenças das minhas professoras do antigo primário são as mais fortes. Quero agradecer às minhas professoras: Nilza, Luzia e Zelândia, pelo compromisso que tinham com uma educação de qualidade, onde todos eram respeitados, valorizados e acolhidos com carinho" afirmou a agora Professora, Geane Mota Queiroz, de 44 anos.

Pró Manuela Costa
Já o pequeno Isaac Sherman Nogueira, 10 anos, destacou: "A professora que marcou a minha vida e está marcando, é a professora Manuela. Porque ela é a professora que marcou a minha vida? Porque ela sempre se dedicou a ensinar o melhor a seus alunos, sempre foi gentil e ajuda quem tem dificuldades no estudo. Obrigado por ser essa professora e pessoa incrível" agradeceu.

Pró Denise Queiroz
Guilherme Santos Lima, 14 anos, lembrou da Professora Denise Queiroz, a Pró Deny, como é conhecida: "Ela foi a melhor professora que já tive por conta do seu carisma e alegria ao ensinar, além de participar conosco ativamente do intervalo. Também por conta do seu ótimo ensino que me fez aprender muitas coisas rápidas (o que tinha dificuldade). Um grande beijo e agradecer a ela por continuar sendo amiga pessoal muito querida para mim e minha família, fico feliz em te homenagear" destacou o adolescente.

"O professor é o profissional mais importante na escala das profissões. Quero desde já parabenizar todos os profissionais da educação pelos seu dia, pois são verdadeiros guerreiros que enfrentam as dificuldades e as limitações que a profissão lhes desafia. Gostaria aqui de lembrar da professora Edna (em memória) que fez parte da minha formação como cidadão e que nos deixou bastante saudades" afirmou Cleviton Santos Ferreira, 33 anos, Agente de Microcrédito.

Professora Gilneide
"É extremamente difícil pensar qual professor ou professora que mai s me marcou, convivi com muitos e todos foram importantes. Os que eu me lembro tem um motivo para estarem registrados na minha mente. Me deram conselhos e uma boa educação a exemplo da professora Gilneide", pontuou o magarefe Jakcione da Silva de 29 anos.

Aqui expomos apenas alguns relatos que reafirmam a importância dos professora na vida de cada um de nós, através deles queremos homenagear a todos os 'mestres', em especial aos barroquenses.

Parabéns Professores e Professoras!



@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira / Com informações do Portal da Família

Sem comentários:

Enviar um comentário