quinta-feira, 5 de julho de 2018

Professor faz alerta após tentativa de sequestro de sua filha de 5 anos no centro de Barrocas

Rua  onde o suspeito agiu - Foto Victor Santos
Num áudio que circula por um aplicativo de troca de mensagens, o professor barroquense passa detalhes  da tentativa de sequestro ocorrida por volta das 12h da quarta-feira (04), em frente à sua residencia, localizada na Praça da Matriz de Barrocas. Segundo ele o suspeito tentou convencer a criança a segui-lo. Diante do ocorrido, o pai  alerta sobre a necessidade das atenções com os filhos serem redobradas.

Tarcilio Silva, pegou a filha de 5 anos na escola e já em sua casa enquanto ela brincava durante o intervalo do almoço, um homem se aproximou do portão no momento em que todas as entradas estavam trancadas. Pelo lado de fora, o homem sem chamar a atenção da avó da criança, nem do pai, iniciou a tentativa de sequestro. 

"Essa pessoa chegou perguntando se ela estava sozinha em casa, perguntou se ela não queria ir morar com ele, falou que a sua filha tinha morrido, e perguntou se ela não queria ser a filhinha dele, se ela queria ir com ele e ofereceu bala. Foi uma conversa no sentido de cativar a menina" alertou. A criança contou a família que o homem se passou por 'bonzinho' para a convencer.

Graças ao portão trancado e as orientações do professor para a criança não conversar e nem aceitar alimentos de estranhos, o envolvido não conseguiu convencer a menina a abrir o portão. A avó foi a única que conseguiu notar a movimentação do homem no momento que a criança alertou o caso, segundo ela, o suspeito usava uma camisa amarela . Vizinhos não ouviram a movimentação de estranhos, as câmeras de segurança da rua devem ser analisadas. 

O caso foi relatado na manhã de hoje na Delegacia de Policia Civil, um boletim de ocorrência foi registrado. A Policia Civil não descarta a possibilidade de aliciamento de menores, e deverá investigar o caso, e alerta que casos semelhantes sejam comunicados a autoridade competente. 


@ Nossa Voz - Por Victor Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário