quinta-feira, 25 de julho de 2019

Barrocas: Oposição não comparece à Sessão Extraordinária, mesmo assim Câmara aprova projeto autorizando empréstimo

Foto: Rubenilson Nogueira - Arte JNV
Em caráter extraordinário, aconteceu na noite desta quarta-feira (24), três sessão com objetivo de apreciar e aprovar o Projeto de Lei 011/2019, que autoriza o Poder Executivo contratar operação de crédito com a Caixa Econômica Federal. O executivo pediu urgência para a matéria e o presidente Evanício Avelino Queiroz, eleito na oposição, não só atendeu o pedido como ajudou a aprovar (ver aqui).

O projeto passou, porém sem a presença dos quatro vereadores que formam o bloco de oposição; José Eclécio (Kekeu), Antonio Jerry (Jerry da Minação) e Adelson Brito (Adelson da Saúde) e Maria Lucenir (Cenir do Ouricuri), que estar em São Paulo, não compareceram a votação como protesto. O nome do vereador Antonio Jerry inclusive aparece num dos documentos como Secretário da Comissão, porém não consta a sua assinatura.

No Projeto enviado a Câmara, O prefeito José Jailson justificou o empréstimo de R$9.080.000,00 (nove milhões e oitenta mil reais), como necessário para realizar obras no município e manutenção do Gabinete: "destinada à Pavimentação em paralelepípedos e em CBUQ, com drenagem superficial de Ruas, Construção de Praças Públicas, e Manutenção do Gabinete do Prefeito, todas na sede e interior do Município..." informou.

O Relator do projeto foi o Vereador Miguel Carvalho de Queiroz (Guel de Quinca), que em seu parecer afirmou: "Pelo que foi exposto, e considerando o parecer emitido pela Comissão Parlamentar de Justiça e Redação que apontou no sentido da legalidade do projeto de Lei ora sob análise, opinamos pela admissibilidade da matéria, cabendo ao Plenário da Câmara Municipal a decisão de aprová-lo ou rejeitá-la". O vereador José Weberton sobrinho do prefeito é o presidente da comissão.

Todos os quatro vereadores eleitos na bancada da situação; Ivan da Minação, Miguel Carvalho, Beto de Edilson e Antonio da Loja (irmão do gestor), além do Presidente Evanício, conhecido Rupiado, que foi eleito pela oposição, votaram a favor.

O JNV deixa aberto espaço para que os citados possam se manifestar.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Enviar um comentário