domingo, 26 de abril de 2020

Barrocas: Em atitude louvável, Padre Everaldo mantém suspensão das missas abertas na Paróquia São João Batista

Padre Everaldo Goes - Foto Reprodução
A decisão tomada em comum acordo com o Conselho Pastoral foi anunciada à comunidade católica através de uma postagem na página oficial da Paróquia São João Batista, com vídeo gravado pelo pároco Everaldo Goes e compartilhado nas redes sociais.

"Em comum acordo com o Conselho Pastoral Paroquial o Padre Everaldo, comunica a todos que em nossa Paróquia continuaremos SEM CELEBRAÇÕES E MISSAS ABERTA, mesmo sabendo da autorização dos últimos decretos que permite grupos de 15 a 30 pessoas", informou.

Os motivos da decisão foram expostos pelo Padre: "...a prefeitura, através do prefeito tem um decreto que autoriza que as pessoas possam participar de celebrações e cultos tendo um número de quinze pessoas. Também veio uma orientação da Diocese e do Bispo que autoriza também a essa celebração. Não é que estão mandando celebrar ou fazer, tá dizendo que caso faça não teria nenhum problema aparentemente pra nós. Qual o problema que teria caso a gente abra as igrejas? Primeiro a gente teria que lidar com duas questões difíceis; A limpeza; Teria que limpar usando todos os equipamentos de segurança; Máscara, luva, roupas apropriadas para limpar, porque pode ser que entre alguém na igreja contaminado, já que a gente não sabe quem tem e quem não tem o vírus. O outro problema, é como que a gente vai controlar o acesso, como iria fazer para entrar 15 e ficar 15 sem entrar, como vai fazer para selecionar as pessoas que iriam participar?" questionou em parte da sua fala ao explicar as dificuldades que a igreja teria para cumprir o que determina o decreto.

Everaldo lembrou que dentre a seleção das pessoas para participarem da missa, os que mais iriam sofrer seriam os idosos, segundo ele os mais devotos, os que mais gostam de frequentar a igreja. Para o Padre seriam momentos de constrangimento, de ter que impedir alguém de participar da missa após completar o número determinado. Ele lembrou que em Barrocas não há casos confirmados do Novo Coronavírus, e que seria uma situação complicada se surgissem casos após o retorno das atividades na igreja: "O que iria acontecer se depois que a gente começasse a celebrar surgisse um caso, de alguém próximo da gente, de um fiel, como irão lidar com essa culpa? Então é melhor a gente usar da prudência o manter como está fazendo...", pontuou. As celebrações, mesmo as transmitidas serão reduzidas. Ele também falou sobre a programação de maio.

O padre pediu para que os fieis continuem com as orações! Assista o vídeo na íntegra abaixo.

@ Nossa Voz - Da Redação - Por Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Publicar um comentário