terça-feira, 21 de abril de 2020

Enfim saúde é prioridades até para os prefeitos do interior. Por Rubenilson Nogueira

Imagem arquivo pessoal
Em texto publicado numa rede social na noite deste domingo (21), o Diretor do JNV Rubenilson Nogueira, destaca o momento de investimento numa área tão importante, a saúde, mas que segundo ele sempre teve escassez de recursos. Rubenilson explica porque até mesmo nas cidades do interior, os prefeitos agora demostram interesse em melhorar a estrutura dos hospitais municipais e também tem dado bastante publicidade as 'ações sociais', leia abaixo: 

"Eu tava aqui jogando vídeo game e comecei a pensar um pouco sobre o momento atual, sobre tudo o que está acontecendo devido ao Novo Coronavírus (covid-19). Vejam, estamos passando por uma crise mundial, prejuízos incalculáveis, dizem que a economia tá encolhendo, prefeitos reclamando da queda de recurso, das dificuldades na administração pública. Porém, percebam que em meio a tudo isso eles estão como nunca se viu, investindo em saúde, tanto na prevenção, quanto na melhoria dos hospital (com novos leitos montados), para que tenham capacidade de receber os doentes. Mas o que tá me instigando, é que meses atrás, haviam hospitais que não se encontrava nem medicamentos, agora leitos com equipamentos de ponta estão sendo montados e exibidos nas redes sociais, e isso sem nenhum recurso do governo federal como os gestores tem feito questão de afirmar. Mas e porque em época de recursos mais 'volumosos' em tempos mais tranquilos, não se investiu em saúde? Porque antes o povo sofria e eles fingiam que não viam? Era só colocar numa ambulância e seguir para a capital? Mas agora rapidamente encontram recursos onde não havia. Pois bem, é que na situação atual eles temem serem responsabilizados não por uma ou duas mortes esparsas, por sofrimentos em longos períodos, agora temem a repercussão na imprensa de várias mortes, temem serem acusados de negligência. Isso adicionando ao fato de estarmos num ano eleitoral, ai a preocupação é ainda maior. Logo deixaram de aditivar os contratos de assessorias, de alugar carros, de podar árvores, reduziram as despesas com combustível... Agora querendo ou não, tem que investir na tão esquecida saúde publica, mesmo tudo custando tão caro e com recursos tão escassos. Lembro ainda que nessa crise não é só colocar o paciente num ambulância e transferir, não, não, a situação tem que ser resolvida no município. Diante de tanto sofrimento, se é que tem algo que o Covid vai deixar de bom, será as melhorias nas unidades hospitalares e tomara, na forma dos políticos investirem na saúde. Que eles continuem também com as ações sociais tão bem divulgadas."

Texto Reprodução Facebook Rubenilson Nogueira

Sem comentários:

Publicar um comentário