sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Veículos em péssimas condições são utilizados para transporte de estudantes no município de Barrocas.


A situação de alguns dos veículos que fazem o transporte escolar no município de Barrocas é critica, o fato vem sendo denunciado há algum tempo sem que providências sejam tomadas.

Nesta quinta-feira (18), revoltados com a situação em que se encontra um destes veículos, um ônibus nas cores azul e branco, alunos fotografaram e enviaram as imagens para nossa redação. O relato de uma estudante do Colégio Estadual Professor Plínio Carneiro, trás a tona detalhes a respeito do Transporte Escolar no município; 
Falta até extintor
“Pais e alunos estão indignados com as péssimas condições do ônibus, o mesmo anda caindo os pedaços. Teve um dia que o motorista teve que amarar peças por baixo do ônibus com corda para não cair e a gente não fica na estrada. Quase todos os ônibus são daqueles amarelos, tem dois que não são, mas são melhore do que o nosso, só o daqui, que pega os alunos da Lagoa da Cruz, Velho Domingos e Alambique pela manha que é assim, todo quebrado” revelou.

Vidros quebrados e porta sem fechar são apenas alguns dos muitos problemas
O veículo não tem as mínimas condições de trafegabilidade, imagine ser utilizado para transporte escolar, dentre os muitos problemas apontados estão; vidros das janelas quebrados, acentos que parecem estarem soltos, porta que não fecha completamente, falta de extintor de incêndio, sem falar dos problemas mecânicos que segundo o relato da estudante, se não fosse o empenho do motorista que chega usar cordas para evitar que peças se soltem, dificilmente eles estavam indo à escola; “O problema é só o ônibus viu, o motorista não, se não fosse ele nos tava era ferrado” alertou.


Nas imagens é possível perceber que o veículo sequer tem placas, mas circula livremente sem que às autoridades intervenham. Não conseguimos descobrir a quem pertence o ônibus, por isso não publicamos sua posição a respeito da situação do veículo. 

Tentamos contato com a Secretária de Educação mais não conseguimos falar com ela, nossa equipe irá procurá-la novamente para comentar o caso.

@ Nossa Voz – Participação Popular

Sem comentários:

Enviar um comentário